0
0
0
s2sdefault

Ao lado do mal estar com a nova direita, criminalizam-se os refratários ao capital, como o Fantástico sobre os anarquistas. Mas o mundo sem esquerdas e direitas foi um delírio passageiro.

0
0
0
s2sdefault

Por que a prefeitura não apresenta a conta que foi utilizada para se chegar ao diagnóstico de que há um "rombo" de R$ 7,5 bilhões?

0
0
0
s2sdefault

Num mundo orientado pelas reformas liberais emanadas de Washington, temos que considerar o recado final de Mourão.

0
0
0
s2sdefault

O tal Torquato quer privatizar a censura e colocar artistas e pensadores à mercê da invasão bárbara de autoritários e totalitários compulsivos.

0
0
0
s2sdefault

Sem futuro a oferecer à população, mídia e Estado lançam nova rodada de ataque aos que propõem outra ordem social.

0
0
0
s2sdefault

O Estado de exceção no Brasil é uma realidade social e política, se reinventando e reestruturando há séculos.

0
0
0
s2sdefault

Vou aguardar se algum presidenciável propõe a revogação de todas as perversidades políticas, econômicas, sociais e ambientais impostas.

0
0
0
s2sdefault

Não satisfeitos com todos os “avanços” na precarização dos trabalhadores rurais, os fazendeiros querem mais: licença para matar.

0
0
0
s2sdefault

A socióloga Maria Orlanda Pinassi constata toda a desolação e lamenta que ainda veremos novos e variados capítulos de aprofundamento da barbárie generalizada.

0
0
0
s2sdefault

Nove apontamentos sobre a crise estrutural do capitalismo brasileiro e as saídas que tenta engendrar.

0
0
0
s2sdefault

Em repúblicas como a nossa, figuras como Henrique Meirelles são mais comuns do que parece.

0
0
0
s2sdefault

Depois de massacrar os autênticos indignados, nossos “grandes analistas” parecem ter tirado férias.