topleft
topright
ISSN 1983-697X

Boletim Diário

Email:
Para assinar o boletim de
notícias preencha o
formulário abaixo:
Nome:

Brasil nas Ruas

Confira os artigos sobre manifestações e movimentos sociais no Brasil.

Arquivo - Artigos

Áudios

Correio da Cidadania, rádio Central 3 e Revista Vaidapé fazem “debate autônomo” sobre as eleições  

Leia mais...
Image

Plinio de Arruda

MEMÓRIA

Confira os textos em homenagem a Plinio


Leia Mais

Plinio em Imagens



Confira a vida de Plínio


Charge


Imagem




Artigos por data

 Aug   September 2016   Oct
SMTWTFS
   1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
252627282930 
Julianna Walker Willis Technology

Links RSS

Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania

Áudios - Arquivo

AumentarDiminuirVoltar ao original
Erundina debreou! Imprimir E-mail
Escrito por Gilvan Rocha   
Qui, 19 de Julho de 2012
Recomendar

 

A nova geração não conhece o sentido da palavra ‘debreou’. Na época da luta armada, quando alguém desistia da militância colocada naqueles termos, dizia-se que fulano debreou. Na linguagem automotiva, debrear é colocar a marcha no ponto neutro ou ponto morto.

 

Quando se deu a aliança entre Lula e Maluf, Erundina, que havia sido escolhida para a chapa de Fernando Haddad para prefeito de São Paulo, veio a público e renunciou a essa postulação, em protesto a tão espúria coligação. Infelizmente, a deputada Erundina arrefeceu e debreou, vindo a público afirmar que estaria engajada na campanha  petista/malufista, abandonando o seu momento de bravura que foi tão bem recebido por companheiros espalhados Brasil afora.

 

A atitude da Erundina deixa clara a fragilidade de grandes setores da esquerda. Essa fragilidade é responsável pelo fato de algumas pessoas, até bem intencionadas, mas sem a sustentação que nos dá os princípios do socialismo científico, ficarem à mercê das pressões da burguesia e, consequentemente, da imposição dos interesses que servem ao capitalismo.

 

Esse, entre outros tantos exemplos, nos servem para compreender que é necessária e urgente a criação de outra esquerda, fincada nos princípios do socialismo revolucionário e, dessa forma, capaz de reagir tanto às pressões da burguesia e seus prepostos, como das inúmeras armadilhas que eles costumam colocar em nossos caminhos. E muitos de nós, por falta de clareza, ou seja, por falta de lucidez socialista, terminam por elas sendo enredados.

 

Erundina debreou, isso, porém, é menos grave se comparado com uma legião imensa de petistas, de matriz pretensamente socialista, que capitularam diante do capitalismo e se passaram, de malas e bagagens, para o lado da burguesia, prestando os seus “estimáveis” serviços e por eles sendo devidamente compensados, seja por via das vantagens materiais que usufruem, seja por outras benesses, mimos, prestígio, que a classe, ora dominante, tem o cuidado de lhes dispensar.

 

Gilvan Rocha é militante socialista e membro do Centro de Atividades e Estudos Políticos.

Blog: www.gilvanrocha.blogspot.com

Recomendar
Última atualização em Qui, 19 de Julho de 2012
 

A publicação deste texto é livre, desde que citada a fonte e o endereço eletrônico da página do Correio da Cidadania




Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.


Vídeos

A Ordem na Mídia

Eugênio Bucci: “precisamos de um marco regulatório democrático na comunicação”


Há uma falência nos modelos de negócios refletida nas relações trabalhistas, na concentração de propriedade, formação de monopólios e oligopólios e no aparelhamento por parte de igrejas e partidos. Entrevistamos Eugênio Bucci, jornalista e professor da ECA-USP, que afirmou a necessidade de um marco regulatório democrático para fortalecer a democracia no Brasil.
Leia mais...


Brasil_de_fato
Adital
Image
Image
Banner_observatorio
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Diario Liberdade

Espaço Cult

Image
Image
Revista Forum
Joomla Templates by JoomlaShack Joomla Templates