Correio da Cidadania

ilus_cara_a_cara_kipper.jpgA euforia do banqueiro e o desânimo do padre educador são expressões de um mesmo enigma. A agonia do Liceu Coração de Jesus e a fantástica comemoração do hotel Grand Hyaat estão interligadas.

mundo_preju.jpgO mês de setembro se encerra embalado por anúncios primaveris. Andam dizendo, por exemplo, que até aquela crise que se prenunciava terrível, a maior de todas desde 1929, passou, sumiu, acabou.

expresso2010.jpgO Partido dos Trabalhadores sentou na janelinha da governabilidade conservadora e, como um novo PMDB, se converteu em poderosa máquina eleitoral.

gangster.jpgAntes era o Fernando Henrique, agora é o Lula. O que o vulgo chama de "operação abafa" é triste constatar, tem sido procedimento recorrente entre os que nos governam. Basta estourar qualquer escândalo de corrupção e, pronto, lá está o governo empenhado em barrar a investigação.

brasilmicroscopio.jpgA linha da truculência é uma escolha política. Livra a cara dos barões da droga, preserva a malha de cumplicidades que contamina os diferentes aparatos do poder e pode até, no quadro de pânico geral, render popularidade ao governante que ostenta a truculência como se fora firmeza.

lula_discursando.jpg"O melhor feitor é o ex-escravo". A razão que confere substância para tão trevosa sabedoria é simples: o convertido sempre trabalha dobrado pela causa que passa a adotar.

lula_discursando.jpgO presidente Lula, como todos sabem, é um especialista em campanha eleitoral. Faz campanha o tempo todo, vinte quatro horas por dia, todos os dias da semana.

apoteose_politica.jpgLula e Sarney são peças chaves do quebra-cabeças, onde a junção da "vanguarda do atraso" com o "atraso da vanguarda" resulta no que aí está.

rio_olimpiadas.jpgO avião cedido e a condição de maior financiador individual do Rio-2016 (R$ 23 milhões) colocam Eike Batista em lugar de destaque no contexto da relação público-privado.

mundo_preju.jpgAquela marolinha que ainda nem chegara, agora já passou. O cidadão, escaldado, não pode esquecer que a mentira metódica é uma das feições da crise.

lula_discursando.jpgO florescimento do “lulismo” se faz à custa da morte lenta, gradual, porém segura, da saga do Partido dos Trabalhadores na política brasileira.

congresso_nacional.jpgA reforma de verdade nunca sai, mas nunca acontecem duas eleições com as mesmas regras. Portanto, barbas de molho: está a caminho uma nova onda de casuísmos.