O PIB do Brasil cresceu menos. Que coisa boa!

0
0
0
s2sdefault

 


Antes que alguém me chame de antipatriota, ou que sou daqueles que acham que quanto pior melhor por causa da frase acima, peço que leia com atenção os argumentos abaixo. Depois pode dizer o que quiser, afinal queremos viver numa sociedade democrática, embora vivamos numa sociedade de informações manipuladas.

 

O PIB (Produto Interno Bruto) é uma forma de calcular riqueza, que aceita a produção de bombas, armas e agrotóxicos como riqueza, porém o trabalho da trabalhadora do lar não é considerado para cálculo do PIB. Assim, apenas dizer que o PIB cresceu não que dizer que foi o melhor para o país. Veja historicamente no mundo, nas crises capitalistas anteriores uma das saídas foi a produção de armas. Para vender mais armas, mais guerra. O PIB voltou a crescer, porém para o povo... Mas ninguém questiona como o PIB cresceu, apenas se cresceu ou não de acordo com a vontade dos investidores. Aqui no Brasil a derrubada de floresta era considerada valorização da terra e, portanto, crescimento do PIB. Apesar de destruir a verdadeira riqueza, a vida e sua diversidade, isto entra como coisa boa para o PIB. Afinal, para este modelo econômico, o que vale a vida a não ser para gerar lucro para poucos?

 

No sistema capitalista, crescimento do PIB é equivalente a aumento de consumo, não necessariamente para toda a população. Nunca tivemos um PIB mundial tão grande, porém temos 1 bilhão de pessoas passando fome. Nesta lógica, para aumentar o PIB é preciso aumentar a produção e o consumo. OPS! Aumentar consumo, mas o planeta já grita em dores! Já consumimos 65% mais do que o planeta pode oferecer. Fala-se muito do modo de consumo dos estadunidenses, e muitos almejam este modelo. Porém, se quisermos levar este nível de consumo aos 7 bilhões de seres humanos, vamos precisar de 5 planetas terra. OPS! Só temos um, quer dizer, depois de toda a destruição, nem isso. Então, se aumenta o consumo hoje, o que sobra para quem virá depois? Assim, por que festejar aumento do PIB?

 

Você com certeza vai repetir a lógica: é preciso aumentar o PIB para que possamos acabar com a pobreza. Mas aumento do PIB não acaba com a pobreza. O que acaba com a pobreza é partilha da riqueza. Vamos pegar como exemplo a produção de comida para carro. É comida para carro! Temos uma plantação de cana para o álcool (70% das terras agricultáveis do estado de São Paulo produz isto, somos um estado faminto). Numa hipotética plantação temos 170 trabalhadores cortando cana. Trabalho penoso, que mata por exaustão. Ela gera um valor X para o PIB e sustenta 171 famílias (170 trabalhadores e o patrão). Se a mecanizarmos, esta mesma plantação passa a gerar o mesmo valor X para o PIB, porém só sustenta 2  famílias (o tratorista e o patrão). O PIB continuou igual, a riqueza é igual, porém a pobreza é maior. Aumento do PIB não é necessariamente igual à diminuição da pobreza.

 

Mas é possível resolver a pobreza com as riquezas que geramos hoje? Sim! Vejamos alguns dados. A FAO (organismo da ONU responsável pela alimentação) nos diz que há um excedente de 10% de alimento no mundo. Claro, isto está diminuindo porque os carros estão começando a competir com os seres humanos pela comida (veja o milho nos Estados Unidos, a cana e a mamona no Brasil...). Ora, se há excedente de alimento, por que há fome? Falta de partilha. Outro dado importante é que os 1% mais ricos do mundo tem riqueza igual aos 50% mais pobres. Viva o sistema de crescimento do PIB! Lembro–me do discurso bonito do ex-ministro da Economia do Brasil – Delfim Neto –, “o bolo tem que crescer, para depois dividir”. Pois é, o bolo já está bem grande, mas a divisão...

 

Vamos falar sério sobre divisão. Não dá para achar que o mundo acaba daqui a 2 anos, que não vai existir vida humana depois de nós. Então temos que pensar no que vamos deixar para quem vem depois. Isto tem que entrar na conta da divisão. Se se aumenta o PIB, cresce o consumo, diminui os recursos para os 10 bilhões de seres humanos que virão depois. Viva o sistema de destruição em massa, por guerra, por destruição do meio ambiente, por fome!!!

 

Com estes simples argumentos, dou-me o direito - garantido pelos direitos humanos de livre expressão - e contradigo a lógica do crescimento econômico. O PIB do Brasil cresceu menos. Que bom!

 

Eduardo Paludette

Comentários   

0 #3 Desmatamento e Grilagem de TerraAnônimo 23-06-2012 01:52
Pessoal, é roubo de terra, entende?

Entre 1990 e 2008, As reservas naturais fazem parte da composição do PIB do Brasil.

Na contramão, segundo o relatório, o PIB do Brasil caiu 25% devido ao avanço no desmatamento das florestas e ao aumento das atividades agropecuárias.

No período analisado, por exemplo, a Amazônia perdeu 331.290 km² de cobertura vegetal devido ao desmatamento ilegal – uma área equivalente a mais de sete vezes o tamanho do estado do Rio de Janeiro.

Semelhanças entre o PT e a Frente Sandinista de Libertação Nacional FSLN de Daniel Ortega.
Brasil x Nicarágua.

0- Estudos revelam que todos migrantes quando chegam à “Canaã” trocam de religião
1- Muitos membros, artistas, intelectuais deixam o partido.
2- Colocação dos dois partidos como de centro-esquerda.
3- Evangélicos x Católicos, ou melhor, os contrarrevolucionários apoiados pelos Estados Unidos x Sandinistas. Evangélicos chegam a 50% da população do brasil até 2020.
4- Neoliberais nicaraguenses e brasileiros
5- alianças políticas.
6- em questão o aborto
7- uma esquerda próspera e sem graça.
8 - e por ai vai.
Citar
0 #2 Pura verdadeSandro 06-06-2012 03:44
Essa e a mais pura verdade .Na qual alguns por hipocrisia insiste em dizer que o problema do pais se resolve com crescimeto economico e outos por ignorancia repetem .
Acrescento : Para aumentar o PIB e preciso ,tambem aumentar a demografia , que por conseguente gera mais destruicao da biodiversidade , de monumentos naturais , aumeto do numero de pobres e miseraveis , mais criminalidade , cidades caoticas , poluicao ambiental , rios e praias contaminadas etc
Para os arautos do crescimeto economicos . Se continuarmos assim seremos a India . Espero que todos saibam realmete como e a qualidade de vida la .

Atenciosamente Sandro
Citar
0 #1 RE: O PIB do Brasil cresceu menos. Que coisa boa!Paulo Roberto Cunha 05-06-2012 20:03
Excelente artigo, simples, objetivo e realista. Parabéns.
Citar

Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.

Relacionados