topleft
topright
ISSN 1983-697X

Boletim Diário

Email:
Para assinar o boletim de
notícias preencha o
formulário abaixo:
Nome:

Brasil nas Ruas

Confira os artigos sobre manifestações e movimentos sociais no Brasil.

Arquivo - Artigos

Áudios

Correio da Cidadania, rádio Central 3 e Revista Vaidapé fazem “debate autônomo” sobre as eleições  

Leia mais...
Image

Plinio de Arruda

MEMÓRIA

Confira os textos em homenagem a Plinio


Leia Mais

Plinio em Imagens



Confira a vida de Plínio


Charge


Imagem




Artigos por data

 Nov   December 2016   Jan
SMTWTFS
   1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Julianna Walker Willis Technology

Links RSS

Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania

Áudios - Arquivo

AumentarDiminuirVoltar ao original
Lula, o patriota Imprimir E-mail
Escrito por Gilvan Rocha   
Sexta, 26 de Abril de 2013
Recomendar

 

Já nos idos anos de 1848, Marx e Engels afirmavam: “o proletariado não tem pátria!”. O antigo proletário, Lula da Silva, destacado militante sindicalista e figura maior do Partido dos Trabalhadores, tem se revelado um abnegado patriota. Porém, o patriotismo do sr. Lula tem um viés faccioso, na medida em que presta os seus serviços a uma facção da burguesia, particularmente das empreiteiras, levando os seus pleitos a vários países.

 

Entre outros casos, há de se destacar a participação do ex-proletário Lula, no seu afinco em proporcionar bons negócios à empreiteira OAS, em Costa Rica. Nesse episódio, parecem existir alguns lances nebulosos; e tanto é assim que a procuradoria costarriquense denunciou irregularidades nos contratos dessa empreiteira e, em função disso, foi aberta uma rigorosa investigação da qual Lula não será poupado.

 

Outro caso que merece ser visto deve-se às incursões do ex-metalúrgico no Panamá onde, dessa vez, os seus patrióticos serviços tiveram como “cliente” outra empreiteira, a Odebrecht. Vários são os casos em que se tem feito presente a participação desse “viajante”. Quando acontece de haver contestações a respeito dessas andanças e intervenções em favor de algumas empresas, tanto o Lula, quanto os petistas dizem: “estamos empenhados em proporcionar bons negócios para o Brasil”. Mas o Brasil dos petistas é o Brasil dos banqueiros, das empreiteiras, das indústrias, dos exportadores, dos importadores, do agronegócio...

 

Em defesa desses segmentos do capitalismo, Lula tem se prestado a ser um ardoroso defensor. Não é a toa que o grande slogan do governo Lula foi “Brasil, um país de todos”. Trata-se de uma desavergonhada mentira, pois, como sabemos, as terras do Brasil são deles, dos capitalistas, assim como os bancos, as indústrias, as minas, o grande comércio, as grandes empresas. Ao povo restam migalhas, que, ao final de contas, terminam sendo bem recebidas, como é o caso patente do programa do Bolsa Família, quando há o empenho em promover uma política de assistência à miséria, quando a pretensão justa seria a abolição da miséria e da pobreza, e nunca administrá-las.

 

Do que foi dito, devemos concluir que pátria e patrão são coisas que se combinam e o que existe de fato, quando se fala em defesa da pátria, é a defesa dos interesses de uma classe, ou seja, os interesses da burguesia.

 

Gilvan Rocha é militante socialista e membro do Centro de Atividades e Estudos Políticos. Blog: www.gilvanrocha.blogspot.com

Recomendar
 

A publicação deste texto é livre, desde que citada a fonte e o endereço eletrônico da página do Correio da Cidadania




Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.


Vídeos

Índios Munduruku: Tecendo a Resistência

Imagem

Documentário sobre as resistências indígenas às hidrelétricas do Tapajós
Leia mais...

A Ordem na Mídia

Eugênio Bucci: “precisamos de um marco regulatório democrático na comunicação”


Há uma falência nos modelos de negócios refletida nas relações trabalhistas, na concentração de propriedade, formação de monopólios e oligopólios e no aparelhamento por parte de igrejas e partidos. Entrevistamos Eugênio Bucci, jornalista e professor da ECA-USP, que afirmou a necessidade de um marco regulatório democrático para fortalecer a democracia no Brasil.
Leia mais...


Brasil_de_fato
Adital
Image
Image
Banner_observatorio
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Diario Liberdade

Espaço Cult

Image
Image
Revista Forum
Joomla Templates by JoomlaShack Joomla Templates