Conferência Nacional de Comunicação: momento é de “subir o tom”

 

O governo Lula consolidou a prática da realização das conferências temáticas. Em sete anos, foram 63 e, agora, estamos às vésperas da realização da última delas, a de comunicação. A Confecom acontecerá de 14 a 17 de dezembro. 191109_confecom1.jpg

 

O fato de a conferência acontecer no final do último ano antes das eleições presidenciais causou desconforto em entidades e ativistas da área. Considerado pilar para qualquer projeto político e componente essencial na construção da cidadania, o debate sobre comunicação é dos últimos a acontecer. 

 

De fato, a conferência esteve sob permanente ameaça de não ser realizada por conta da chantagem dos empresários, que ameaçaram se retirar da organização e deslegitimar a movimentação diversas vezes.

 

Por conta disso, houve uma atuação, da parte do governo e da maior parte da sociedade civil, de ampla defesa dos interesses empresariais, usando como justificativa a garantia de a conferência ser realizada.

 

Agora, com a realização assegurada, o momento é de avançar, segundo o membro do Intervozes Jonas Valente. "Temos a expectativa de a etapa nacional concretizar debates sobre polêmicas que foram proibidas de serem votadas nas etapas estaduais", aponta Jonas. 

 

Segundo ele, o momento é de "subir o tom" e pautar questões fundamentais para, de fato, avançar na democratização da comunicação no país. Para isso, Jonas aponta a importância do fortalecimento da mídia pública e comunitária, a democratização e a transparência no processo de concessões de rádio e TV, a implantação de mecanismos de controle social da mídia e a democratização no acesso às novas tecnologias como pontos cruciais. 

 

O Correio da Cidadania continuará debatendo e publicando informações sobre a conferência nesse período de reta final da preparação. O debate ainda está em aberto e há uma gama enorme de assuntos a serem abordados.

 

Rodrigo Mendes é jornalista.

 

 

{moscomment}

Comentários   

0 #1 Isso é bomWillian kaizer de Oliveira 19-11-2009 20:01
Realmente é preciso debater a democratização da mídia no Brasil. Acredito que a população não é boba, entende que é preciso discutir este tema. Nosso povo merece algo melhor do que está aí. O momento é oportuno porque senão a grande mídia pautará as próximas eleições, como já vem fazendo. Sem contar com o entrave de discussões essenciais para a nossa sociedade como as políticas sociais, reforma agrária por exemplo. O aperfeiçoamento de nossa democracia precisa passar pela democratização dos meios de comunicação. Que estejamos preparados para ataques infames e factóides para desconstruir essa conferência.
Citar

Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.

Relacionados