A Candidatura de Marina

 

A possibilidade de Marina da Silva candidatar-se à presidência da República brilha como um facho de luz na escuridão. É o mínimo que se pode dizer ao surgir essa possibilidade.

 

Marina apresentou muitos limites como ministra. Fez concessões excessivas ao governo, inclusive de suas convicções pessoais. A justificativa que apresentou para apoiar a transposição do São Francisco na audiência pública em Juazeiro da Bahia raiou o deprimente. Assumir esse constrangimento foi mais forte que negar a proposta e sair do governo. Mais tarde, preterida no comando do desenvolvimento da Amazônia, renunciou. Renúncia tardia, mas, quem sabe, a tempo de injetar um novo horizonte na campanha de 2010.

 

Marina não seria apenas o desaguadouro dos insatisfeitos com a política predadora do atual governo. Ela traria para o debate político um ângulo que fatalmente estará ausente, se a eleição ficar polarizada entre Serra e Dilma. Marina poderia suscitar o debate sobre as florestas, os rios, as novas energias, as novas tecnologias, os direitos das comunidades tradicionais, o respeito por seus saberes, por seus territórios, enfim, sobre um novo projeto de país.

 

Se mostrar fôlego eleitoral, colaborará mais ainda com país, retirando-nos desse fatalismo PSDB/PT que estão querendo enclausurar a política brasileira.

 

Roberto Malvezzi (Gogó), ex-coordenador da CPT, é agente pastoral.

 

{moscomment}

Comentários   

0 #19 Opiniãofernando joao da silva 14-08-2009 12:12
Gogó,tive a oportunidade em uma ocasião inusitada de estar bem próximo da execelentissíma senadora marina siva em um elevador no HFA em BSB,e naquele momento em poucos segundos em que ficamos junto trocamos algumas palavras,o suficiente para dizer-lhe o quanto eu á adimirava e reconhecia o seu trabalho junto ao ministério do meio ambiente.fui militante do PT durante alguns anos, hoje sou PCdoB,mais tenho uma simpatia pelo PV. Acho que ganhará o partido e o Brasil com a candidatura dessa adimiravél mulher.
Citar
0 #18 Marina e HeloisaJosé Heber 12-08-2009 13:01
Paulo, pensei na mesma possibilidade que você: uma chapa encabeçada por Marina, tendo como Vice, Heloisa Helena. Acredito que daí­ sairia uma grande surpresa: São duas Mulheres; Mulheres Lí­deres na polí­tica e com postura ética dentro e fora do Senado. Não serão a salvação, até porque nem sei se é necessário salvação. Por outro lado, haja Túnel para irradiar tanta luz! Se viesse a se concretizar tal chapa "bal bal" pra Dilma e o Serra que se cuide para não ser serrado ao meio.
Citar
0 #17 Outra PerguntaRaymundo Araujo Filho 12-08-2009 09:57
Baseado no que escrevi acima (Adeus às Ilusões)pergunto: A quem interessa qualquer candidatura a cargos executivos, sem povo mobilizado e a frente das propostas que lançam em su nome?
Citar
0 #16 movendo pedrasMárcio Santilli 12-08-2009 09:44
Fico muito feliz com a candidatura da Marina. Acho que o Brasil merece mais do que um plebiscito entre o passado recente e o menos recente. O mundo enfrenta novos desafios e o nosso país - nosso povo - não pode ficar refém de uma dicotomia política que sequer se pronuncia sobre esses desafios.
As posições e apoios da Marina não são iguais às da Heloisa Helena - ou do PSOL - mas são inclusivas. A Marina se opôs ao expurgo e sempre manteve uma atitude de respeito incomum.
Eu gostaria de vê-las juntas nessa campanha, o que teria um forte simbolismo. Se não for possível, gostaria que os responsáveis pelos respectivos projetos potencializassem as suas sincronias, para o bem de tantos brasileiros que querem apoiar e conquistar novos horizontes políticos.
Citar
0 #15 Canto da SereiaMartins 10-08-2009 20:20
A luta parece que foi em vão para vòs, senhores das canetas pomposas, ou das palavras bonitas!

Se para vós, doutos senhores, a eleição de Lula representa um fracasso, apesar de avanços em áreas que haviam sido tomadas pelos eternos oligarcas e a nova posição de uma classe fadada ao tormento eterno da miséria, agoar temos que aceitar a falácia da extrema direita que já não confia tanto em Zé Serra e procura nomes para cortar o avanço do povo aos seus limites? Como HH na eleição passada foi um balão de ensaio para minar a candidatura de Lula e deixar o caminho livre para o lobo em pele de cordeiro, membro da OPus Dei, vulgo picolé de chuchu, agora a extrema direita, com o apoio novamente dos novos falcões do império, que tramam secretamente voltar a bater carteira em nosso continente, com a reativação da IV Frota, com as bases na Colombia, com bases no Paraguai, com missões na Amazônia, voltam a iludir a extrema esquerda brasileira com o canto da sereia???
Cuidado camaradas, criar utopias é fácil, mas combater o ódio renovado dos new conqueror, que com a crise no império buscam alternativas para acalmar as necessidades de seus súditos saem a caça de novas colônias!
Citar
0 #14 A Quem interessa a candidatura de MarinaMarcos Ferraz 10-08-2009 17:38
Meu comentário é apenas uma pergunta: A Quem interessa a candidatura de Marina?
Citar
0 #13 A CANDIDATURA DE MAIS UM SILVA...Herodoto Carneiro 08-08-2009 18:41
POBRE FLORESTA AMAZÔNICA.
POBRE BRAZIL.
POBRE POVO BRAZILEIRO.
POBRE DE MIM.
POBRE DE NÓS.
PARA ATURARMOS MAIS UMA ASNEIRA...

PARECE QUE SÓ HÁ EMBUSTEIROS A SE CANDIDATAR AO SAQUE DOS COFRES PÚBLICOS...

MAR,MARINA,MARINA DA SILVA SERÁ MAIS UM SILVA A TRAIR A SILVICULTURA DOS TRÓPICOS.

A SUA SAÍDA DO MINISTÉRIO FOI MAIS UM ATO PARA LUDIBRIAR O POVO.

QUEM VIVER VERÁ.NÃO PERCAM !
Citar
0 #12 2010: HELOISA PRESIDENTE, MARINA VICEVICTOR ARRUDA 08-08-2009 18:31
Frente à polarização Dilma x Serra, governo traidor da classe trabalhadora de Lulla x oposição neo-liberal oligárquica, o povo brasileiro tem o direito (e o dever) de ter (construir) outra opção.

Nesse sentido, uma aliança entre Heloísa Helena e Marina Silva seria extremamente benéfica ao Brasil e ao povo brasileiro. Contudo, creio que Marina deveria deixar o PT e rumar para o PSOL, o que auxiliaria na viabilização da chapa, pra não falar do quão vendido e patético o PV se tornou (embora haja algumas exceções localizadas, como o PV/RS e alguns eco-socialistas ainda em suas fileiras).

Com efeito, para conquistar a preferência do povo brasileiro e conseguir se transformar em uma alternativa real de disputa pelo poder, uma alternativa de massas, a eventual candidatura de HH presidente, Marina vice tem de saber explorar ao máximo as fissuras existentes no sistema capitalista-oligárquico brasileiro. Incorporar ao máximo dissidentes e descontentes de legendas capitalistas, deixando de lado os sectarismos que tanto atrasam a esquerda, mas sem abrir mão do programa de transformação socialista.

Nesse sentido, a aproximação de lutadores como Protógenes, em uma eventual candidatura à dep federal pelo PSOL em SP daria ainda mais força e tornaria cada vez mais real nosso sonho de construir uma pátria livre, soberana, digna, justa e socialista!
Citar
0 #11 Carta Aberta à Senadora Marina SilvaHudson Luiz Vilas Boas 07-08-2009 20:43
Exma. Sra. Senadora Marina Silva

Tenho plena convicção que a senhora está à altura de servir nosso país em qualquer função que lhe for confiada. Mas sair candidata à presidência da República pelo Partido Verde, tenha certeza disso Senadora, não honrará em nada vossa biografia.

Continue lendo no:

www.dissolvendo-no-ar.blogspot.com
Citar
0 #10 Adeus às IlusõesRaymundo Araujo Filho 07-08-2009 13:51
Desta vez venho aqui discordar do prezado Gogó

Já expus aqui no Correio que entendo que já é hora de paramos, não de ter (pois é direito de cada um), mas de espalhar o que acho uma ilusão, que é a utilidade da eleição e dirigentes do campo progressita para o país nos cargos executivos (presidente, governador e prefeitos), com este Movimernto Social aparelhado, anestesiados e com grande parte de seus dirigentes apelegados.

As pessoas, ainda mais as do Poder Público, "são as suas circusntâncias". O nosso ex-oprário presidente é a prova disso (mesmo sendo um daqueles que nunca acreditou na capacvidade de formulação ideológica do Lulla). A senadora Marina Silva também será outra prova disso. Vai governar com que forças vivas a apoiá-la?

Lembro que Lulla teve a chance de trazer o povo para a Ação política, mas preferiu a velha fórmula da "governabilidade palaciana". Aliás, mais de acordo com a sua falta compostura ideológica. D. Marina, não vai conseguir, caso elita, tenho a certeza, trazer como num passe de mágica o Povo às ruas. A "maldição de Lulla"(= anestesia social) irá demorar muito para ser dissipada. Até a eleição de Lulla, foram 20 anos, mais ou menos. Um amigo meu, muito mais moço, na casa dos 30 anos, acha que serão necessários cerca de outros tantos para reerguimento do Movimkento Social Brasileiro, para que novamente protagonize algo ao seu favor. Eu, aos 54, espero que seja mais rápido, um pouco...

Assim, acho correto que a esquerda e campo progressita lance, no máximo Anti Candidaturas à presidente e governador. Eu de minha parte estarei votando Nulo, neste quesito e votando em parlamentares, desde que em partidos que não juntem votos para eleger picaretas e conservadores. E torcendo para que o eleito se preocupe mais com as ruas, do que com a congresso.

Aqueles que quiserem receber o artigo que escrevi sobre o apoio da Marina Silva e L. Boff, assim como uma análise do que se tornou o PV, peço solicitarem pelo endereço eletrônico rayaraujo

Mas, o principal é não iludir o Povo, apontando outrem, como aquele que vai "endireitar" as coisas.

E sobre a proposta de unir o PSOL e o PV, emvbora eu não seja filiado a nenhum destes (ou a outros) partidos, creio que a pessoa que aventa esta possibilidade não conhece o PV de hoje. Ir com um partido que tem como líder de bancada o deputado que atende pela alcunha de zequinha sarney (polo "light" da oligarquia), no mínimo é risível. Este verde, lá no maranhão não combate a destruição do cerrado pelo plantio de soja, dos aliados do seu pai e dele mesmo.
Citar

Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.

Relacionados