A Vitória dos Predadores

0
0
0
s2sdefault

 

A saída da Marina significa a vitória dos predadores. Nesse grupo convivem sem nenhum constrangimento Ronaldo Caiado, Dilma Roussef, Delfin Neto e Lula. A visão que essas pessoas têm de desenvolvimento é primitiva e predadora. A técnica, a ciência e o produtivismo - quando não a simples e pura pirataria - são fetiches intocáveis tanto a essa direita como a essa esquerda.

 

Particularmente continuo achando que a Rio-92 será ainda considerada o demarcador de eras na história da humanidade. Foi quando se percebeu que o modelo civilizatório caminhava para o abismo. No início do século XXI evoluíram rapidamente as ciências da Terra, sobretudo as ambientais e a climatologia. A Teoria de Gaia iluminou a relação do ser humano com o planeta no qual vivemos. Temos todos os elementos, inclusive catástrofes como o Katrina e Mianmar, para avaliarmos para qual abismo a humanidade está sendo conduzida. Mas as pessoas acima citadas, embora pareçam tão diferentes em sua gênese pessoal e em suas compreensões, têm exatamente a mesma leitura de mundo.

 

Hoje cientistas como Lovelock sequer aceitam falar em "desenvolvimento sustentável". Já se fala em "retirada sustentável", isto é, a humanidade teria que conscientemente frear seu ímpeto desenvolvimentista para salvar o principal, ou seja, a própria civilização humana. Como esperar essa compreensão do grande capital ou dos cérebros que nos conduzem, inclusive dentro do Brasil?

 

Marina capitulou aos poucos, nos transgênicos, na transposição, na fragilizarão do Ibama. Já teria dito que "perderia o pescoço, mas não o juízo". Então veio a gota d’água que faltava, isto é, um brasileiro com décadas nos Estados Unidos assume o papel de modelar o desenvolvimento da Amazônia.

 

A vitória é dos predadores. Ela é trágica, mas não de Pirro. Esse grupo tem força para nos conduzir ao pior.

 

Roberto Malvezzi (Gogó) é coordenador da CPT.

 

 

{moscomment}

Comentários   

0 #1 Marina Silva se deixou levar pelo CapobiLuiz Felipe do Carmo 18-05-2008 20:18
A Marina deixou e o Capobianco, vulgo"Capo" dividiu o Ibama, criaram o Serviço Florestal, a ANA, agência de águas, a SEAP, Secretaria de Pesca. É melhor dividir para que a maioria não tenha a noção do todo. O Minc uniu tudo no Rio. Será que ele vai unificar de novo o IBAMA ou entrou para ser uma marionete não mãos do agronegócio? Só tempo dirá. Mas a Marina cavou sua própria cova. Trouxe um bando de ONGs pra dentro do MMA que transformaram a questão ambiental em mercado ambiental.
Ela não é muito diferente da Dilma. Não é mesmo!!!!
Citar

Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.

Relacionados