Rupturas de Trump com países e organismos internacionais podem ser página virada daqui a poucos meses. 

Coronavírus e manifestações antirracistas destruíram tranquilidade de Trump. Mas Biden ainda está longe da vitória.

Falcões tentam elevar tensões, mas Trump e seu comandante no Iraque seguram a onda. Do outro lado, uma linha-dura fortalecida.

Netanyahu declarou que os palestinos das regiões anexadas não terão direito de cidadania, nem mesmo de residência permanente.

Megaprotestos contra assassinato de George Floyd tem aceitação massiva na sociedade norte-americana e isolam Trump.

Entre respeitar palestinos-israelenses e fechar com atual premiê, general fez a segunda opção e decepcionou grande parte do público.

Impedir que seus soldados sejam investigados por possíveis crimes contra o Direito Internacional depõe contra a maior democracia do mundo.

Depois de Edward Colston, estátuas de Cecil Rhodes, que deixou enormes rastros de destruição e racismo no sul da África, têm os dias contados.

Fatou Bensouda, procuradora-chefe do Tribunal Penal Internacional (TPI) quer realizar uma investigação formal de crimes de guerra.

Povo desestimulado não comparece às eleições e linha-dura avança no Irã; EUA terão que se ver com sua própria linha-dura e eleições.