Ideias para o Fim do Mundo #2

0
0
0
s2sdefault



Nesta segunda LIVE do Correio da Cidadania recebemos novamente o Givanildo Manoel para dar sequência às ‘Ideias para o Fim do Mundo’. Se no primeiro programa falamos um pouco sobre história do Brasil, racismo e introduzimos alguns conceitos mais básicos sobre as questões indígenas, nesta segunda pretendemos aprofundar o entendimento de alguns desses conceitos através de aspectos da realidade atual dos povos indígenas.

Mas o debate não para por aqui, continua. E em breve, além de mais conversas com o Giva e com outros representantes da causa indígena, também iremos tratar outros assuntos por aqui. Este projeto ainda está apenas no começo e cada pequeno passo é importante para que dê certo.

Siga o Canal do Correio! Dê o joinha para nos ajudar a ser vistos na plataforma e ative o sininho para ficar ligado nas nossas próximas lives!

Leia o Correio da Cidadania: https://www.correiocidadania.com.br/

Sua doação é muito importante para a manutenção do nosso trabalho

Para contribuir e fortalecer nosso trabalho, acesse: https://www.correiocidadania.com.br/d..

LEIA NO CORREIO:

“É evidente a relação entre o avanço do vírus nas aldeias guarani e as grandes empresas”, por Gabriel Brito link: https://www.correiocidadania.com.br/7..

PL da regularização fundiária: “as justificativas do governo são altamente enganadoras”, por Gabriel Brito link: https://www.correiocidadania.com.br/7..

Assista à primeira live da série: Ideias para o Fim do Mundo #1: https://www.youtube.com/watch?v=xWjZh..

OUTROS LINKS: No link do projeto ‘Amazônia Sem Lei’, da Agência Pública, você vai encontrar todas as informações citadas pela edição do Correio neste vídeo; são as reportagens publicadas em maio e junho deste ano pela agência, todas na página do projeto.
Acesse e siga o projeto: https://apublica.org/especial/amazoni..

Siga o Correio da Cidadania nos apps e redes sociais

WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/D8RvsYRDEkw...  
Telegram: https://t.me/correiocidadania  
Facebook: https://goo.gl/nukOc6  
Twitter: https://twitter.com/correiocid 

Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.

Relacionados