Mídia manipula e sonega informações sobre recentes acontecimentos de Cuba

 

A renúncia de Fidel Castro, com respectivo repasse de suas funções para seu irmão Raúl Castro, já havia batido em cheio no velho apetite da grande mídia em tecer as suas especulações sobre os rumos de Cuba. Até aí, no entanto, somente divagações...

 

Mas e agora, com a efetiva tomada de medidas relativas à propriedade agrícola, à possibilidade de aquisição de artigos eletroeletrônicos e à circulação de residentes pelas áreas turísticas - dentre algumas com maior visibilidade em nossa imprensa -, como têm se posicionado os meios de comunicação?

 

As respostas a este questionamento têm fartamente, e facilmente, enveredado pela conclusão de que, finalmente, os cubanos se deliciam no paraíso do capitalismo. Não é preciso entrar em juízos de valor a respeito dos sistemas capitalista ou socialista para crer que se trata de mais um visão "precipitada" dos fatos.

 

Dormiram miseráveis os cubanos sob o socialismo e acordaram falando ao celular no jardim do éden?

 

A lógica de construção do processo revolucionário na ilha caribenha, mesmo se, hipoteticamente, caminhasse para uma derrocada, não autorizaria uma disjuntiva tão primitiva. E nunca é demais lembrar que a aposta na débâcle da ilha com o fim da União Soviética não se configurou, pelo menos por muitos anos, verdadeira.

 

As análises de Altamiro Borges e Salim Lamrani evidenciam alguns dos bastidores, solenemente ignorados por uma grande parte da imprensa, da complexa realidade cubana.

 

Veja também matéria de Gabriel Brito.

 

{moscomment}

Comentários   

0 #3 Cuba e a mídiaFábio Out 19-05-2008 12:17
Caro Petrönio,sugiro que vc visite as favelas de todas as nossas capitais Rio,São Paulo,BH...o interior do norte e Nordeste,e veja como vc mesmo disse\"sem as lentes da mídia\"quantas pessoas tentam fugir da violência,da fome e etc...e são literalmente proibidas pelo capital. Até quando vamos fingir que essa democracia representativa não passa de uma DITADURA do capital? Patético é ver gente querendo ser imparcial,quando na verdade não existe imparcialidade nem mesmo no silêncio! na verdade este não passa de um defensor do conservadorismo. VIVA CUBA,VIVA FIDEL,VIVA CHÊ e VIVA O SOCIALISMO.
Citar
0 #2 CUBAPetrônio Costa 12-05-2008 18:16
Sugiro que visite o blog Generacion Y de Yoani Sanchez, direto de Havana.

http://desdecuba.com/generaciony/

Leia seus posts e principalmente os comentários e veja, sem a lente da mídia, o que realmente pensa o povo cubano.

No penúltimo post Yoani conta que foi proibida de sair de Cuba para receber um prêmio por seu Blog na Espanha.

No último mostrou um lado de Cuba por mim desconhecido, as pessoas não podem migrar dentro do próprio país. Existem ainda, mesmo dentro de uma ilha, preconceitos regionais.

Até quando vamos fingir que Cuba não passa de uma DITADURA?

É patético ver gente pensando em direita e esquerda para ter uma posição sobre este ou aquele assunto enquanto direitos humanos básicos são violados.
Citar
0 #1 A mídia a serviço do capitalFábio de Souza Luiz 09-05-2008 10:38
Atualmente, acreditar no conteúdo transmitido pela mídia é o mesmo que acreditar em contos de fadas ou algo parecido. Minha descrença com os meios de comunicação é tamanha que hoje em dia nem consigo assistir a um jornal televisivo, talvez por falta de paciência. Me entedia ler ou ouvir os equívicos cometidos por comentaristas políticos que tentam moldar/interpretar a realidade nacional e/ou internacional de forma falaciosa. Minha descrença aumentou ainda mais no dia em que assisti o documentário feito na Venezuela "a revolução não será televisionada".
Não sei, mas a impressão que tenho é que a verdade não importa se ela não der lucro.
Citar

Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.

Relacionados