Terra dos Homens, Antoine de Saint Exupéry

0
0
0
s2sdefault

 

Saint Exupéry pilotava aviões nos tempos heróicos da aviação comercial - tempo em que os aviões voavam a mil, dois mil metros e, nos dias de céu limpo, podia-se admirar a paisagem lá em baixo. Foi ele um dos primeiros pilotos da Air France a estabelecer a rota do correio aéreo para a África e a América Latina, enfrentando, com instrumentos rudimentares, as travessias do oceano, Sahara, Patagônia e Cordilheira dos Andes.

 

Pilotando os pequenos aviões na quietude de noites estreladas ou sobrevoando durante horas de um dia interminável a imensidão de desertos e de planícies despovoadas, Saint Exupéry perscrutava agudamente a alma humana. Surge dessa reflexão uma proposta humanista muito peculiar, que entusiasmou muita gente nos anos que se seguiram à Segunda Guerra Mundial.

 

Panes eram comuns nos tempos heróicos da aviação comercial e nem sempre tinham conseqüências fatais. Os aviões eram menores, menos velozes e planavam com facilidade. Porém, escapando da morte na queda do avião, pilotos e mecânicos tinham de lutar pela vida na caminhada em busca de socorro. Terra dos Homens narra vários desses episódios nos quais foram os valores morais que levaram esses homens a fazer enormes sacrifícios e a encontrar insuspeitadas reservas de energia para vencer desertos, neves eternas, hostilidades de beduinos sublevados.

 

livro_terradoshomens_pq.jpgNão se trata, porém, de livro de aventuras ou de explorações. Terra dos Homens é, na verdade, uma amorosa meditação sobre o senso de responsabilidade; o valor do coleguismo, o prazer de uma conversa solta numa roda alegre após um dia duro de trabalho; a emoção de ver o sol se pôr na imensidão do mar, a alegria do aceno da menina aos pilotos que, na rota para o Chile, sobrevoavam um rincão perdido da Patagônia - episódios de um poema em prosa que celebra a natureza, o sentido da vida, a dignidade do trabalhador.

 

Não falta, porém, no humanismo de Saint Exupéry, a condenação enérgica do sistema que "tem jardineiros para fazer lindos jardins, mas não tem jardineiros para cuidar dos homens". Ao passar por um vagão de segunda classe de um trem que levava pobres imigrantes poloneses para trabalhar na França, ele clama: "O que me atormenta, não são nem a magreza famélica nem as costas encurvadas, nem a feitura dessa gente. É ver um pouco, em cada um desses homens, Mozart assassinado".

 

Terra dos Homens: um livro importante, que faz apelo ao melhor que existe dentro de cada um de nós.

 

{moscomment}

Comentários   

0 #14 Wanderley Belarmino da Costa 04-11-2010 12:58
Meu ilustre cunhado, Sr. Lizandro Eneas Sofonoff, mim presenteou com este livro, que jamais esquecerei, principalmente o Sargento Deley, personagem deste livro.
Citar
0 #13 Terra dos Homensedson luiz correa 21-02-2010 15:20
Livro envolvente, que libera o que de melhor o homem deveria guardar de si.Mostra como o amor ao trabalho, torna-se via para outros amores.
Citar
0 #12 Piloto de Helicoptero do Corpo de BombeiEDEMILSON LOPES 05-02-2010 19:04
Sem dúvida a leitura é obrigatória a pilotos que sentem na aviação mais que uma profissão mas uma maneira de ver o mundo de outro angulo. O livro contagia e transporta para o voo nostalgico daquele tempo mágico e misterioso para o aviador.
Citar
0 #11 SOU UM POUCO DELE.....Antonio Figueiredo 12-11-2009 12:03
Já há muito o li e poucos dele me lembro a não ser frases soltas...
"Nenhum bicho conseguiria, mas só um homem sobreviveria..." sobre um acidente de um amigo nos Andes.
"Na beleza de uma criança, frente aos seus pais vi a máquina de entortar homens..." na viagem de trem com imigrantes poloneses.
O livro pode ter se apagado da lembrança, mas certamente fez um pouco maior e melhor a minha alma.
Citar
0 #10 O MAIS BELO LIVRO QUE JÁ LI!Finholdt Fotógrafo 19-10-2009 23:22
Antoine de Saint Exupéry descreve o mundo dos homens com uma sabedoria profunda e doce. Nos maravilha com sua sabedoria aguçada.
Vale demais a pena ler!!!
Citar
0 #9 O MAIS BELO LIVRO QUE JÁ LIFinholdt Fotógrafo 19-10-2009 23:18
Maravilhoso, uma viagem pela vida, pelos paradigmas do homem e pela beleza das palavras doces e profundas de Antoine de Saint Exupéry!
Vale a pena demais!!!
Citar
0 #8 Recomendojosé Irrmo Gonring 23-06-2009 22:36
Estava pensando em um livro para indicar para meu filho,recentemente, e não tive dúvida: \"Terra dos Homens\". Esse livro me ajudou a atravessar o deserto da adolescência. Guardei trechos dele. De alguns ainda me lembro. O episódio do ex-escravo Bark é marcante. Vim procurar na Internet algo sobre o livro, agora que recebo um e-mail de meu filho, que comprou o livro. E acho essa bela resenha e os ótimos comentários. Então resolvi colocar também o meu testemunho.
Citar
0 #7 eu li o livromoacir ferreira dos santos 11-06-2009 20:00
me deliciei lendo este livro que nos faz sonhar sentir a brisa do vento o barulho do velho aviao contemplar as estrelas e ter asas e voar junto com o autor sentindo medo e coragem.
Citar
0 #6 A.Raquel da cunha 17-05-2009 11:50
Na minha juventude li alguns livros de Saint Exupery, todos maravilhosos, principalmente
\'O pequeno Principe\",filósófico, humanista intelectual e profundo.
O que quero, no entanto, é cumprimentar ao Heitor que sempre prima em suas menságens, sejam elas educativas,politícas ou outras.
Parabens, continue trazendo novas inspirações.
Citar
0 #5 arlete 10-08-2008 18:54
Fantástica a leitura, realmente. Li o livro na minha adolescencia, e sempre que releio alguns trechos , os mesmos sentimentos de ternura me envolvem. É quando ouso acreditar que ainda temos \"solução\", apesar de...
Citar

Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.

Relacionados