0
0
0
s2sdefault

altProjetos de REDD (Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação Florestal) estão sendo impostos em comunidades amazônicas em ritmo acelerado e geralmente com justificativas frágeis e pseudocientíficas.

 

0
0
0
s2sdefault

Ialtsso somente será possível quando houver a conciliação definitiva da economia com os princípios da ecologia, colocando as pessoas – e não o mercado – para pensar a organização socioeconômica em termos de seus fundamentos biofísicos.

 

0
0
0
s2sdefault

altOnde está nosso problema? Exatamente na abundância, nos ensinava o já falecido professor Aldo Rebouças. Ela nos tornou perdulários e, junto com a cultura predadora construída desde a fundação do Brasil, passamos a maltratar nossas águas.

0
0
0
s2sdefault

altPor que será que Fortaleza precisou fazer campos de concentração de famélicos no século passado e hoje ninguém sequer sabe que eles existiram? Exatamente porque seca e desgraças humanitárias não são sinônimos.

0
0
0
s2sdefault

altPara debater os impactos sob um ponto de vista técnico, falamos com os biólogos Dante Pavan e Viviane Schuch. “Vemos que as leis e os mecanismos da sociedade de proteção ao meio ambiente não estão funcionando”.

 

0
0
0
s2sdefault

altParabéns à COOPERCUC, trabalho que mostra a beleza e a viabilidade do sequeiro nordestino, com a caatinga em pé, ambiente preservado e cheio de vida. O único caminho para os biomas brasileiros sobreviverem é o da “convivência”.

0
0
0
s2sdefault

altQue o projeto de José Serra é um desastre e favorece escandalosamente as corporações petroquímicas não há dúvidas. Mas é importante ter em mente que não é um desastre maior do que a exploração em si! Não existe diferença nas propriedades físicas de um CO2 "público" ou "privado", tampouco de um "CO2 de esquerda" ou “direita".

 

0
0
0
s2sdefault

altAs estatísticas oficiais apontam que Sobradinho acumula apenas 3% de sua capacidade, o menor volume da história. “O São Francisco era um rio perene e de alguma forma ainda é, mas cada vez mais fragilizado”, comenta Roberto Malvezzi, uma das referências para falar sobre o rio no Brasil.

 

0
0
0
s2sdefault

altO projeto aprovado pelos deputados paulistas não apresenta sequer diretrizes mínimas que orientem tais editais. Integrantes do conselho estadual do meio ambiente inclusive foram pegos de surpresa.

0
0
0
s2sdefault

altPor qualquer ângulo, a crise ambiental pode ser vista como a expressão máxima de que a Terra é um organismo vivo que se baseia em equilíbrios extremamente sutis que, face à presença humana, foram acintosamente violentados tendo em vista fins produtivistas.

0
0
0
s2sdefault

altOutra indispensável correção de rumos responde, sobremaneira, pela necessidade de superar algumas dicotomias, especialmente quanto à conciliação da geração de empregos – situação macroeconômica que impulsiona a economia ao crescimento – com a preservação do meio ambiente.

0
0
0
s2sdefault

altEm Angra 3, a corrupção levou a que a construção dessa usina se tornasse um atentado anunciado contra a Vida. Tudo se faça para que não ocorra. Mas se tivermos essa infelicidade ele será bem mais violento que o desmoronamento da barragem de Mariana.