Correio da Cidadania

A língua portuguesa falhou miseravelmente em criar palavras de alto escalão que descrevam esse maldito ano; de positivo só a revolta.

Plano de vacinação do governo brasileiro é retrato perfeito de um projeto político vazio moral e intelectualmente.

Instituições e mídia estão nas mãos de pessoas que querem preservar o presidente enquanto a agenda neoliberal se mantiver.

O quadro é de fim de mundo, local e mundial, por isso mesmo não há tempo para saudosismos.

O receio de que o PSOL reedite a ascensão e queda do PT é, talvez, a discussão mais importante para nós neste final de ano e de década.

Precisamos compreender que não venceremos o inimigo lutando em suas trincheiras, todas minadas, sem uma forte preparação.