Cai a máscara

0
0
0
s2sdefault

 

De um lado, o senhor Lula da Silva, ex-dirigente sindical, proponente da criação do Partido dos Trabalhadores, organizador da CUT, deixou-se levar pelos encantos da burguesia para se transformar num exímio serviçal do capitalismo. Lula deixou cair a máscara para se converter em caixeiro viajante percorrendo o mundo, buscando promover bons negócios para o sistema.

 

Para tanto não tem nenhum pejo de se aproximar, ostensivamente, e até chamar de companheiro o facínora iraniano Mahmoud Ahmadinejad. Mais recentemente, confraternizou-se com o presidente da Guiné Equatorial que, no governo há 31 anos, tem praticado abomináveis crimes contra os direitos humanos e surrupiado grandes cifras retiradas da pobreza e da miséria do povo daquele país. Para justificar tamanho descalabro, o ministro Celso Amorim, traduzindo o cinismo do governo petista, procurou explicar semelhantes episódios dizendo desavergonhadamente: "negócio é negócio".

 

Enquanto Lula se revela um serviçal do sistema, que dá as costas aos verdadeiros interesses dos trabalhadores, por outro lado, o senil Partido Comunista do Brasil, através do seu deputado federal, Aldo Rebelo, põe-se a servir aos interesses dos ruralistas, esse segmento capitalista dos mais predatórios, merecendo, por essa razão, os elogios da senadora Kátia Abreu, para quem o "nobre parlamentar" tornou-se ídolo.

 

"Nunca, antes, nesse país" tivemos um quadro político tão desolador. A esquerda convencional, composta pelo PT, PCdoB, PSB, PDT, se enxovalha em um concubinato com o que existe de mais fisiológico na política brasileira, como o são os "companheiros" Sarney, Barbalho, Calheiros, Jucá, Temer e outros ilustres larápios.

 

Nessa contingência, eis que temos algumas réstias de esperança nesse nebuloso processo eleitoral. Candidaturas como a de José Maria do PSTU, Ivan Pinheiro do PCB e, sobretudo, a de Plínio de Arruda Sampaio do PSOL, à Presidência da Republica, dão-nos uma oportunidade de fugir desse pútrido lamaçal político que querem nos impor, particularmente com a candidatura da Dilma Rousseff. 

 

Gilvan Rocha é presidente do Centro de Atividades e Estudos Políticos – CAEP.

 

Blog: http://www.gilvanrocha.blogspot.com/

 

{moscomment}

Comentários   

0 #7 Frente de esquera?Luiz Henrique 17-07-2010 11:54
Acho que dentro do cenário atual seria impossivel a formação de uma Frente de esquerda, pegando por exemplo o caso do PSOL, que tem tantas frações dentro de si que mal consegue manter sua unidade partidaria. E sinceramente não vejo alternativa nenhuma nos candidatos do PSOL, PSTU e PCB, acho que essa puposta esquerda ta muito longe da esquerda de Marx e Lenin, tanto teóricamente quanto na ação!
Citar
0 #6 Faltou a frente de esquerda!Sturt 16-07-2010 03:14
Ainda acho que com esse cenário que a 'esquerda'(PT,PSB,PCdoB,PDTB) nos atolou a melhor forma era compor uma frente de esquerda.Porém não foi possivél...
Vamos fazer politica ,e o importante é não curvar aos capitalitas!
Citar
0 #5 Inocente útil?Naaman S. de Figueiredo 13-07-2010 20:46
A turma do FHC deve adorar o seu blog, Gilvan.
Quanto mais votos conseguirem tirar da esquerda, quanto maior for a cizânia, melhor para o Serra.
Marina e os outros que se dizem de esquerda, serão os responsáveis pela eleição do Serra.
Citar
0 #4 O Desertor RebelloFidelis Pedro Pretto 13-07-2010 11:56
Épocas dífíceis ainda estão por vir. Aldo Rebello é o retrato fiel da mais absoluta falta de vergonha que campeia em todos os setores da sociedade brasileira. Rebello tá vendendo o almoço pra comprar a janta.E ficar bem na foto com os que continuam mandando neste país.A mudança no Código Florestal produzida por Rebello nem o mais reacionário da ditadura conseguiria tanto.Rebello vendeu a alma, o corpo e a dignidade.
Citar
0 #3 ElogioTarcisio Patricio 13-07-2010 04:29
Quero manifestar meu integral apoio ao brilhante articulista. Concordo totalmente com suas lúcidas proposições. Precisamos eleger um autêntico homem de esquerda para nos governar. Pelo resgate de nossa dignidade. Dr. Plínio de Arruda Sampaio para a Presidência da República.
Cordiais saudações.
Tarcisio
Citar
0 #2 Pois é!cvc 12-07-2010 17:00
Pois é - o discurso é verdadeiro e comovente! Na verdade, o PT e seus comparsas nos colocaram nesta boa crise.
Quanto aos "compas", citados como vias de esperança, tenho lá minhas dúvidas: não vi nestes partidos origem e formação a partir da participação dos militantes; não vejo qual é a relação orgânica entre o partido e as massas.
Estas vias de esperança não deixam claro qual partido e qual organização, qual sua estrutura "conspirativa" (centralizada e disciplinada), são de muito discurso, mas sem prática, sem base, sem direção, sem....E mais, apostam na via eleitoral como ação central e não na luta de classes.
Sendo assim, não os vejo na frente, nem no meio, nem na direção, nem preocupados com a organização revolucionária. Seriam também oportunistas organizativos e politicos, ecomomicistas?
Ainda Buscamos sair desta crise que o PT nos atolou!
Citar
0 #1 É isso aí !!Nelson Breanza 12-07-2010 10:28
É isso aí Gilvan, subscrevo integralmente seu texto !!

Sds,
Nelson Breanza
Citar

Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.

Relacionados