topleft
topright
ISSN 1983-697X

Boletim Diário

Email:
Para assinar o boletim de
notícias preencha o
formulário abaixo:
Nome:

Brasil nas Ruas

Confira os artigos sobre manifestações e movimentos sociais no Brasil.

Arquivo - Artigos

Áudios

Correio da Cidadania, rádio Central 3 e Revista Vaidapé fazem “debate autônomo” sobre as eleições  

Leia mais...
Image

Plinio de Arruda

MEMÓRIA

Confira os textos em homenagem a Plinio


Leia Mais

Plinio em Imagens



Confira a vida de Plínio


Charge


Imagem




Artigos por data

 Nov   December 2016   Jan
SMTWTFS
   1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Julianna Willis Technology

Links RSS

Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania

Áudios - Arquivo

Edição 896 - 10/02/2014 a 16/02/2014
Arquivos do Correio
Segunda, 24 de Fevereiro de 2014
Recomendar

 

 

 

‘Sem os movimentos populares, governo Haddad não terá como enfrentar o capital imobiliário’

Gabriel Brito e Paulo Silva Junior, da Redação

 

alt

 

Um dos grandes fenômenos sociais da atualidade, a luta pela moradia nas grandes cidades ganhou um capítulo marcante neste início de ano, com a imensa ocupação entre os bairros de Jardim Ângela e Capão Redondo (zona sul da capital paulista), denominada Nova Palestina e formada por cerca de 8000 famílias. As famílias estão, cada dia mais, sem outra alternativa, a não ser a ocupação de terra, para ter assegurado seu direito à moradia”, constata Guilherme Boulos, membro do MTST, em entrevista ao Correio da Cidadania.

 


 

‘Luta do MST de hoje é contra o modelo do capital na agricultura e necessita de toda a sociedade’

Gabriel Brito e Valéria, da Redação

 

alt

 

Em entrevista ao Correio, Gilmar Mauro, dirigente nacional do MST, faz um apanhado histórico, ressalta a trajetória do movimento, mas reconhece a urgência de novas pautas diante da sociedade, atualizando os conceitos sobre a necessidade da reforma agrária no atual contexto político da agricultura brasileira. “Não se trata de fazer uma reforma agrária que apenas distribua a terra, para disputar mercado com o agronegócio na base do produtivismo burro. Trata-se de mudar o modelo". A respeito do desempenho dos governos recentes, apenas desengano.

 


 

EDITORIAL

 

A hipocrisia dos donos do poder

 

Ao lado de justificada comoção em torno à dramática morte do cinegrafista atingido por um rojão, vem ressaltando de modo lastimável um cínico aproveitamento do episódio pela grande mídia, governo, Estado e direita tradicional. Há campanha estridente para que se acelere, não somente a criminalização dos protestos sociais, mas um inaceitável e anacrônico clima de repressão e medo, em meio a um cenário de violência que tem em seu seio o próprio Estado.

 


 

POLÍTICA

 

Quem montou na cobra grande não se escancha em puraqué

Paulo André Barata

 

Sem disfarçar, a Rede Globo aproveita o episódio do cinegrafista para fazer a campanha de seus grandes benfeitores, o governador Sérgio Cabral e o prefeito Eduardo Paes. Escancaradamente, promove o candidato a governador da dupla, o Pezão, e tenta desmoralizar os oponentes, principalmente o deputado Marcelo Freixo. É campanha escancarada. Os outros motivos do picaresco sensacionalismo, obviamente, são: criminalizar as manifestações, desmoralizá-las, manchá-las e sepultá-las.

 


 

Rio de Lágrimas

Otto Filgueiras

 

A declaração do advogado da rapaz que teria recebido o rojão, de que o seu cliente e outros jovens iguais a ele teriam sido pagos para ir às manifestações, foi artifício usado por alguns defensores, sem consistência política, nos tribunais militares durante a ditadura. É  fato que tudo isso revela-se apenas um jogo de cena, para minimizar a ação truculenta da Polícia Militar carioca, a impopularidade e irresponsabilidade do governo Sérgio Cabral, e a barbárie capitalista.

 


 

Os inocentes úteis e os totalitários inúteis

Celso Lungaretti

 

Num país em que tantos matam premeditadamente e com extrema crueldade, é patético que os maiores vilãos acabem sendo uns tolos que mataram sem consciência e por inconsequência (se comprovado que terceiros guiavam suas mãos, estes merecem castigo muito mais rigoroso).Outras vítimas são vergonhosamente escamoteadas pela mídia. Como Ivo Teles da Silva, 69 anos, bestialmente espancado pela PM de Geraldo Alckmin durante a barbárie no Pinheirinho, por ela sequestrado e mantido longe dos parentes. Tudo para esconder seu estado deplorável.

 


 

Violência, a mais radical das derrotas

Luiz Eduardo Soares

 

A prática de cooptação do PT esvaziou os movimentos e degradou a política. No vácuo da despolitização, ignorando as mediações, excitados pela legítima revolta contra as iniquidades e a brutalidade estatal, estimulados pelas manifestações de massa, os grupos que insistem em adotar como técnica e tática a encenação da violência estão drenando a energia transformadora, em marcha batida para o isolamento político.

 


 

Em nome da democracia

Paulo Metri

 

Expressão livre, que não é coerente com a expressão do mesmo interlocutor ao longo do tempo, é, no mínimo, uma expressão cheia de suspeição. É dificílimo construir uma democracia e a consequente sociedade minimamente justa com a atual mídia de interesses escusos. Por isso, para crescimento da sociedade brasileira, uma lei de mídia socialmente comprometida urge ser aprovada.

 


 

A mídia e a manifestação da Central do Brasil

Emanuel Cancella

 

A sociedade não pode ter dúvidas de que as manifestações pelo “Passe Livre” em todo o Brasil visam beneficiar os pobres, que já não aguentam mais a péssima qualidade e as altas tarifas dos serviços de transporte coletivo.

 


 

Classes e luta de classes: proletariado

Wladimir Pomar

 

Temos classes trabalhadoras, um plural que demandaria conhecer os sujeitos singulares, que seriam os batalhadores, uma qualidade que, como comentamos anteriormente, pode até mesmo agregar setores da burguesia.

 


 

Shakespeare e a corrupção

Frei Betto

 

A vida extrapola a ficção. Mas quando a repulsa paralisa a plateia, a impunidade campeia. De cima do palco eles se abrigam na escuridão, protegidos pelo manto da imunidade, posando de vítimas dos holofotes da mídia.

 


 

A morte dos lamentos

José Benedito Pires Trindade e Otto Filgueiras

 

Não há como se pôr indiferente à morte do cinegrafista. Foi um assassinato e como tal deve ser tratado e julgado. Mas, até mesmo para homenageá-lo, não podemos esconder em que país vivemos.

 


 

Os 30 anos do MST e a luta pela reforma agrária hoje

Guilherme C. Delgado

 

A questão agrária em aberto no século XXI é bem mais complexa que aquela que o MST enfrentou nos seus primórdios. Hoje, o processo sistemático de negação à mudança da estrutura agrária conta com estratégia concertada por dentro e por fora do Estado.

 


 

Somos todos macacos

Roberto Malvezzi (Gogó)

 

Mais que um pré-conceito, o que os peruanos fizeram com o Tinga, ou quando os europeus pensam estar ofendendo algum brasileiro ou africano, chamando-os de macaco, é pura ignorância.

 


 

De um jornalista amador

Bruno Torturra

 

É tanto esgoto sendo despejado pela grande mídia nos últimos dias que não sei bem por onde começar. O mesmo "jornalismo profissional" praticado pela Folha, Veja, Globonews... O mesmo "jornalismo profissional" que segue alardeando boatos como manchetes, omitindo contexto, incendiando reputações de políticos e ativistas sérios, criminalizando partidos de esquerda. O mesmo "jornalismo profissional" que segue ignorando as execuções sumárias da PM, mesmo as realizadas depois da morte de Santiago. O mesmo "jornalismo profissional" que trata um advogado mais que suspeito como fonte, não como pauta.

 


 

SOCIAL

 

16 de fevereiro de 2005: uma data que não pode ser esquecida

Frei Marcos Sassatelli

 

O despejo de 14 mil pessoas em uma hora e 45 minutos (sem saber para onde levá-las) é uma violência e uma iniquidade humana premeditada. A Secretaria de Direitos Humanos tem a obrigação constitucional e ética de “federalizar” esse crime bárbaro.

 


 

Incêndios a ônibus: mais perguntas que respostas

Raquel Rolnik

 

Tornar públicos e transparentes os obstáculos que impedem a melhoria dos sistemas, assim como abrir os processos decisórios sobre as prioridades, são passos fundamentais para a mudança do padrão do transporte público.

 


 

INTERNACIONAL

 

Estados Unidos e Rússia: impasse na crise síria

Virgilio Arraes

 

Diante do extenuante impasse, em que não prosperará a paz ou a vitória total de um dos contendores, as duas superpotências podem vir a estabelecer nas conversas em Genebra uma trégua, materializada em cessar-fogo.

 


 

Movimentos mexicanos de “autodefesa” e “polícias comunitárias” entre a rebelião e a cooptação

Roberto Ramírez

 

Antes do final do ano, as manchetes da imprensa e os noticiários de TV na capital mexicana não se referiam só ao Papai Noel ou aos Reis Magos. Informaram também diferentes movimentos armados - “autodefesas” e “polícias comunitárias”.

 


 

Acusada de saqueadora, caso de doméstica mostra divisão da Venezuela

Luciana Taddeo, para o Opera Mundi, de Caracas

 

A foto de Clotilde Palomino saindo de uma loja rodou o mundo e escancarou polarização entre chavismo e oposição

 


 

EUA atacam e cercam Ucrânia e Rússia

Ramez Philippe Maalouf

 

Não se trata de uma disputa entre EUA e Rússia sobre a Ucrânia, mas, sim, o ataque e cerco dos EUA contra a Ucrânia e a Rússia (e, por tabela, toda Ásia e África). Não se pode, assim, afirmar que Rússia e EUA estão disputando áreas de influência ao redor do mundo.

 


 

ECONOMIA

 

O vilão é o modelo mercantil do setor elétrico

Heitor Scalambrini Costa

 

Acabou prevalecendo para o setor a continuidade do modelo mercantil. Eufemisticamente, este novo-velho modelo remendado foi chamado na época de “modelo híbrido”. Inclusive acabou prevalecendo a permanência daqueles que defendiam a continuidade do modelo mercantil, com a justificativa de atender às necessidades fisiológicas das alianças partidárias, ou seja: a tal da “governabilidade”.

 


 

 

 

Recomendar
Última atualização em Segunda, 24 de Fevereiro de 2014
 

A publicação deste texto é livre, desde que citada a fonte e o endereço eletrônico da página do Correio da Cidadania




Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.


Vídeos

Índios Munduruku: Tecendo a Resistência

Imagem

Documentário sobre as resistências indígenas às hidrelétricas do Tapajós
Leia mais...

A Ordem na Mídia

Eugênio Bucci: “precisamos de um marco regulatório democrático na comunicação”


Há uma falência nos modelos de negócios refletida nas relações trabalhistas, na concentração de propriedade, formação de monopólios e oligopólios e no aparelhamento por parte de igrejas e partidos. Entrevistamos Eugênio Bucci, jornalista e professor da ECA-USP, que afirmou a necessidade de um marco regulatório democrático para fortalecer a democracia no Brasil.
Leia mais...


Brasil_de_fato
Adital
Image
Image
Banner_observatorio
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Diario Liberdade

Espaço Cult

Image
Image
Revista Forum
Joomla Templates by JoomlaShack Joomla Templates