Luta pelo Brasil

 

Os trinta e dois anos do Partido dos Trabalhadores foram amplamente festejados e cantados em prosa e verso. Chamou-nos a atenção uma frase pronunciada pelo sr. Rui Falcão, presidente da instituição em festa, quando disse, a plenos pulmões: “durante os governos do PT, temos assistido a uma história de luta pelo Brasil”.

Fica patente que, pela voz do presidente dos Partidos dos Trabalhadores, há muito foram abolidos os interesses da diversas classes e camadas sociais. Não se trata mais da luta renhida entre os interesses da burguesia e os inconciliáveis interesses dos trabalhadores. Em lugar do antagonismo de classe, a velha esquerda direitosa tratou de sepultá-la e erigir como móvel da história a luta pelo interesse dos diversos países.

Essa tarefa foi levada a cabo durante esses noventa anos de hegemonia stalinista e se destacaram, como seus grandes feitores, tanto o velho Partido Comunista, como o PSB e o PT, que tantas esperanças trouxeram, de que renasceria do seio das lutas sindicais um partido que realmente representasse os interesses históricos dos trabalhadores.

É preciso deixar bem claro que sindicatos, movimentos ou partidos de trabalhadores que não se prestem a defender os objetivos maiores das classes laboriosas, nada representarão de avanço na libertação dos grilhões do capitalismo.

É evidente que a burguesia não poderia jamais clamar: “senhores explorados, senhores oprimidos, mulheres descriminadas, venham se matar em defesa de nossas terras, de nossas fábricas, de nossas minas, de nossos bancos, de nossas empresas”. Não podendo usar tal discurso, a burguesia, contando com a significativa ajuda da esquerda direitosa, lança mão do discurso que signifique não a salvação das fortunas burguesas, mas a salvação da pátria, que corresponde à salvação dos interesses do patronato.

Vejamos, pois, o quanto a burguesia é astuta e esperta e como sabe usar de truques para ludibriar a boa fé do povo e fazer com que o próprio povo se transforme em soldados defensores dos interesses burgueses.

 

Gilvan Rocha é militante socialista e membro do Centro de Atividades e Estudos Políticos. Blog: www.gilvanrocha.blogspot.com

 

Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.

Relacionados