topleft
topright
ISSN 1983-697X

Boletim Diário

Email:
Para assinar o boletim de
notícias preencha o
formulário abaixo:
Nome:

Brasil nas Ruas

Confira os artigos sobre manifestações e movimentos sociais no Brasil.

Arquivo - Artigos

Áudios

Correio da Cidadania, rádio Central 3 e Revista Vaidapé fazem “debate autônomo” sobre as eleições  

Leia mais...
Image

Plinio de Arruda

MEMÓRIA

Confira os textos em homenagem a Plinio


Leia Mais

Plinio em Imagens



Confira a vida de Plínio


Charge


Imagem




Artigos por data

 Nov   December 2016   Jan
SMTWTFS
   1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Julianna Walker Willis Technology

Links RSS

Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania

Áudios - Arquivo

Edição 886 - 18/11/2013 a 24/11/2013
Arquivos do Correio
Quarta, 27 de Novembro de 2013
Recomendar

 


Sem respostas para o transporte, governos não abrem mão de reprimir lutas sociais

Gabriel Brito e Leandro Iamin, da Redação

 

alt

 

Após sua jornada de lutas no final de outubro, o MPL (e bairros em crescente organização) segue pautando o debate dos transportes públicos em São Paulo. Ao lado disso, com grande contribuição do governo estadual tucano, mantém-se a criminalização dos movimentos que se manifestem contra os interesses econômicos dominantes. “O confronto não acontece por uma postura específica na manifestação, por quebrar alguma coisa etc. Acontece quando existe interesse por parte da burguesia, ou por parte de sua polícia”,  disse Marcelo Hotimsky, militante do Movimento pelo Passe Livre, em entrevista ao Correio da Cidadania.

 


 

‘Desdobramento judicial do mensalão é consequência fundamental da guinada política do PT’

Gabriel Brito e Valéria Nader, da Redação


alt

 

Sob intenso espetáculo midiático, o chamado “mensalão” começa a executar as penas, ante um veredicto controverso. Em mãos do STF, apenas a certeza de que se tratava de um método de transferência de dinheiro para caixas e dívidas de campanhas. Para o público, insinuações de que os valores movimentados compravam votos parlamentares, inclusive para a reforma previdenciária nos moldes do FMI. Para discutir o assunto por fora do maniqueísmo de interesses políticos de alta monta, o Correio da entrevistou o ex-parlamentar petista Milton Temer.

 


 

EDITORIAL

 

Um debate falso e atrasado

 

A decisão recente do Supremo Tribunal Federal de fazer com que se cumpram as penas do chamado ‘mensalão’, inclusas aquelas que levaram para a prisão militantes históricos do Partido dos Trabalhadores, mobilizou o debate público. Assim como já ocorrera quando da prorrogação do julgamento em causa por esta mesma Corte, entrou novamente em cena a lógica binária e maniqueísta na análise do cenário atual, e que tem como verdadeiro motivo a disputa eleitoral de 2014.

 


 

POLÍTICA

 

Biografia desautorizada

Frei Betto

 

Armado de chicote, Jesus derruba as mesas dos cambistas no Templo de Jerusalém. Jesus não apelava à violência. Por que portaria um chicote? Escorraçar os cambistas equivaleria, hoje, aos black blocks destruírem a Bolsa de Valores.

 


 

Aquilo-deu-nisso

Emilio Font e Pedro Pomar

 

O mais preocupante não é a sorte individual de Dirceu e Genoíno, mas o avanço da direita sobre as frágeis conquistas democráticas ou, vá lá, “republicanas”. Temos um governo autista, elitista, que sai em defesa de um coronel PM agredido por manifestantes, mas parece incapaz de fazer a disputa político-ideológica em defesa do povão. Policiais militares do Distrito Federal algemaram e enfiaram no camburão uma adolescente grávida de 15 anos, que protestava num hospital depois de esperar nove horas para ser atendida. Nenhuma autoridade do nosso governo “republicano”, da SDH à ministra das Mulheres, foi capaz de sair em defesa da mocinha. Muito menos o governador petista do DF tomou alguma medida. Mas era apenas uma adolescente pobre, não é mesmo?

 


 

Dia da Inconsciência Branca

Frei Betto

 

A data de 20 de novembro deveria ser comemorada nas escolas com lições históricas sobre o preconceito e discriminação, e depoimentos de negros. De nossa população carcerária, hoje beirando 500 mil detentos, 74% são negros. Nos EUA, de cada 11 presos, apenas 1 é branco.

 


 

Classes e luta de classes: questões de análise

Wladimir Pomar

 

A discussão hoje existente, tanto no Brasil quanto em vários outros países, gira em torno da adoção de parâmetros diferentes da propriedade privada dos meios de produção e das relações de produção como critérios chaves para definir as classes.

 


 

Informação é poder

Frei Betto

 

Informação globalizada, por enquanto, é isso: uma versão que se impõe como a única e se julga a verdadeira. E é precedida por inescrupulosa espionagem eletrônica, doa a quem doer.

 


 

Pescar caranguejos

Gilvan Rocha

 

Na esquerda de matriz stalinista, incluindo-se aí ou, sobretudo, os ditos grupos trotskistas, os métodos condenáveis são praticados abundantemente. Mas o que devemos fazer diante desse quadro nada auspicioso para os que querem participar ativamente da vida política?

 


 

Bergogliomania e crise (2)

Osvaldo Coggiola

 

Por esses anos, o já destacado jesuíta, hoje papa, andou vinculado a Guardia de Hierro, grupo peronista que, no quadro da efervescência social reinante, se opunha à esquerda peronista, que propunha a luta armada, e também às tendências cristãs, que convergiam com aquela.

 


 

A revolta dos bichos

Otto Filgueiras

 

No caso brasileiro, o nacional-desenvolvimentismo não tem mais espaço, ao contrário do que dizem alguns movimentos populares. Mas é fundamental que, na Grécia, no Brasil e em qualquer outro lugar, o socialismo seja apresentado como modo de produção mais eficiente do que o capitalista.

 


 

SOCIAL

 

Amalou e Abrasel: ode à intolerância frente à população em situação de rua

Pedro Paulo Gonçalves e Maria do Rosário de Oliveira Carneiro

 

As ações empreendidas com o aval das associações ilustram e reforçam o modo extremamente agressivo e intolerante por meio do qual a população em situação de rua é vista e tratada por parte da sociedade brasileira.

 


 

Greve na USP: cartas de 2 professores

Carlos Guilherme Mota, Marcos Silva

 

O Correio publica a carta aberta de Carlos Guilherme Mota, professor emérito da FFLCH/USP, referente à última greve na instituição e ao recente episódio de desocupação da reitoria, e a resposta de Marcos Silva, professor do departamento de História da FFLCH/USP.

 


 

USP: carta aberta de agradecimento à sociedade

João Vitor Gonzaga e Inauê Taiguara Monteiro de Almeida

 

O Correio publica a carta de João Vitor Gonzaga, estudante do 5º ano do curso de Filosofia da USP e funcionário técnico-administrativo da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da mesma instituição, e Inauê Taiguara Monteiro de Almeida, estudante do 4º ano do curso de Filosofia da USP e membro do Centro Acadêmico de Filosofia “Prof. João Cruz Costa”, referente ao recente episódio de desocupação da reitoria, no qual foram presos de forma violenta pela tropa de choque.

 


 

INTERNACIONAL

 

Honduras: o voto dos mártires

Ronnie Huete

 

A reversão do golpe de Estado, depois de quatro anos de espera, depois do sofrimento e as constantes ameaças a um povo indefeso, da guerra de baixa intensidade que vive o heróico povo do Baixo Aguán, no caribe hondurenho, a perseguição ao povo ancestral lenca, que defende os recursos naturais, e os demais atores sociais que demandaram o fim da repressão, está para ser realizada neste final de semana.

 


 

Estados Unidos e Síria: a mais ampla divergência nos anos 70

Virgilio Arraes

 

O Egito começaria a aproximar-se de Washington ao passo que a Síria de Moscou. Em novembro de 1978, o distanciamento atingiria o ápice daquela década, quando da formação de uma aliança sírio-iraquiana para se opor às tratativas de Camp David, entre norte-americanos, egípcios e israelenses, voltadas para o debate das fronteiras. O fim dos anos 70 chegaria com quatro líderes na região.

 


 

Eleições no Chile: tanto faz a presidente?

Marcelo Luis B. Santos, de Santiago, para o Correio da Cidadania

 

Aparentemente, Bachelet teria uma oportunidade única na história recente de promover mudanças mais radicais na sociedade chilena, empoderada pelos movimentos sociais, pelo clamor por uma Assembleia Constituinte, pelo enfraquecimento da direita e dos oligopólios midiáticos. Muitos são os céticos que estão convencidos que Michelle e seus asseclas não seguirão esta senda. Em pouco tempo saberemos se a futura presidenta irá enfrentar esta briga ou se prefere continuar ratificando e retificando uma carta magna ilegítima.

 


 

Os EUA na iminência de desobedecerem Israel

Luiz Eça

 

Rouhani deve oferecer garantias totais de que não haverá nenhum programa militar nuclear, inclusive já aprovou inspeções ainda mais intromissivas do que as exigidas pelos tratados internacionais. Até quando a política externa estadunidense no Oriente Médio será traçada por Tel-aviv?

 


 

ECONOMIA

 

A Luta Política do Mensalão

Paulo Passarinho

 

O que ocorreu não estava escrito. Jamais o lulismo imaginou que o esquema financeiro organizado viria a ser denunciado por um dos mais destacados deputados da tropa de choque do governo Lula. O que estamos assistindo neste momento é apenas ao desenrolar de uma disputa política, que busca minimizar – na ótica dos lulistas – os prejuízos e as perdas que o processo do mensalão impõe. Contudo, não podemos abstrair as gritantes injustiças que diariamente são praticadas pela própria Justiça. Mas, convenhamos, os melhores exemplos da injusta Justiça brasileira não devem ser pinçados do mensalão. A injustiça da nossa Justiça é contra os pobres.

 


 

Caixa de Pandora

Paulo Metri

Apesar de a Adin ter sido negada pela composição de ministros do STF da época, uma dúvida ainda persiste. Como pode um monopólio estar determinado no Artigo 177, mesmo após a modificação, e existirem dezenas de empresas atuando no setor no Brasil?

 


 

MEIO AMBIENTE

 

Energia solar: sem incentivo não há esperança

Heitor Scalambrini Costa

 

Apesar de ter 3.000 MW em projetos fotovoltaicos inscritos, nenhum deles foi arrematado. Fica, assim, mais clara a sinalização da EPE, de que a atual administração da política energética brasileira não se interessa pela energia solar.

 


Recomendar
Última atualização em Quarta, 27 de Novembro de 2013
 

A publicação deste texto é livre, desde que citada a fonte e o endereço eletrônico da página do Correio da Cidadania




Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.


Vídeos

Índios Munduruku: Tecendo a Resistência

Imagem

Documentário sobre as resistências indígenas às hidrelétricas do Tapajós
Leia mais...

A Ordem na Mídia

Eugênio Bucci: “precisamos de um marco regulatório democrático na comunicação”


Há uma falência nos modelos de negócios refletida nas relações trabalhistas, na concentração de propriedade, formação de monopólios e oligopólios e no aparelhamento por parte de igrejas e partidos. Entrevistamos Eugênio Bucci, jornalista e professor da ECA-USP, que afirmou a necessidade de um marco regulatório democrático para fortalecer a democracia no Brasil.
Leia mais...


Brasil_de_fato
Adital
Image
Image
Banner_observatorio
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Diario Liberdade

Espaço Cult

Image
Image
Revista Forum
Joomla Templates by JoomlaShack Joomla Templates