0
0
0
s2sdefault

marxAfirmemos que é apenas hoje, com o capitalismo global, que, Marx atingiu sua plena atualidade.

0
0
0
s2sdefault

Versos para dias de desesperança.

0
0
0
s2sdefault

Aos mortais eleitores
Que quase esquecem
De qual classe pertencem.
No dia da eleição
Podem escolher
Quem não os representará.

0
0
0
s2sdefault

Últimos versos do ano para um país desolado.

0
0
0
s2sdefault

Documentário evidencia diferença entre as existências dos imigrantes e as dos parentes e amigos que permanecem na terra natal.

0
0
0
s2sdefault

Às mulheres,
Pois foram elas
Que inventaram
A felicidade.

0
0
0
s2sdefault

Críticas sociais expressadas dentro e fora dos sambódromos não caberão na agenda mesquinha que pautará o resto do ano.

0
0
0
s2sdefault

Entrevistamos Carlos Pronzato, cineasta argentino radicado no Brasil e diretor do filme que trata da primeira grande greve da história brasileira.

0
0
0
s2sdefault

Estamos diante de uma aliança ultraconservadora, acordada entre setores políticos e empresas de tecnologia.

0
0
0
s2sdefault

Quase 200km a pé numa mistura de folia de reis, trabalho de campo a partir da obra de Guimarães Rosa, militância pela preservação do Cerrado e experimentação atravessada por conceitos de turismo de base comunitária.

0
0
0
s2sdefault

Um pouco mais
E dormirão apaziguadas
As multidões...

0
0
0
s2sdefault

Já lhe tiraram
O tempo.

Já lhe compraram
As mãos.

Já lhe adoeceram
O corpo.