O que não se discute da gripe suína

0
0
0
s2sdefault

 

É impressionante que mais uma vez a imprensa burguesa não traga os elementos e as causas da origem do problema, nem mesmo o nome da empresa que cria porcos na região de Veracruz, no México. Aqui nos jornais dos Estados Unidos nada se fala sobre as empresas, até porque grande parte das que estão instaladas em Veracruz são americanas – sendo que esta forma de criação de porcos também é praticada aqui nos Estados Unidos.

 

Tenho ouvido relatos, aqui nos EUA, de que há regiões aonde a população de porcos chega a cinco para cada habitante. Daí se pode ter uma idéia de como está a região, com todos os restos fecais que são expostos em grandes tanques, nos quais são colocadas as fezes e jogados os porcos que morrem e demais dejetos orgânicos. 

 

A empresa Smithfield Foods, uma gigante norte americana, a maior do mundo em produção, embalagem e exportação de carne de porco, pode estar diretamente ligada ao surto da gripe suína. A Smithfield opera de forma maciça na compra de porcos no México, no estado de Veracruz, onde o surto foi originado. As operações e criações se dão através de uma filial denominada Granjas Carroll, que mexe com cerca de 950.000 suínos por ano, de acordo com o site da empresa. Por aí se pode ter uma idéia da quantidade de dejetos produzidos...

 

Os residentes próximos à região onde há a criação de porcos afirmam que o surto da gripe suína foi causado por contaminações originárias das fazendas localizadas na área e de propriedade das Granjas Carroll. Foram estas grandes empresas criadoras de porcos na região e produtoras de imensas quantidades de dejetos fecais e orgânicos colocados ao ar livre que produziram as moscas que dali espalharam o vírus da gripe suína.

 

Algumas pessoas aqui nos Estados Unidos dizem ser praticamente impossível viver próximo a tais locais, inclusive nos Estado Unidos, tamanha a contaminação do ar e das águas com seus grandes depósitos de restos fecais e outros, e que a quantidade de moscas nestas áreas é tão enorme que é praticamente impossível de se viver por perto.

 

De acordo com um dos moradores da comunidade no estado de Veracruz, Eli Ferrer Cortes, os resíduos orgânicos e fecais produzidos pela Carroll Farms não são tratados adequadamente, levando à contaminação da água e do vento na região, da qual nasceu o surto.

 

Diante disso, podemos mais uma vez assistir as façanhas de um modelo de produção perverso. Esperamos que ao menos a opinião pública – claro, se tiver acesso à informação, o que será muito difícil - possa ao menos questionar a origem e a forma de como se produz o que comem...

 

Altacir Bunde é diretor nacional do Movimento dos Pequenos Agricultores.

 

{moscomment}

Comentários   

0 #13 Gripe suinaDiego 24-05-2009 18:12
Aii..Sem..Palhaçaada..Vouu manda o papoo..
Essa Troço de Gripe suina muita gente esta zoandoo...Mais ate a hora de acontecer um troço serioo..Vaii para pra pensar..Mais quandoo para pra Pensar ja vaii ser tarde de mais..Intaoo vamos fikar Ligadoos Nesse Troço de Gripe suina ;P
Obrigadoo Pela Atençao :D
Citar
0 #12 Bianca 11-05-2009 13:49
Achei muito intessante essa reportaem pena que poucos tem acesso, mas ja ajuda.
Nao da pra imaginar que as pessoasnao se preocupam com lixos expostos,
Isso é um absurdo e o pior de tudo é o governo nao ver nada disso!
Beijos gostei muito do site!!
Citar
0 #11 Ameaças?!Kellen Costa 07-05-2009 06:29
Informações como essa deveriam ser divulgadas a todas as pessoas, pois sempre temos nossas vidas e nossas opiniões manipuladas pela grande mídia na formação de um senso comum e burro. Precisamos unir forças frente as verdadeiras ameaças, pois podemos ser os próximos esmagados e exterminados!
Citar
0 #10 Os porcos?Fernando Natálio 06-05-2009 13:44
Sim, mas onde estão os porcos doentes? Escondidos? Ao que nos consta os doentes são os humanos.

Embora os vírus desta gripe possam ter-se originado em porcos, esta gripe não parece ter infectado o plantel suíno, como aconteceu com a gripe aviária. Afora a questão econômica, seria justo (não é que se queira falar em justiça para com animais, mas para com seres vivos) sacrificar animais por puro medo, rotulado de precaução? Precaução infundada, aliás?

Análise lúcida, tudo bem; mas também faz parte de uma análise lúcida o afastamento do sectarismo.
Citar
0 #9 Gripe SuínaAna Lucia Moreira Guedes 05-05-2009 09:35
Recebi o artigo através de minha sobrinha, professora da Puc de Belo Horizonte,e considerei muito séria estas informações as quais repassarei p. todos os meus contatos. Interesso receber outras artigos que obviamente não circulam na imprensa tita "famosa" .Obrigada, Ana Lucia
Citar
0 #8 parabens.josue montemurro 04-05-2009 15:58
recebi o email de meu amigo,parabens pelas informaçoes, estou enviando para amigos, precisamos dessas informaçoes uteis, mais uma ves parabens.....
Citar
0 #7 Gripe SuínaSávio Carvalho 04-05-2009 15:20
Assisti um comentário ontem no canal 9, Band, onde os jornalistas estavam sabatinando médicos brasileros especialistas neste assunto, e foi dito que esta gripe não foi transmitida pelos suíonos e sim pelo homem. Aida comentou-se que o primeiro caso de suíno contaminado se deu ontem. Relatou-se também que não exitia perigo em conssumir a carne do animal. Logo, entendo que temos que ter cautela em comentários que venham a colocar em dúvida a gravidadde do problema, mas ajudar a divulgar a verdade.
Citar
0 #6 gripe suínaWalkiria Lopes de Almeida 04-05-2009 09:25
É imprescindivel que a população tenha conhecimento de toda a VERDADE sobre esse fato que aterroriza a todos. Principalmente quais as providencias q estão sendo tomadas para poder tb cuidar-se e ajudar no q for possivel.
Citar
0 #5 Eng e Prof Univ.GABRIEL BRASIL 03-05-2009 16:33
Estas informações já foram confirmadas; caso positivo , por quem?
Citar
0 #4 Informação de Iportância Fndamental.Evaldo de Abreu Vieira Filho 02-05-2009 08:14
O Correio da Cidadania presta um importante serviço através do Sr Altacir Bunde trazendo esta informação que de fato, preenche uma lacuna deixada pelojornalismo mais prestigiado do nosso país. É muito comum esse tipo de informação esvaziada que querem confundir com imparcialidade. Temos que restaurar o espírito socrático que beneficia o questionamento e a inquietação ao lermos o mundo.
Creio ser muito importante denunciar o modelo de produção bem como de consumo que temos seguido como se não houvesse outra opção. Gostaria de saber se alguma medida já foi tomada no México e nos Estados Unidos com relação a estas empresas citadas.
Citar

Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.

Relacionados