Plínio, vida cumprida em plenitude

0
0
0
s2sdefault

 

 

 

A Igreja dos Dominicanos, em Perdizes, estava lotada neste 9 de julho – feriado da Revolução Constitucionalista em SP. Mais de mil pessoas foram dar seu adeus ao nosso Plínio.

 

D. Angélico Bernardino, amigo dele e um dos 15 celebrantes, recitou, de cor, o 'Sermão da Montanha', para lembrar que nosso amigo é um Bem Aventurado, 'por seu amor à Justiça e à Paz': "Plínio não diria que o que aconteceu no dia de sua partida física, na partida de futebol da seleção, foi um vexame. Otimista nato, lembraria que, afinal de contas, o Brasil ainda disputará o terceiro lugar... Diria, isso sim, que vexame mesmo é a concentração da terra, é a periferia abandonada das grandes cidades, é a inexistência de uma reforma política, é a situação da saúde pública!".

 

Os freis Carlos Josaphat e Betto lembraram dos vínculos de Plínio com a comunidade da Ordem dos Pregadores e seu compromisso com a verdade.

 

Plínio recebeu minutos de aplauso e frei Carlinhos, várias vezes, evocou 'PLÍNIO DE ARRUDA SAMPAIO' para a multidão responder 'PRESENTE!'.

 

Marietta, esposa tão amada e mãe dos seis filhos, também arrancou nossas lágrimas ao falar da militância de Plínio, desde a juventude, e sua vontade (dele e dela!) de entrar no Reino (sem Rei) dos Céus na marcha dos lutadores do povo, dos que resistiram à opressão ao longo da História Humana.

 

Plínio, vida cumprida em plenitude, se foi, nessa nova caminhada, mas continua entre nós:

 

PLÍNIO DE ARRUDA SAMPAIO, PRESENTE!

 

Chico Alencar é deputado federal pelo PSOL.

Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.

Relacionados