topleft
topright
ISSN 1983-697X

Boletim Diário

Email:
Para assinar o boletim de
notícias preencha o
formulário abaixo:
Nome:

Brasil nas Ruas

Confira os artigos sobre manifestações e movimentos sociais no Brasil.

Arquivo - Artigos

Áudios

Correio da Cidadania, rádio Central 3 e Revista Vaidapé fazem “debate autônomo” sobre as eleições  

Leia mais...
Image

Plinio de Arruda

MEMÓRIA

Confira os textos em homenagem a Plinio


Leia Mais

Plinio em Imagens



Confira a vida de Plínio


Charge


Imagem




Artigos por data

 Nov   December 2016   Jan
SMTWTFS
   1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Julianna Walker Willis Technology

Links RSS

Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania

Áudios - Arquivo

Desta vez, os inimigos da Pátria são os quilombolas Imprimir E-mail
Escrito por Henrique Cortez   
Qui, 19 de Fevereiro de 2009
Recomendar

 

Como discutimos no editorial "Ambientalistas, os novos inimigos da Pátria (Quem são os inimigos da Pátria?)", o governo, seus ministros – exceções honrosas -, parlamentares ruralistas, representações empresariais, com o apoio expresso da grande mídia, sempre que podem atacam os ambientalistas, como sempre atacaram os movimentos sociais e populares.

 

A campanha difamatória não perde fôlego e, desta vez, ataca os quilombolas.

 

De acordo com a Agência Estado, o ministro da Ciência e Tecnologia (MCT), Sérgio Rezende, criticou a ‘intransigência’ de quilombolas na região de Alcântara, no Maranhão. Segundo ele, "está havendo uma certa intransigência", disse. Ele manifestou preocupação com a situação, observando que o movimento "tem impedido ou dificultado a evolução do programa espacial". "Temos de ter um diálogo. Nesse momento eles estão impedindo o trabalho que nós estamos procurando fazer", afirmou o ministro, que esteve em Belo Horizonte, onde assinou convênios com o governo de Minas Gerais. "Muitos desses movimentos sociais são liderados por pessoas que até têm outros interesses", disse, sem citar quais seriam essas pretensões.

 

Argumentos semelhantes, pelas mesmas ‘razões’ e igualmente contra os quilombolas, já haviam sido usados pelo ministro Jobim. Segundo a Folha Online o ministro Jobim afirmou que "Da perspectiva do Ministério da Defesa, a área de Alcântara é imprescindível. Ou seja, o Brasil é o único que dispõe, junto com a França, em Kouru (base de lançamentos na Guiana Francesa), de local privilegiadíssimo para o lançamento de satélites. Não podemos abrir mão desse aspecto", afirmou, no Rio.

 

As declarações dos ministros, por si mesmas, demonstram de quem é a intransigência e a falta de diálogo. Ambos demonstram e fazem questão de expressar que o governo quer a área e ponto final.

 

Outra questão são os outros interesses que "têm impedido ou dificultado a evolução do programa espacial". Bem, vamos avaliar um pouco melhor a quem interessaria "sabotar" o nosso programa espacial.

 

É evidente que as agências espaciais e a indústria aeroespacial dos EUA e Europa não devem estar preocupadas conosco, já que estão anos-luz a nossa frente. A China, a Ucrânia e a Índia têm diversas parcerias conosco nesta área e sempre demonstraram vontade de avançar ainda mais.

 

Sobram os nossos vizinhos latino-americanos e, mesmo eles, também não estão preocupados com o nosso programa espacial, principalmente porque todos têm coisas mais importantes e urgentes com que se preocupar.

 

As acusações generalistas de que os movimentos sociais têm outros interesses precisam ser provadas e documentadas. Se não o foram até agora é porque os ‘fatos’ não existem. Se existissem e pudessem ser provadas, alguns ministros não perderiam a oportunidade de criminalizar os que se opõem ao seu desenvolvimentismo.

 

O governo não está percebendo que diversos ministros estão perdendo contato com princípios básicos das democracias modernas, inclusive esquecendo que os governos são transitórios, mas a sociedade não é.

 

Atitudes recheadas de arrogância e soberba, que defendem o princípio de que ‘os fins justificam os meios’, podem ser muito perigosas para a democracia. Não podem e não devem ser permitidas e muito menos estimuladas. O governo deve ficar atento ou vai perder o controle do ‘serpentário’.

 

Na outra ponta da questão, há quem, dentro do governo, queira estimular a reaproximação com os movimentos sociais e populares. Mas fica a pergunta: reaproximar em que? Qual a pauta? Quais as propostas e compromissos?

 

Estes são momentos difíceis e, ao que parece, podem piorar e muito. Mas não precisam piorar.

 

Tenho certeza de que os movimentos sociais e populares continuam abertos ao diálogo e têm tanto amor ao país como qualquer ministro diz ter. Mas, acima de tudo, um diálogo só pode ser construído com respeito.

 

O governo deve explicar aos ministros o que são os movimentos sociais e populares, qual a importância destes movimentos para que este governo fosse possível. Deve ainda explicar que o respeito para com parceiros históricos não pode ser menor do que o respeito para com os aliados de ocasião.

 

A partir daí, o diálogo necessário torna-se possível.

 

Henrique Cortez é coordenador do Ecodebate.

E-mail: henriquecortez(0)ecodebate.com.br

 

Recomendar
 

A publicação deste texto é livre, desde que citada a fonte e o endereço eletrônico da página do Correio da Cidadania




Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.


Vídeos

Índios Munduruku: Tecendo a Resistência

Imagem

Documentário sobre as resistências indígenas às hidrelétricas do Tapajós
Leia mais...

A Ordem na Mídia

Eugênio Bucci: “precisamos de um marco regulatório democrático na comunicação”


Há uma falência nos modelos de negócios refletida nas relações trabalhistas, na concentração de propriedade, formação de monopólios e oligopólios e no aparelhamento por parte de igrejas e partidos. Entrevistamos Eugênio Bucci, jornalista e professor da ECA-USP, que afirmou a necessidade de um marco regulatório democrático para fortalecer a democracia no Brasil.
Leia mais...


Brasil_de_fato
Adital
Image
Image
Banner_observatorio
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Diario Liberdade

Espaço Cult

Image
Image
Revista Forum
Joomla Templates by JoomlaShack Joomla Templates