0
0
0
s2sdefault

altO ambiente de novos riscos sociais (ambientais, financeiros etc.) e o contexto de dependência externa são considerados “negativos”, quer a uma estratégia de “marketing” oficial, quer a uma operação de guerra da oposição.

0
0
0
s2sdefault

De maneira muito sintética, a abordagem do ex-ministro e professor Delfim Netto tem foco na ação econômica do Estado brasileiro com vistas a reanimar o ‘espírito animal’ dos empresários.

 

0
0
0
s2sdefault

altAs providências corajosas de reestruturação da política monetária e financeira e a herança positiva da política social, ambas de caráter redistributivo, não se comprazem com uma política de fomento econômico calcada na especialização primária e na concentração da riqueza fundiária.

 

0
0
0
s2sdefault

altEm síntese, o que parece de consenso do governo e dos seus críticos à esquerda é a necessidade de manter o nível de emprego, acrescentando-lhe ano a ano o incremento normal da força de trabalho.

0
0
0
s2sdefault

altEm resposta à crise do crescimento externo, o sistema econômico recalibra suas estratégias de defesa, agora cada vez menos encadeadas com uma política social distributiva e cada vez mais concentradas com os segmentos do setor primário-exportador. Aposta-se demasiado numa fantasia verbal – “o espírito animal do empresários” – em detrimento do argumento da igualdade social.

0
0
0
s2sdefault

altOra, chegando aonde chegou a economia internacional do petróleo, a ponto de produzir renda fundiária internacional compatível com exploração em águas profundas, cria-se por este fato uma pressão inusitada por superexploração desse recurso, encadeada agora com a renda orçamentária vinculada de todos os entes federativos.

0
0
0
s2sdefault

altParece haver se optado por enfraquecer a política social, retirando-lhe recursos essenciais à complementação das remunerações salariais – pela via dos direitos sociais. Em troca disto, se aposta numa fantasia: ‘despertar o espírito animal’ dos empresário.

0
0
0
s2sdefault

altO veto de Dilma não encerra o ambiente de crise política que está posto. Isto porque também a presidente é prisioneira de um virtual pacto de economia política pelo setor primário da economia, que tem funcionado como verdadeiro estorvo à produção de norma política restritiva aos mercados de ‘commodities’.

0
0
0
s2sdefault

altO arranjo das desonerações, combinado com juros cadentes e câmbio regulado para pequena desvalorização do real (relativamente à situação pré-existente), não tem sido capaz de reanimar o investimento privado, particularmente da indústria de transformação.

 

0
0
0
s2sdefault

altEssas determinações de política econômica e social estão sendo miradas em certos círculos conservadores, como vias de reversão das tendências muito incipientes de melhoria da distribuição funcional da renda.

0
0
0
s2sdefault

altAparentemente, o governo Dilma encampou desapercebidamente a jogada dos verdes de vertente financeira. Terá a oportunidade da regulamentação legal para colocar freios na especulação mais escandalosa, sob pena da produção de uma enorme confusão fundiário-financeira.

0
0
0
s2sdefault

altNão se pode referir a esse fenômeno meramente com o uso de estatísticas de perda relativa de participação industrial no PIB, que, diga-se de passagem, não está ainda configurada nas Contas Nacionais e, ainda que o estivesse, poderia ter outros significados.