0
0
0
s2sdefault

barragem_itaipu.jpgNossos povos partilham situações comuns, que pedem um entendimento aberto, franco e baseado na justiça e na solidariedade. D. Demétrio Valentini.

0
0
0
s2sdefault

caraacara.jpgDói que as esquerdas não tenham o valor de ser conseqüentes quando a repressão é levada adiante pelas tropas de países governados por partidos de esquerda. Raúl Zibechi.

0
0
0
s2sdefault

bandeira_argentina.jpgA greve do campo contra o governo é uma medida reacionária: ou seja, não expressa interesses populares, dos explorados, mas sim dos grandes proprietários. Juan Jose Funes.

0
0
0
s2sdefault

binoculoscolor.jpgNão é ficção, muito pelo contrário: já está em construção em pequenas e grandes iniciativas que se multiplicam pelo planeta o mundo possível preconizado pelo Fórum. Grupo de São Paulo.

0
0
0
s2sdefault

bandeira_paraguai.jpgAs aparências escondiam a decisão já tomada, mesmo que de forma discreta, pela ampla maioria do povo: a de derrotar o regime que lhe infelicitava há décadas. João Alfredo Telles Melo.

0
0
0
s2sdefault

xilocidaderostos.gifOs povos do continente não podem aceitar que o dinheiro dos cidadãos seja usado para exércitos de ocupação em países irmãos. A presença que requer o Haiti é a solidária. Ana Esther Ceceña e Anibal Quijano.

0
0
0
s2sdefault

bushnero.jpgO fim da ocupação dependerá exclusivamente do aumento da pressão interna e internacional e da força da resistência iraquiana. Altamiro Borges.

0
0
0
s2sdefault

balancahomemfolha.jpgO governo Lula é simpático às reformas da Venezuela, Bolívia e Equador. Entretanto, não tendo maioria no Congresso, vai agir com extrema cautela. José Luiz Quadros de Magalhães e Frei Gilvander Luis Moreira.

0
0
0
s2sdefault

bandeira_mexico.jpgEnquanto o poder da oligarquia não for contestado, será impossível democratizar o país e assegurar a participação popular e vida digna a todos. Grupo de São Paulo.

0
0
0
s2sdefault

bandeira_paraguai.jpgPoucos sabem que, no vizinho Paraguai, no dia 20 de abril, haverá eleições gerais. A desinformação faz parte da política corporativa brasileira, que dá as costas aos processos latino-americanos. Anuncio Martí.

0
0
0
s2sdefault

bandeira_paraguai.jpgCandidatura de ex-bispo desponta como favorita e promete rever Tratado de Itaipu. Governo brasileiro indica preferir a direita a enfrentar a luta pela soberania hidrelétrica do país. Gilberto Maringoni.

0
0
0
s2sdefault

bandeira_venezuela.jpgA postura venezuelana e equatoriana de reverter ao Estado, e não às transnacionais, os lucros advindos da exploração do petróleo atinge frontalmente os interesses geopolíticos dos EUA. Eduardo Silveira Netto Nunes.