Plinio de Arruda Sampaio: Presente! Presente! Presente!

 

 

 

Sua destacada militância em favor dos pobres coloca esse filho do Brasil no lugar em que merecem os que lutam, não por um dia ou por anos, mas durante a vida toda!

 

Seu exemplo demonstra que compensa lutar pelos humildes, pelos e com os pobres, quer dizer, pelos oprimidos da terra.

 

Deve-se dizer que Plínio foi um lutador pela paz com justiça social, um homem solidário, um decidido apoiador da luta dos outros povos por sua libertação. Sem dúvida alguma, foi um homem revolucionário!

 

Você e nosso inesquecível comandante em chefe, Manuel Marulanda, nasceram no mesmo ano e morreram de cara para o Sol da liberdade, da justiça, da Reforma Agrária, de uma vida digna para todos, da integração latino-americana. Em uma palavra: o Sol do Socialismo!

 

Aceite nosso agradecimento sincero pelo apoio que sempre brindou a nossa Comissão Internacional.

 

Aos seus familiares, amigas e amigos, lhes fazemos chegar nossos sentimentos pela morte desse distinto brasileiro.

 

Paz em tua tumba.

 

Montanhas da Colômbia, julho de 2014.

Comissão Internacional das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia – Exército do Povo.

Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.

Relacionados