topleft
topright
ISSN 1983-697X

Boletim Diário

Email:
Para assinar o boletim de
notícias preencha o
formulário abaixo:
Nome:

Brasil nas Ruas

Confira os artigos sobre manifestações e movimentos sociais no Brasil.

Arquivo - Artigos

Áudios

Correio da Cidadania, rádio Central 3 e Revista Vaidapé fazem “debate autônomo” sobre as eleições  

Leia mais...
Image

Plinio de Arruda

MEMÓRIA

Confira os textos em homenagem a Plinio


Leia Mais

Plinio em Imagens



Confira a vida de Plínio


Charge


Imagem




Artigos por data

 Aug   September 2016   Oct
SMTWTFS
   1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
252627282930 
Julianna Walker Willis Technology

Links RSS

Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania

Áudios - Arquivo

Quem vai fechar Guantánamo? Imprimir E-mail
Escrito por Raymundo Araujo Filho   
Terça, 25 de Novembro de 2008
Recomendar

 

Para um veterinário, nada melhor do que ser chamado para atender uma fazenda onde tudo está errado, os animais mal tratados e sem manejo. Qualquer coisa, das mais simples que fizermos, surte um efeito danado. Uma simples vermifugação do gado já é uma benesse. Sal mineral no cocho vale elogios.

 

Obama chega a presidência com os EUA, a meu ver, nestas condições. A de um país todo desorganizado, depreciado, sem saúde física e financeira, com uma imagem internacional das piores possíveis. Tudo errado. Qualquer coisa que fizer, vai surtir um efeito danado.

 

Dizem que chamou a atenção de Uribe Velez quanto aos assassinatos de sindicalistas e que tais na Colômbia, e por agentes do Estado ou com o apoio de. Não sei se tocou na delicada questão da cocaína que, como todos sabem, a família de Uribe, historicamente, faz parte do negócio e os bancos estadunidenses guardam o dinheiro, e o fazem render, para todos (bancos e "clientes").

 

No debate eleitoral, afirmou que tiraria as tropas do Iraque (ou diminuiria muito), pois o foco, a seu ver, deveria ser a caça ao Osama Bin Laden. A julgar o que transmite Michael Moore em seu Farenheit 11/09 e também o filme Zeitgeist, Bin Laden é um aliado de Bush, e não seu adversário. É instrumento, não pedra no sapato. Justificou, com suas ações, todos os atos bélicos de Bush, na verdade atrás de petróleo e de matar quem não lhe faz vassalagem.

 

Em tempo: Bush assinou um acordo para tirar as tropas em três anos. Obama retificará ou apoiará a população do Iraque que se manifestou exigindo a retirada imediata. Pedir ressarcimento pelo estrago e devolução de tesouros culturais e financeiros roubados de lá seria pedir muito, não?

 

Que não invada o Afeganistão para matar Bin Laden e mate inúmeros inocentes, jogando a criança para fora da banheira junto com a água do banho.

 

Mas a questão de Guantánamo, para mim, é emblemática: Todos aqueles que se entregam à simpatia do Barack Obama, projetando-a para a política (como se simpatia fizesse bom governo), estão emocionados com a declaração de que ele deverá fechar a prisão ilegal de Guantánamo. Parece que disse, ou vai ver é "empolgação" minha, que reveria o bloqueio à Cuba.

 

Ora, meus senhores e senhoras: a prisão de Guantánamo já está fechada, moralmente. Fisicamente não resiste um dia após a saída de Bush da Casa Branca, seja qual for o candidato eleito. A Sarah Palin que me perdoe, mas até o McCain teria de fechar aquilo. Não resistiria à primeira campanha internacional. E, em começo de mandato, não iria querer se antipatizar tanto com o mundo.

 

Assim, neste quesito de Guantánamo, Barack Obama não faz nada mais do que a sua obrigação moral, que é fechar a prisão ilegal.

 

Portanto, a única maneira que Obama tem de fechar esta prisão é, além de fechá-la, pedir desculpas ao mundo por seu país ter sido capaz de tolerar esta ignomínia, declarar que os EUA mudarão a sua postura arrogante e imperialista com o mundo, declarar que os EUA não mais irão fazer o papel de "gendarme" do capitalismo, declarar que os EUA promoverão uma vasta distribuição de riquezas e tecnologias e que ....bem deixa pra lá, senão ele vira comunista.

 

Pelo mal que a sociedade dos EUA (e não só os governos) impõe ao mundo, historicamente, é o mínimo que exijo, para começar a conversar e dissipar desconfianças.

 

"Seja realista, exija o impossível". Jacques Lacan e Che Guevara disseram esta frase, não deve ter sido à toa.

 

Raymundo Araujo Filho é médico veterinário homeopata e está cansado de lero-lero.

 

Recomendar
 

A publicação deste texto é livre, desde que citada a fonte e o endereço eletrônico da página do Correio da Cidadania




Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.


Vídeos

A Ordem na Mídia

Eugênio Bucci: “precisamos de um marco regulatório democrático na comunicação”


Há uma falência nos modelos de negócios refletida nas relações trabalhistas, na concentração de propriedade, formação de monopólios e oligopólios e no aparelhamento por parte de igrejas e partidos. Entrevistamos Eugênio Bucci, jornalista e professor da ECA-USP, que afirmou a necessidade de um marco regulatório democrático para fortalecer a democracia no Brasil.
Leia mais...


Brasil_de_fato
Adital
Image
Image
Banner_observatorio
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Diario Liberdade

Espaço Cult

Image
Image
Revista Forum
Joomla Templates by JoomlaShack Joomla Templates