topleft
topright
ISSN 1983-697X

Boletim Diário

Email:
Para assinar o boletim de
notícias preencha o
formulário abaixo:
Nome:

Brasil nas Ruas

Confira os artigos sobre manifestações e movimentos sociais no Brasil.

Arquivo - Artigos

Áudios

Correio da Cidadania, rádio Central 3 e Revista Vaidapé fazem “debate autônomo” sobre as eleições  

Leia mais...
Image

Plinio de Arruda

MEMÓRIA

Confira os textos em homenagem a Plinio


Leia Mais

Plinio em Imagens



Confira a vida de Plínio


Charge


Imagem




Artigos por data

 Nov   December 2016   Jan
SMTWTFS
   1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Julianna Willis Technology

Links RSS

Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania

Áudios - Arquivo

Edição 912 - 02/06/2014 a 08/06/2014
Arquivos do Correio
Segunda, 16 de Junho de 2014
Recomendar

 

 

Próximo ao Itaquerão, Jardim Helian encara uma Copa sem legado social

Gabriel Brito e Paulo Silva Junior, da Redação

 

alt

 

Uma das comunidades de Itaquera, o Jardim Helian vê de perto o processo político e social trazido ao bairro por conta da Copa do Mundo e da construção do recém-inaugurado estádio do Corinthians. Agora, a poucos dias da abertura do mundial, aquilo que se chama de legado já começa a se mostrar em sua realidade. “Aqui na nossa comunidade é córrego a céu aberto, não tem asfalto, de equipamento público só tem essa UBS, que é em uma casa locada... Não tem campo de futebol, não tem praça esportiva, de lazer, não tem nada”, disse Rodrigo Reis, líder da Associação de Moradores do Jardim Helian, em entrevista ao Correio da Cidadania.

 


 

‘Automobilização sindical e movimentos urbanos fortalecem ativismo social’

Gabriel Brito e Valéria Nader, da Redação

 

alt

 

Voltamos a junho, que novamente ficará para a história, um ano após as manifestações que chacoalharam um país agora às portas da 20ª Copa do Mundo de futebol. “Aquele ‘estilo’ de manifestação não deve se repetir, as pautas de hoje são mais focadas e tendem a se desenvolver de forma mais orgânica do que em junho de 2013”, disse ao Correio o sociólogo do trabalho Ruy Braga, que enxerga um novo ciclo. “Temos um verdadeiro levante nos setores mais precarizados contra as direções sindicais e o comodismo que tomou conta do sindicalismo oficial”.

 


 

POLÍTICA

 

Renasce o fascismo

Frei Betto

 

O fascismo nega a luta de classes, mas atua como braço armado da elite. Prova disso foi o golpe militar de 1964 no Brasil. Ao votar este ano, reflita se por acaso você estará plantando uma semente do fascismo ou colaborando para extirpá-la...

 


 

Disputa por legado da copa vai além das eleições

Hamilton Octavio de Souza

 

Independente de quem ganhar o pleito de 5 de outubro, o que importa para os setores mais combativos da esquerda (excluindo-se as forças que passaram a colaborar com o neoliberalismo, com o empresariado e com as oligarquias conservadoras) é manter e ampliar os caminhos alternativos para a construção de uma outra sociedade – mais democrática, mais justa e mais igualitária. Esse legado não se confunde com a retórica ufanista e enganadora da crônica oficial e nem com a crítica superficial e oportunista das oposições neoliberais e de direita.

 


 

Manifestações nas ruas, as eleições em 2014 e a política do Bem versus Mal

Sérgio Botton Barcellos

 

A visão e o estímulo a uma leitura da realidade de forma dual e maniqueísta, entre esquerda e direita no atual estágio do capitalismo, parecem estimular uma cultura política rasa e estática na compreensão da realidade em relação às manifestações ou à eleição presidencial.

 


 

Junho de 2013 segue em disputa

Raphael Sanz

 

O documentário Junho, dirigido por João Wainer, teve sua pré-estreia no Cine Itaú da rua Augusta, ontem (terça, 3), às 20h. O documentário trouxe ao público uma narrativa clara sobre a luta contra o aumento de tarifas do transporte em junho do ano passado. Analisando as falas dos entrevistados, o debate posterior, a imprensa e, principalmente, o teor das campanhas eleitorais que ainda engatinham, percebe-se que a autoria dos protestos de um ano atrás ainda está sendo reivindicada.

 

 


 

Neoliberalismo e o retrocesso à barbárie

Leonardo Soares dos Santos

 

Como o sujeito pode dizer que um governo que faz a fortuna da elite financeira, promovendo precarização das relações trabalhistas, uma política extorsiva de juros e seguidos perdões de dívidas do setor privado, pode atrapalhar alguma coisa que diga respeito à iniciativa privada?

 


 

Contra o pensamento binário

Bernardo Caprara

 

Junho chegou. Há um ano, o Brasil fervia e sacudia os incautos. Agora, às vésperas da Copa do Mundo e das eleições de outubro, um ponto em particular chama a atenção.

 


 

Classes e luta de classes: transição transada

Wladimir Pomar

 

As Forças Armadas escaparam de se tornar uma instituição totalmente desmoralizada porque grande parte de sua oficialidade, mesmo sendo politicamente conservadora, se convenceu da necessidade de enquadrar os “duros” e realizar uma retirada estratégica de “retorno aos quartéis”. Portanto, elas só se tornaram uma instituição prestigiada pela população após 1985.

 


 

Os movimentos sociais e a perspectiva da “Revolta da Copa”

Paulo Spina

 

Tudo indica que para os movimentos sociais a indignação é o sentimento preponderante e as ações coletivas na Copa podem ser unificadas em diversas bandeiras de luta.

 


 

Ler é um perigo

Plínio Gentil

 

O resultado para um leitor desatento? Ele passa a pensar com a cabeça daqueles que ganham horrores, hoje com a Copa, ontem e amanhã com licitações fraudulentas. Nada como um discurso fácil, curto, que dispensa trabalhosas reflexões.

 


 

SOCIAL

 

‘A universidade é uma porta trancada por dentro’; como destrancar?

Pastoral da Juventude Rural e Pautas da Juventude

 

Entrevista com o Diretório Central de Estudantes da Universidade de Santa Maria, sobre a polêmica decisão de acabar com o vestibular na Universidade.

 


 

Em apoio aos Trabalhadores da Educação

Frei Marcos Sassatelli

 

Manifesto total apoio aos Trabalhadores da Rede Municipal de Ensino de Goiânia: servidores administrativos, auxiliares de atividades educativas e docentes. Todos e todas que lutam por uma Educação Pública de qualidade devem fazer o mesmo.

 


 

INTERNACIONAL

 

Edward Snowden, o criminoso mais procurado do mundo

Noam Chomsky

 

Nos últimos meses, recebemos aulas instrutivas sobre a natureza do poder do Estado e as forças que impulsionam a sua política. Transparência plena para a população, mas nenhuma para os poderes, que devem se defender desse horrível inimigo interno.

 


 

O López venezuelano e o López porto-riquenho: um contraste esclarecedor

Atilio A. Boron

 

Se Leopoldo López fizesse nos Estados Unidos o que fez em seu país seria encarcerado pelo resto da vida, em prisão de segurança máxima. É exatamente o que ocorreu a outro López, Oscar López Rivera, patriota da independência porto-riquenha, que por muito menos está preso há 33 anos nos EUA.

 


 

Eleições no Egito: derrota da democracia, vitória de Israel

Ramez Philippe Maalouf

 

As “eleições” de 26 e 27 de maio de 2014 foram, portanto, dirigidas para garantir a vitória do ditador de facto marechal al-Sissi, em nome da manutenção do Tratado de paz, que é a fiadora da ajuda financeira-militar dos EUA. Não houve, por exemplo, espaço para a oposição nas redes de televisão. Israel segue sendo o maior vencedor desta “eleição” egípcia, pois terá mãos livres para continuar o processo de limpeza étnica e genocídio dos palestinos nos territórios que ocupa militarmente desde 1967.

 



ECONOMIA

 

Para sobreviver, sair do dólar

Adriano Benayon


Haverá reunião em julho, em Fortaleza, na qual se espera que os chefes de Estado dos BRICS formalizem a criação de Banco de Desenvolvimento e assinem Acordo Contingente de Reservas.

 


 

ESPORTE

 

Ronaldinho, Joaninha e a Ingratidão

Gabriel Brito

 

Ronaldo e Joana Havelange, talvez não saibam, mas tratar a população indignada como massa de manobra eleitoral só serve para potencializar a revolta. Em tempos em que velhas fórmulas de organização partidária e sindical estão sendo atropeladas pelas próprias bases e novos movimentos, não cai bem os grandes vencedores do atual processo tratarem as pessoas como imbecis – ainda por cima pedindo pau da polícia. Fica a dica. No mais, é de corar a ingratidão de vocês dois.

 


Recomendar
Última atualização em Segunda, 16 de Junho de 2014
 

A publicação deste texto é livre, desde que citada a fonte e o endereço eletrônico da página do Correio da Cidadania




Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.


Vídeos

Índios Munduruku: Tecendo a Resistência

Imagem

Documentário sobre as resistências indígenas às hidrelétricas do Tapajós
Leia mais...

A Ordem na Mídia

Eugênio Bucci: “precisamos de um marco regulatório democrático na comunicação”


Há uma falência nos modelos de negócios refletida nas relações trabalhistas, na concentração de propriedade, formação de monopólios e oligopólios e no aparelhamento por parte de igrejas e partidos. Entrevistamos Eugênio Bucci, jornalista e professor da ECA-USP, que afirmou a necessidade de um marco regulatório democrático para fortalecer a democracia no Brasil.
Leia mais...


Brasil_de_fato
Adital
Image
Image
Banner_observatorio
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Diario Liberdade

Espaço Cult

Image
Image
Revista Forum
Joomla Templates by JoomlaShack Joomla Templates