0
0
0
s2sdefault

O aparente recolhimento do país talvez não decorra de vontade própria, mas sim do reordenamento de poder mundial.

0
0
0
s2sdefault

Graças aos efeitos das denúncias da espreita norte-americana, a presidente Dilma Rousseff assinou em abril de 2014 o marco civil da internet.

0
0
0
s2sdefault

A despeito da quantidade de interessados em deslocar-se aos Estados Unidos, o Brasil não conseguia compor o programa Global Entry.

0
0
0
s2sdefault

A iniciativa germano-brasileira seria aprovada em dezembro de 2013, por meio de resolução.

0
0
0
s2sdefault

O atrito com os EUA terminaria por ser superado, por razão diversa da origem do grave problema.

0
0
0
s2sdefault

O país buscava manter-se equidistante da rivalidade entre os dois dirigentes – Barack Obama e Nicolas Maduro.

0
0
0
s2sdefault

Após espionagem, dano no relacionamento da Casa Branca com vários países da região seria identificado na OEA.

0
0
0
s2sdefault

O país, através de Dilma, proporia a regulamentação mundial sobre a questão, até em função da repercussão interna.

0
0
0
s2sdefault

Às autoridades latino-americanas, havia o interesse econômico, ainda em vigor, de regras mais benevolentes aos emigrantes.

0
0
0
s2sdefault

O ano eleitoral trazia esperanças até no aspecto lúdico, enquanto as relações bilaterais precisavam de normalização.

0
0
0
s2sdefault

Apesar do mencionado desgaste no relacionamento bilateral, o Brasil não concederia asilo político a Edward Snowden.

0
0
0
s2sdefault

Dilma tentou um gesto altivo ao cancelar viagem, mas guerra da Síria anulou a atenção desejada.