topleft
topright
ISSN 1983-697X

Boletim Diário

Email:
Para assinar o boletim de
notícias preencha o
formulário abaixo:
Nome:

Brasil nas Ruas

Confira os artigos sobre manifestações e movimentos sociais no Brasil.

Arquivo - Artigos

Áudios

Correio da Cidadania, rádio Central 3 e Revista Vaidapé fazem “debate autônomo” sobre as eleições  

Leia mais...
Image

Plinio de Arruda

MEMÓRIA

Confira os textos em homenagem a Plinio


Leia Mais

Plinio em Imagens



Confira a vida de Plínio


Charge


Imagem




Artigos por data

 Nov   December 2016   Jan
SMTWTFS
   1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Julianna Willis Technology

Links RSS

Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania

Áudios - Arquivo

AumentarDiminuirVoltar ao original
Caça à palavra Imprimir E-mail
Escrito por Gabriel Perissé   
Terça, 19 de Julho de 2011
Recomendar

 

 

Estava outro dia escrevendo um texto, cujo tema agora não importa mais. E no meio do caminho senti necessidade de uma determinada palavra. De um adjetivo em especial. Precisava daquela palavra e não a encontrava ao meu lado.

 

Na mente, alguma clareza eu tinha. O conceito mais ou menos delineado. A idéia mais ou menos definida. A mensagem mais ou menos engatilhada. O objetivo mais ou menos objetivado. Vislumbrava a palavra, mas não sabia seu paradeiro.

 

A palavra desejada estava em alguma praia, muito longe daqui, descansando da vida verbal. Ou estaria passeando em ruas improváveis, em outros países, cometendo estrangeirismos. Ou teria entrado em órbita, perdida no espaço, à beira de universos paralelos.

 

Bem sabia eu que não haveria sinônimos ou substitutos para aquela palavra. O texto e o contexto não permitiam outra palavra. Certamente encontrara outros autores e a eles se entregara. Negando-se a vir. Fugindo de mim.

 

Procurei-a em dicionários de papel e eletrônicos. Percorri e vasculhei textos alheios, abrindo parágrafos ao meio para ver se a flagrava ali escondida. A palavra apetecida estava desaparecida. Era preciso caçar mais intensamente a palavra cobiçada. Era tudo ou nada!

 

Por ela perguntava a quantos encontrei. A lingüistas e filólogos, a gramáticos e professores, a leigos e doutores: “onde está a palavra”?

 

Queriam descrições mais exatas, indicações mais precisas. Em que linhas estava a palavra quando foi lida pela última vez? Que páginas costumava freqüentar nos finais de semana? Era vulgar? Erudita? Esdrúxula? Era uma palavra de honra?

 

Com quem andava rimando nos últimos tempos? Sabe algo de sua árvore etimológica? Quais sons emitia? Que sujeitos costumava acompanhar? Que predicativos tinha?

 

Eu media as palavras para responder. Não fosse eu acabar atrapalhando as investigações. Não acabasse por induzir os caçadores a trazerem, viva ou morta, a palavra errada.

 

Não conseguia mais dormir. O texto, como animal sem dono, me olhava, suplicando continuidade. E a palavra não vinha. O texto, estagnado. Eu, desesperado.

 

Talvez a tivessem seqüestrado e em breve me telefonariam exigindo resgate absurdo. Quanto custa a vida de uma palavra? E se, para me pressionar, os criminosos enviassem fonemas decepados de seu corpo para que eu, encurralado, aceitasse pagar o valor impossível?

 

Cinco longos dias assim, sem a palavra.

 

Então, quando tudo parecia perdido, a porta se abriu lentamente.

 

Ela mesma, capciosa, entrou sem pedir licença.

 

Gabriel Perissé é doutor em Educação pela USP e escritor.

Website: www.perisse.com.br

Recomendar
 

A publicação deste texto é livre, desde que citada a fonte e o endereço eletrônico da página do Correio da Cidadania




Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.


Vídeos

Índios Munduruku: Tecendo a Resistência

Imagem

Documentário sobre as resistências indígenas às hidrelétricas do Tapajós
Leia mais...

A Ordem na Mídia

Eugênio Bucci: “precisamos de um marco regulatório democrático na comunicação”


Há uma falência nos modelos de negócios refletida nas relações trabalhistas, na concentração de propriedade, formação de monopólios e oligopólios e no aparelhamento por parte de igrejas e partidos. Entrevistamos Eugênio Bucci, jornalista e professor da ECA-USP, que afirmou a necessidade de um marco regulatório democrático para fortalecer a democracia no Brasil.
Leia mais...


Brasil_de_fato
Adital
Image
Image
Banner_observatorio
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Diario Liberdade

Espaço Cult

Image
Image
Revista Forum
Joomla Templates by JoomlaShack Joomla Templates