topleft
topright
ISSN 1983-697X

Boletim Diário

Email:
Para assinar o boletim de
notícias preencha o
formulário abaixo:
Nome:

Brasil nas Ruas

Confira os artigos sobre manifestações e movimentos sociais no Brasil.

Arquivo - Artigos

Áudios

Correio da Cidadania, rádio Central 3 e Revista Vaidapé fazem “debate autônomo” sobre as eleições  

Leia mais...
Image

Plinio de Arruda

MEMÓRIA

Confira os textos em homenagem a Plinio


Leia Mais

Plinio em Imagens



Confira a vida de Plínio


Charge


Imagem




Artigos por data

 Nov   December 2016   Jan
SMTWTFS
   1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Julianna Willis Technology

Links RSS

Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania

Áudios - Arquivo

Edição 892 - Edição Prospectiva - 03/01/2014 a 17/01/2014
Arquivos do Correio
Sexta, 17 de Janeiro de 2014
Recomendar

 

 

 

 

Clique aqui e veja como ficou a Edição Prospectiva 2014.

 

 

 

 

2014: instabilidade, incertezas e lutas

Valéria Nader e Gabriel Brito, da Redação

 

alt

 

2014 é um ano que começa já marcado por efemérides. 30 anos do comício das Diretas Já, 50 anos do golpe militar de 64, a copa do mundo novamente no Brasil, eleições presidenciais. Ao contrário de 2013, que não trazia inscritos grandes datas e acontecimentos históricos, mas que protagonizou as maiores e mais intensas manifestações populares dos últimos tempos.

 

As surpresas que são reservadas para 2014, para além dos fatos marcantes que já estão no radar, não há como adivinhar. Nada faz supor, no entanto, que será um ano de calmaria.

 

As avaliações prospectivas desse Correio no começo de 2013 já prognosticavam a limitação de visão estrutural na quais vinham se enquadrando as medidas do governo que procuravam impulsionar uma economia em crise. Agora, neste início de ano novo, estão evidentes, para além dessa miopia, um repique e reincidência do governo no conservadorismo econômico a la FMI, respondendo às pressões e chantagens do mercado financeiro e fazendo ouvidos moucos às vozes eloquentes das ruas em 2013. Como de praxe, as maiores vítimas serão as populações que há séculos sofrem com a precariedade de serviços públicos. Certamente voltarão às ruas, à medida que assistirem às finalizações das obras faraônicas voltadas à copa.

 

Nosso entrevistado especial para esta edição especial prospectiva é Pablo Ortellado, professor da USP.

 


 

POLÍTICA

 

2014: entre o “não mais” e o “ainda não”

Leo Lince

 

O espectro da gigantesca irrupção contestatória, com a consistência ameaçadora dos fantasmas, pode retornar a qualquer momento. Na condição de enigma não decifrado, haverá de rondar os acontecimentos do novo ano como um espantoso sinal de alerta.

 


 

Classes e luta de classes: desafios para 2014

Wladimir Pomar

 

Entre as batalhas em curso e futuras, encontram-se, certamente, as da burguesia contra o governo Dilma. Está cada vez mais evidente que a classe burguesa dominante pretende impedir qualquer pretensão de aumentar a participação do Estado na economia.

 


 

Estado de exceção é o “cacete”

Mauro Iasi

 

Há um risco no fato de supor que existe uma forma, virtuosa, que consiste no respeito formal das regras e procedimentos, sendo os “desvios” apenas anomalias que, se controladas, tudo funcionaria bem. Infelizmente, a realidade brasileira parece provar que a exceção é a regra.

 


 

‘O capitalismo sustentável é uma contradição em seus termos’, diz Eduardo Viveiros de Castro

Julia Magalhães

 

Crítico feroz do neoliberalismo, de seus ícones e verdades, de suas políticas de “crescimento” que destroem a natureza, do consumo que empobrece as vidas, do Estado que as administra (não sem constrangimentos) e da esquerda (conservadora e antropocêntrica). “A felicidade, diz, tem muitos outros caminhos”.

 


 

Carta aberta aos presidenciáveis

Paulo Metri

 

Sem um modelo de desenvolvimento soberano, fortemente atrelado à melhoria do bem-estar da população, não se tem respaldo de decência para querer governar o país. Certamente, este projeto teria de ter apoio popular, difícil com a mídia de massa pertencendo ao capital.

 

 


 

O Processo e a Ordem

Claudionor Mendonça dos Santos

 

É necessário desmilitarizar a polícia, que deve ser civil, em sua essência. O país não é um imenso quartel e os membros da sociedade não são inimigos do organismo policial, visão identificada com o período da ditadura civil militar.

 


 

Oportunismo de direita, oportunismo de esquerda

José Benedito Pires Trindade e Otto Filgueiras


Para concretizar o sonho socialista é fundamental que mulheres e homens batam de porta e porta chamando o povo para a luta, e também estudem a complexidade da realidade, confrontem seus sonhos com o mundo real, para só depois então realizar as suas fantasias, vermelhas.

 


 

Aos trotskistas

Gilvan Rocha

 

Em todos os episódios históricos significativos, pós-Revolução Russa, o trotskismo teve participação próxima de zero. Bem no estilo stalinista, o trotskismo não se atém à História e, quando a faz, procura distorcê-la ou tornar cada fato histórico em página virada.

 


 

Ano-novo e bons propósitos

Frei Betto

 

Em uma sociedade tão consumista e competitiva como a nossa, não é fácil sentir-se bem consigo mesmo. A cultura neoliberal impregna o nosso inconsciente de motivações que reduzem o valor que damos a nós mesmos.

 


 

SOCIAL

 

Perspectivas para o ano da copa e das eleições gerais

Waldemar Rossi

 

As manifestações deverão ser retomadas em 2014, porque o sabor da justíssima rebeldia vem alimentando o ânimo da juventude, à medida que cresce a desilusão com a politicalha reinante, que aumenta a injustiça, a corrupção, a mentira deslavada e a falta de perspectivas de vida feliz e segura.

 


 

Empate urbano – de Chico Mendes ao Parque Augusta

Paulo Silva Jr.

 

O terreno é, finalmente, uma área dedicada à construção de um parque, que agora tem em centenas de pessoas, reunidas voluntária e espontaneamente, o fim de levar para frente o projeto de autogestão da área pública, aberta a todos, heterogênea, transparente, livre.

 


 

INTERNACIONAL

 

Esquerda e progressismo: a grande divergência

Eduardo Gudynas

 

A esquerda latino-americana das décadas de 60 e 70 era das mais profundas críticas do desenvolvimento convencional. Discordava de instrumentos e indicadores, tais como o PIB, e insistia que crescimento e desenvolvimento não eram sinônimos. O progressismo atual, no entanto, não discute a essência conceitual do desenvolvimento.

 


 

2014: a guerra mundial continua

Ramez Philippe Maalouf


Os EUA (“povo eleito por Deus”) estão dando garantias de que sua guerra contra o “resto” (sic) da humanidade continuará em 2014. O mais grave desta constatação permanece sendo a indiferença do Brasil a este cenário internacional dantesco.

 


 

2014: poucas esperanças, muitas decepções

Luiz Eça

 

Pior mesmo só as situações de Gaza e do povo saariano. Gaza anseia pelo direito de viver, negado pelo bloqueio do Egito e Israel; os saarianos pela independência, negada pelo seu opressor, o Marrocos. Não se creia que 2014 reserve boas novidades.

 


 

Estados Unidos e Brasil: percepções distintas no cenário internacional

Virgilio Arraes

 

No fim das contas, a realidade invalida de modo constante o pleito brasileiro pelo Conselho de Segurança. O país não consegue enfileirar-se ao lado das grandes potências em termos econômicos, culturais ou militares.

 


 

Europa: superprodução, saturação econômica, degradação social. A crise de um projeto político

Achille Lollo

 

Em meados de 2014, a maior parte dos países europeus deverá refinanciar sua dívida. Por sua parte, os bancos alemães continuarão a especular com os títulos das dívidas soberanas dos Estados devedores, revendendo-os aos bancos públicos e privados dos mesmos Estados devedores. Desta forma, a ciranda da dívida tornará mais duras e cruéis as medidas de austeridade.

 


 

ECONOMIA

 

Perspectiva da Economia Brasileira para 2014

Guilherme C. Delgado

 

Tanto o crescimento quanto a distribuição de renda provocam vazamentos ao exterior, ambos colados numa forma de especialização no comércio externo ultra-dependente de vantagens naturais. Tal inserção prescinde da indústria manufatureira das exportações, mas não das importações.

 


 

2014

Paulo Passarinho

 

Com instituições dominadas por uma elite antinacional, e despida de qualquer visão estratégica do país, cada vez mais serão frequentes os momentos em que séculos de espera estarão sendo questionados.

 


 

Anos decepcionantes

Jurandyr O. Negrão

 

PIB crescendo na faixa de 2-2,5%, inflação perto de 6%. Assim foi 2013, assim se espera que vá ser 2014.

 


 

MEIO AMBIENTE

 

2014: nossa terra cada vez menos verde e amarela

Rogério Grassetto Teixeira da Cunha

 

Não é com nenhuma felicidade (muito pelo contrário) que diremos: nós avisamos. E isto aí, Amazônia, feliz 2013! Pois, na região, cada ano parece melhor que o que virá.

 


 

Violações dos direitos humanos, em 2013 e 2014 (1)

Telma Monteiro

 

É bom lembrar que não são apenas as hidrelétricas que ameaçam a bacia do Tapajós, as terras indígenas e a floresta. Outros monstros estão saindo do inferno e vão assombrar 2014.

 


 

Agora a usina nuclear será em Piranhas/Alagoas? A insensatez continua

Heitor Scalambrini Costa

 

Existe um sentimento e um desejo da maioria da população de que tal forma de geração de energia elétrica não ocorra no Brasil. Não importando em que região, a quase unanimidade contrária a estas usinas existe fortemente.

 


 

CULTURA E ESPORTE

 

Um ano alvissareiro, para todos os gostos

Gabriel Brito, da Redação

 

Será a Copa mais cercada de contestação na história, impressionante para a coletividade internacional, que jamais esperava ver o chamado país do futebol se colocar de manifesto exatamente quando se aproxima o momento das maiores competições esportivas. Violência, prisões e festas conviverão simultaneamente, o que não deixa de ser uma síntese do cotidiano brasileiro.

 


Recomendar
Última atualização em Quarta, 21 de Janeiro de 2015
 

A publicação deste texto é livre, desde que citada a fonte e o endereço eletrônico da página do Correio da Cidadania




Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.


Vídeos

Índios Munduruku: Tecendo a Resistência

Imagem

Documentário sobre as resistências indígenas às hidrelétricas do Tapajós
Leia mais...

A Ordem na Mídia

Eugênio Bucci: “precisamos de um marco regulatório democrático na comunicação”


Há uma falência nos modelos de negócios refletida nas relações trabalhistas, na concentração de propriedade, formação de monopólios e oligopólios e no aparelhamento por parte de igrejas e partidos. Entrevistamos Eugênio Bucci, jornalista e professor da ECA-USP, que afirmou a necessidade de um marco regulatório democrático para fortalecer a democracia no Brasil.
Leia mais...


Brasil_de_fato
Adital
Image
Image
Banner_observatorio
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Diario Liberdade

Espaço Cult

Image
Image
Revista Forum
Joomla Templates by JoomlaShack Joomla Templates