topleft
topright
ISSN 1983-697X

Boletim Diário

Email:
Para assinar o boletim de
notícias preencha o
formulário abaixo:
Nome:

Brasil nas Ruas

Confira os artigos sobre manifestações e movimentos sociais no Brasil.

Arquivo - Artigos

Áudios

Correio da Cidadania, rádio Central 3 e Revista Vaidapé fazem “debate autônomo” sobre as eleições  

Leia mais...
Image

Plinio de Arruda

MEMÓRIA

Confira os textos em homenagem a Plinio


Leia Mais

Plinio em Imagens



Confira a vida de Plínio


Charge


Imagem




Artigos por data

 Nov   December 2016   Jan
SMTWTFS
   1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Julianna Willis Technology

Links RSS

Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania

Áudios - Arquivo

Edição 914 - 16/06/2014 a 22/06/2014
Arquivos do Correio
Quarta, 25 de Junho de 2014
Recomendar

 

 

‘Só a luta muda a vida e o povo está se apropriando cada vez mais dessa concepção’

Raphael Sanz e Gabriel Brito, da Redação. Colaborou Valéria Nader

 

alt

 

Completa-se um ano do estouro das grandes manifestações de junho de 2013, impulsionadas pela brutal repressão policial aos atos pela tarifa zero em São Paulo, e o Correio da Cidadania volta a conversar com o protagonista inicial, o Movimento Passe Livre, que também comemora um ano da vitória contra o aumento da passagem dos coletivos.

 


 

‘Estamos na iminência de uma tragédia no metrô de São Paulo’

Gabriel Brito, da Redação

 

alt

 

Com direito a repercussão mundial, os metroviários de São Paulo fizeram uma greve de cinco dias, interrompida após a demissão sumária de 42 funcionários e a pressão de todos os lados em favor de uma abertura de Copa do Mundo sem sobressaltos nas ruas. No entanto, a reunião dos metroviários, cujo sindicato se localiza em local próximo da manifestação de protesto à Copa, realizada no dia 12, terminou em pancadaria e nova repressão da PM paulista. O Correio da Cidadania entrevistou Paulo Pasin, presidente da Federação Nacional dos Metroviários.

 


 

POLÍTICA

 

O escravo da Casa Grande e o desprezo pela esquerda

Mauro Iasi

 

Mesmo o governo dando tanto à burguesia monopolista e tão pouco aos trabalhadores, a burguesia sempre vai jogar com várias alternativas, e, na época das eleições, vai ameaçar, chantagear e negociar melhores condições para dar sua sustentação.

 


 

Classes e luta de classes: projetos em curso

Wladimir Pomar

 

Na verdade, o coronel Boggo procura recuperar as ideias elitistas, racistas e nazistas contidas num fantasmagórico livro chamado Mein Kampf. Ao acusar o PT de fundar um Reich, ele apenas utilizou a velha tática do ladrão que procura desviar a atenção dos perseguidores.

 


 

Sócrates e o Militante Governista

Moyses Pinto Neto

 

S: “Deixe-me entender: apoias a Copa porque quem está contra é contra o governo e por isso é coxinha. E ao mesmo tempo afirmas que quem está dentro do estádio também é coxinha, porque xinga o governo”. MG: “Sim”.

 


 

Sinfonia de corpos

Frei Betto

 

Na festa do Corpo de Cristo, deixarei o meu flutuar em alturas abissais. Acariciarei uma por uma de minhas rugas, desvelarei histórias em meus cabelos brancos, apreenderei, na ponta dos dedos, meu perfil interior.

 

 


 

Uma Copa que não respeita os direitos civis básicos

Pablo Ortellado

 

Todos os níveis de governo, os meios de comunicação de massa, o judiciário e a esquerda aliada ao governo federal estão se calando contra as gravíssimas violações aos direitos civis. O movimento que protesta contra a Copa fez uma porção de erros estratégicos e não conseguiu organizar a insatisfação. Mas nada, absolutamente nada, justifica o que está acontecendo e a conivência das nossas instituições.

 


 

Manifestação policial ‘pacífica’ e estática: é jogo do Brasil

Guilherme Uchôa (texto e fotos)

 

O ônibus para na esquina da Rio Branco, caminho até a Presidente Vargas e, quando olho, a Candelária mais uma vez está tomada: mais uma manifestação em dia de jogo do Brasil. Mas, passados aqueles minúsculos segundos em que a vista ajusta o foco, vejo que hoje os ativistas usam fardas e portam armas, ao menos 200 policiais militares. A maioria sentada à espera do inimigo que não veio.

 


 

Por um povo mais expressivo

Murilo Gaspardo

 

O decreto n.º 8.243/14 em nada altera o dever de o Executivo respeitar o princípio da legalidade e, consequentemente, as competências do Congresso, ao editar normas ou adotar medidas de execução – a única diferença é que antes deverá atender aos procedimentos de participação popular.

 


 

Pão, Terra e Liberdade

Otto Filgueiras

 

Cabe aos marxistas tentar avançar, acumular forças no sentido leninista. Para isso é necessário participação de milhões de trabalhadores e trabalhadoras no Brasil, no mundo e uma palavra de ordem como fez a Aliança Nacional Libertadora, dirigida pelo Partido Comunista do Brasil (PCB), em 1935: Pão, Terra e Liberdade.

 


 

A direita já foi mais inteligente

Roberto Malvezzi (Gogó)

 

Homens como Paulo Francis, Gustavo Corção e outros da direita eram rançosos como os atuais, com a diferença que eram eruditos e inteligentes. Geralmente lidavam com argumentos elaborados para defender a causa dos poderosos. Nelson Rodrigues, então, era um luxo, talento reconhecido até pela esquerda mais esclarecida.

 


 

SOCIAL


Carta aberta aos juízes: o preço de um despejo sem alternativa digna

Frei Gilvander Luis Moreira

 

Virou lugar comum juízes apressadamente concederem liminares de reintegração de posse sobre ocupações coletivas urbanas ou do campo. Simplesmente a regra é “reintegre-se ficando autorizado o uso da força policial”.

 


 

INTERNACIONAL

 

Santos precisa prosseguir o diálogo e aprofundar a democracia

Pietro Alarcón

 

Reiteramos, Santos recebeu um mandato para continuar o processo. Mas não podemos ser ingênuos. O presidente é oriundo de um setor historicamente ligado à concentração do poder. Contudo, na conjuntura, tem a grande chance de promover mudanças. Os votos e a vitória não o tornam automaticamente o presidente da paz, porque na Colômbia a questão é muito mais complexa.

 


 

Um novo fantasma assusta o Oriente Médio

Luiz Eça

 

Enquanto o objetivo dos outros grupos rebeldes é apenas mudar o regime sírio, o ISIL pretende criar um califado sunita, abrangendo Iraque, Síria e Líbano.

 


 

CULTURA E ESPORTE

 

Dodjo, dêxe dessa: Os ‘babas’ sergipanos também interessam à CBF?

Irlan Simões

 

Chamar Diego Costa de oportunista por optar jogar pelo país que o acolheu há anos não passa de uma expressão moralista e extremamente retrógrada. A CBF e Scolari utilizaram isso para proteger a própria imagem. Pecaram feio. Por outro lado, gostaríamos de ver a Espanha acolher trabalhadores braçais de outros países como acolhem os talentosos jogadores. Quando gandulas, porteiros e maqueiros forem convidados à naturalização, estaremos falando de um novo momento da humanidade, de fato.

 


Recomendar
Última atualização em Quarta, 25 de Junho de 2014
 

A publicação deste texto é livre, desde que citada a fonte e o endereço eletrônico da página do Correio da Cidadania




Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.


Vídeos

Índios Munduruku: Tecendo a Resistência

Imagem

Documentário sobre as resistências indígenas às hidrelétricas do Tapajós
Leia mais...

A Ordem na Mídia

Eugênio Bucci: “precisamos de um marco regulatório democrático na comunicação”


Há uma falência nos modelos de negócios refletida nas relações trabalhistas, na concentração de propriedade, formação de monopólios e oligopólios e no aparelhamento por parte de igrejas e partidos. Entrevistamos Eugênio Bucci, jornalista e professor da ECA-USP, que afirmou a necessidade de um marco regulatório democrático para fortalecer a democracia no Brasil.
Leia mais...


Brasil_de_fato
Adital
Image
Image
Banner_observatorio
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Diario Liberdade

Espaço Cult

Image
Image
Revista Forum
Joomla Templates by JoomlaShack Joomla Templates