Carta Aberta ao presidente Fernando Lugo

 

Caro Amigo Presidente Fernando Lugo,

 

Acompanhei as notícias que levaram ao conhecimento público o seu relacionamento com uma mulher e o nascimento de um filho. A mídia brasileira repercutiu seguidamente o fato, fazendo coro, de bom grado, com os membros paraguaios do Partido Colorado, destacando-se o congressista Víctor Bogado, que se arvorou em seu juiz e o apedrejou. Chegou até mim também uma parte da comunicação da Conferência Episcopal do Paraguai pedindo "perdão pelos pecados da Igreja" católica, numa implícita referência a você.

 

Não posso deixar de me manifestar neste seu caso. Sou impelido a isso pela nossa velha amizade, desde os bons tempos de sua participação nos encontros em São Paulo, no grupo ecumênico e latino americano de bispos. Sou impelido sobretudo pelo que eu conheço da sua trajetória, pelo que eu venho acompanhando e refletindo sobre o grande significado de sua providencial subida à Presidência da República do Paraguai, carregado pelo povo pobre do seu País, tornando esta Nação uma das auspiciosas referências do processo de libertação do nosso Continente.

 

E minha manifestação, depois ter ponderado com alguns irmãos e irmãs, é em primeiro lugar para dar-lhe os parabéns, fazendo eco à declaração do meu amigo e bispo Mons. Mário Melano Medina, seu compatriota, pelo seu ato de "valentia e sinceridade" ao reconhecer a criança. Uno-me também ao bispo metodista emérito Federico Pagura ao expressar-lhe, também em carta aberta, sua solidariedade: "ante tu decisión de hacer públicas tus relaciones com tu compañera, y tu compromisso de assumir plenamente tu responsabilidad de padre". Continue assim, caro Irmão, coerente com a inspiração evangélica, ao testemunhar, com clarividência e humanidade, o inestimável valor do relacionamento entre o homem e a mulher.

 

Os bispos paraguaios fizeram um ato público de pedido de perdão. É salutar que a Igreja o faça sempre. É, aliás, o que a liturgia nos propõe todas as vezes que celebramos a Eucaristia. É verdade que não vi o texto completo desta declaração dos bispos, mas pelo discurso que ouvi do Sr. Arcebispo de Assunção no Te Deum de sua posse como Presidente do Paraguai, receio que este pedido de perdão não se refira às omissões da Igreja com relação aos poderosos da política e ao sofrimento do povo durante os anos de tirania do governo paraguaio.

 

O risco de uma declaração apressada e ingênua da Igreja é de esta declaração se somar com a onda da mídia e com o bloco de forças da elite de oposição que ficam sempre à espreita de qualquer chance de desestabilização do seu governo, mesmo sob a capa do moralismo mais hipócrita.

 

Dou-lhe também os parabéns sobretudo porque o vejo disposto a continuar sua caminhada de luta com seu povo e a enfrentar as dificuldades atuais do seu governo, inclusive esta última. Por tudo isso, caro Amigo, receba a minha plena solidariedade.

 

O Senhor Jesus, que apareceu aos discípulos ressuscitado e chagado, esteja ao seu lado, o acompanhe, o ilumine, o faça sempre forte e corajoso diante destas e de outras dificuldades que certamente advirão na sua caminhada a serviço do seu admirável Povo.

 

Abraço-o com fraterna amizade.

 

Goiânia, 18 de abril de 2009

Dom Tomás Balduino

Bispo emérito de Goiás

 

Dom Tomás Balduino, Bispo Emérito de Goiás – GO, é presidente da Comissão Pastoral da Terra (CPT).

Originalmente publicado na Rede Adital – http://www.adital.com.br/

 

{moscomment}

Comentários   

0 #9 Parabéns a Dom Lugo.Padre Zeferino Pedro Ranzolin 28-05-2009 12:03
Chopinzinho - Pr.
Caro Presidente, Dom Lugo, a sua posição de paternidade deve engrandecer a Igreja Romana. Desejo ao Senhor força e o Deus na Trindade Santa lhe dê a riqueza Espiritual de que tanto precisam arcebispos, bispos e Sacerdotes, sofrendo pela Lei imposta do Celiato.Muito rezarei pelo Senhor e todo o Povo Paraguaio.
Citar
0 #8 Lisa 27-05-2009 05:58
O celibato, é uma de tantas outras questões que a igreja católica precisa repensar, e mais que repensar é promover mudanças, mas eu não acredito que isso venha a acontecer.
Quanto ao Presinte,ele errou diante da igreja católica ou diante de Deus ? Deus é amor, e Ele é quem vai julgar,há que se discutir as questões políticas e o desempenho do Presidente, os feitos dele como político, e não a vida pessoal dele.
Aproveitanto quero, deixar meu cumprimentos e votos de muitas felicidades para o senhor presidente, visto que está chegando seu aniversário!! Parabéns Presidente,mtos anos de vida, sucesso e seja feliz sempreeee!!!
Citar
0 #7 A situação moral de Fernando LugoDomingos Carlos Silva Almeida 03-05-2009 09:48
Gostei da mensagem de Dom Balduíno porque separa os erros de Fernando Lugo em relação ao filho com Viviana e o contexto político do Paraguai. A direita do Paraguai está se aproveitando da situação para derrubar o governo de Lugo. Isso é golpe, moralismo e hipocrisia. Na vida humana, nada é puro. Porém, o bom desse episódio é que o Lugo assumiu a criança. O erro é humano, a persistência não.
Quanto à declaração da Igreja Católica do Paraguai, revela aquilo que sabemos da Igreja em geral: ela impõe o Celibato a pessoas comuns e que têm desejos. A hipocrisia primeira é da Igreja que sempre tolerou padres com filhos (ou pedófilos etc.), mas nunca fez nada para melhorar essa questão dos ministros ordenados. No fundo, a Igreja Católica Paraguaia está condenando o Lugo mais pelo aspecto político do que moral.
A Igreja Católica precisa liberar o casamento para os padres e as freiras e só assim deixar de ser menos hipócrita nesta questão. Desumano é esse celibato que impõe uma regra que vai contra a condição humana, a não ser que ele seja de livre e espontânea vontade do indivíduo.
Citar
0 #6 Carta aberta a Fernando LugoGianfranco Bellinzona 02-05-2009 15:34
Parabens! Talvez de acordo com a Teologia da Libertação, o ex-bispo catolico resolveu primeiramente se libertar a se mesmo: dos Mandamentos, dos preceitos canonicos,e tamben das obrigações civeis da paternidade (registrar o/os filho/os, providenciar assistencia, educação, pensão alimenticia, etc.)
Citar
0 #5 Para os amigos o perdão.JULIO SILVEIRA 02-05-2009 07:20
E assim caminham os homens que fazem as religiões, com a mesma veemência que podem excomungar de acordo com seus conceitos ou pre conceitos, podem tambem santificar.
Os fatores que pesam nas decisões para um ou outro veredito não é tanto convicções, mas mais motivações passionais. Como exemplo de santidade não servem, já que como homens dotados de poder e de verdade que suas religiões lhe conferem, agem como qualquer cidadão desprovido de conteudo e ética fundamentais.
Citar
0 #4 Iluminada manifestação, Dom TomásSilvio Spinella 27-04-2009 07:33
Com sua permissão, Dom Tomás, gostaria de assinar embaixo de suas palavras e de sua assinatura. Elas são iluminadas e iluminadoras versus o obscurantismo da hipocrisia e dos substantivos e adjetivos que a acompanham.
Sim, que "O Senhor Jesus, esteja ao lado de Fernando Lugo, "o acompanhe, o ilumine, o faça sempre forte e corajoso diante destas e de outras dificuldades que certamente advirão na sua caminhada a serviço do seu admirável Povo."
Citar
0 #3 Carta Aberta ao presidente Fernando Lugojoao carlos pompeu 25-04-2009 06:22
Crise profunda dos valores espirituais da Igreja.
Nem tanto o comportamento reincidente do bispo-presidente - humano, demasiado humano -
pois que a carne é fraca. Mas a emenda corporativista, cínica, demagógica de representantes da Igreja, o que fica pior que o soneto à moda paraguaia.
Aos pobres e ignaros de espírito a excomunhão, aos amigos e subalternos do papa o perdão. Difícil saber o que é mais bastardo, se pobres crianças inocentes ou se os poderes políticos de Roma. Igreja de dois pesos e duas medidas. Isso não vai dar certo. Ou se acaba com a hipocrisia do celibato no rito católico ou se coloca Freud, sua libido e seus discípulos no index do tribunal eclesiástico.
Citar
0 #2 Ombridade do presidente Lugomarcos pinto basto 25-04-2009 01:03
O presidente Lugo, mesmo sabendo da tremenda gritaria dos falsos moralistas que iria provocar, teve o comportamento de homem honesto e reconheceu seus filhos sem quaisquer manobras para ocultar o acontecimento.
No Brasil, tivemos o FHC que fez um filho numa jornalista da Globo que foi desterrada para Espanha com salário muito bom e a mídia em geral não noticiou nada.FHC foi muito canalha e continua sendo ainda mais pilantra com este episódio, no entanto, todos apontam os canhões para o presidente Lugo que teve um comportamento muito honesto!
Citar
0 #1 Carta Aberta ao presidente do ParaguaiOsmir José do Nascimento 24-04-2009 11:46
Faltou Dom Tomás citar os outros 04 (quatro!) filhos do Presidente! Pelo menos até agora, a contagem era de quatro filhos! Pelo andar da carruagem, acho que a CNBB paraguaia, terá que criar uma comissão permanente de pedidos de perdão ao Bispo-presidente!
Citar

Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.

Relacionados