topleft
topright
ISSN 1983-697X

Boletim Diário

Email:
Para assinar o boletim de
notícias preencha o
formulário abaixo:
Nome:

Brasil nas Ruas

Confira os artigos sobre manifestações e movimentos sociais no Brasil.

Arquivo - Artigos

Áudios

Correio da Cidadania, rádio Central 3 e Revista Vaidapé fazem “debate autônomo” sobre as eleições  

Leia mais...
Image

Plinio de Arruda

MEMÓRIA

Confira os textos em homenagem a Plinio


Leia Mais

Plinio em Imagens



Confira a vida de Plínio


Charge


Imagem




Artigos por data

 Nov   December 2016   Jan
SMTWTFS
   1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Julianna Willis Technology

Links RSS

Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania

Áudios - Arquivo

AumentarDiminuirVoltar ao original
Bahia: trágica comédia de erros Imprimir E-mail
Escrito por Chico Bicudo   
Sexta, 10 de Fevereiro de 2012
Recomendar


 

Sugeri modestamente nas redes sociais que procuremos lançar um olhar para a greve da PM na Bahia com disposição para escapar do “lá ou cá, do tudo ou nada, dos anjos e demônios”, buscando também sutilezas e nuances de análise.

 

Greve é direito constitucional, instrumento de luta política, de emancipação do trabalhador. Reivindicar aumento de salário e condições dignas de trabalho, que minimizem a exploração pelo capital, é não só legal, mas justo e legítimo. Tais movimentos, no entanto, não podem ser conduzidos sob a ameaça de armas. Não podem, por exemplo, resultar em barricadas, ataques e incêndios a ônibus praticados por policiais, dentre tantos outros atos de barbárie, como denunciam moradores de Salvador. Sem generalizar – mas há certamente malandros, irresponsáveis e oportunistas no movimento, flertando muito de perto com o banditismo social, que se aproveitam da greve para fazer politicagem (não política) e disseminar pânico e terror na população, às vésperas do carnaval e em ano eleitoral.

 

Ao mesmo tempo, lamento, mas não me cheira bem essa tentativa de blindar e de santificar o governador Jaques Wagner, só porque ele é do PT – partido que, aliás, foi ponta de lança da greve da PM ocorrida na capital baiana em 2001, quando estava na oposição. Agora que é governo… Wagner foi no mínimo pouco hábil, politicamente insensível, omisso.

 

Escreve o jornalista Ricardo Kotscho, que inclusive é amigo de Jaques Wagner: “ex-líder sindical, não é possível que o governador não estivesse informado sobre o barril de pólvora armado pelos policiais militares às vésperas do Carnaval, quando embarcou para Havana, acompanhando a presidente Dilma Rousseff, na segunda-feira passada. No dia seguinte, a assembléia dos policiais decretou greve, que já conta com o apoio de um terço da categoria. (…) Deveria ter negociado e tomado providências antes, como bem sabe por sua formação sindical e a experiência de 2001, quando houve a primeira grande rebelião da PM”.

 

pena lúcida da jornalista Cynara Menezes tenta também fazer um convite à racionalidade. Ela lembra que não é mais possível aceitar que o governo petista jogue na conta do carlismo (legado de Antônio Carlos Magalhães) o cenário de caos que se instalou na capital baiana. “É correto que policiais, para fazer reivindicações, amedrontem a população? Não. Mas tampouco é correto que policiais, numa sociedade democrática, nem sequer tenham suas reivindicações ouvidas pelas autoridades”. “Nem plano de cargos e salários eles têm”, diz o professor de Desenvolvimento Urbano Carlos Alberto da Costa Gomes, coordenador do Observatório de Violência da Bahia. Costa Gomes também é contra policiais intimidarem pessoas. Mas adverte que tudo chegou a esse ponto porque há 30 anos os policiais baianos pedem praticamente as mesmas coisas. Ou seja, “não foram atendidos por ACM –nem por Jaques Wagner”, escreve a repórter de “Carta Capital”.

 

Claro está que o governo do estado também pisou feio na bola. Poderia ter evitado o confronto. Mas preferiu ignorar sinais evidentes de que algo não ia bem. Na segunda-feira, dia 06 de fevereiro, em entrevista publicada pela “Folha de São Paulo”, Jaques Wagner admite que a avaliação feita pelos órgãos de inteligência da administração municipal que monitoravam as assembléias dos policiais militares foi equivocada. É quase uma confissão de culpa: o governo foi surpreendido pelo tamanho do movimento grevista.

 

A sensação que fica é de uma mistura de soberba com descaso e desdém, algo como “vamos empurrar com a barriga, não vai dar em nada, deixa estar para ver como é que fica”. O problema é que ficou – e a situação agora está para lá de enroscada. As posições se radicalizaram, os policiais militares estão aquartelados, a Assembléia Legislativa foi cercada por tropas federais. Não há interlocução. E o governo agora não sabe muito bem o que fazer.

 

E só para fechar com mais um convite à reflexão – na verdade, é uma provocação ao cabo-de-guerra PT x PSDB que monopoliza (e empobrece ao extremo) o debate político nacional: já imaginaram se uma greve da PM explodisse em São Paulo e Geraldo Alckmin estivesse no exterior? O que estaríamos escrevendo nos blogs e nas redes sociais? Pois é.

 

Chico Bicudo é jornalista. Blog do autor: http://oblogdochico.blogspot.com

Recomendar
Última atualização em Sexta, 10 de Fevereiro de 2012
 

A publicação deste texto é livre, desde que citada a fonte e o endereço eletrônico da página do Correio da Cidadania




Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.


Vídeos

Índios Munduruku: Tecendo a Resistência

Imagem

Documentário sobre as resistências indígenas às hidrelétricas do Tapajós
Leia mais...

A Ordem na Mídia

Eugênio Bucci: “precisamos de um marco regulatório democrático na comunicação”


Há uma falência nos modelos de negócios refletida nas relações trabalhistas, na concentração de propriedade, formação de monopólios e oligopólios e no aparelhamento por parte de igrejas e partidos. Entrevistamos Eugênio Bucci, jornalista e professor da ECA-USP, que afirmou a necessidade de um marco regulatório democrático para fortalecer a democracia no Brasil.
Leia mais...


Brasil_de_fato
Adital
Image
Image
Banner_observatorio
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Diario Liberdade

Espaço Cult

Image
Image
Revista Forum
Joomla Templates by JoomlaShack Joomla Templates