Existem católicos e católicos

0
0
0
s2sdefault

 

Divulgou-se recentemente o atual número de católicos no mundo: algo em torno de 1,13 bilhão, o que corresponde a cerca de 17% da população mundial. Sabemos, contudo, que há católicos e católicos. Arrisco a classificação de pelo menos quatro tipos.

 

Primeiramente, o famoso católico não-praticante. Milhões de pessoas batizadas, sem grande contato com a religião. Não têm vida sacramental estável, não são contra nem a favor das regras do jogo, porque as desconhecem. Católicos para quem as epístolas foram as irmãs dos apóstolos... Não-praticante do catolicismo, este católico pratica um pouco de tudo, e vai levando. Sua vulnerabilidade espiritual pode levá-lo a aderir a qualquer coisa, até mesmo a movimentos católicos...

 

Temos o não-católico praticante. Aquele que pratica a caridade sem saber que é virtude teologal. Que acredita em Deus sem saber que no Deus Uno e Trino acredita. Atira onde não vê e acerta onde não espera: tem na esperança outra virtude oculta. O não-católico pode seguir outras religiões, pode considerar-se adversário do catolicismo. Talvez seja até melhor, para ele, não saber que é canonizável. Está a salvo da vaidade de querer ser santo. A prática longe da instituição, longe da Igreja, mas perto de Deus.

 

O praticante não-católico é uma aberração interessante. Missa diária, terço diário, confissão semanal, mortificação, Bíblia, conhecimentos teológicos, apologética, liturgia, proselitismo, mas esquecimento do essencial. É capaz de humilhar o irmão, achando que recebeu do Pai autorização para tanto. Beija a mão do papa... e depois abraça o demônio. Despreza o não-praticante, o agnóstico, e fica imaginando como pode Deus ser tão descuidado, deixando hereges e ateus soltos por aí.

 

E há o católico por um triz, desconfiado de sua própria catolicidade. Pratica o que manda a consciência, mantendo um olho no padre e outro na missa. Procura ser menos papa do que o Papa. Basta um. Quer separar o joio do trigo, mesmo que digam ser tudo trigo. Quer descobrir o trigo no meio do joio, mesmo que digam ser tudo joio. Os sacramentos o alimentam, mas está sempre com fome. Reza sabendo que Deus sabe mais.

 

Não sei como o Vaticano vai lidar com esses e outros tipos de católicos. Os números escondem a realidade. Cristo disse: "Sou o caminho". Mas não se tratava de uma rodovia. O caminho no meio do deserto não tem muretas nem semáforos.

 

Gabriel Perissé é doutor em Educação pela USP e escritor – Web Site: http://www.perisse.com.br/

 

{moscomment}

Comentários   

0 #5 Arivoneide catolica amém 11-01-2010 14:21
e os protestantes que se dizem santos, e vive escondendo a sua sujeiras que são muitas a onde fica vc ja reparou que todo protestante e ex . ex de tudo de errado, e ainda ficam julgando o outro querendo ser honesto que hipocrisia, basta nesse falsos. que se dizem crente, tenho pena desse coitados.
Citar
0 #4 OrientaçãoÉder Luis 20-02-2009 09:59
Olá, no decorrer da minha vida eu tive que debitar uma gama enorme de pensamentos limitantes para conseguir me posicionar corretamente no universo. Sou um jovem deficiente que foi praticamente enganado, estorquido, iludibriado,,, por várias seitas religiosas tradicionais e não, elas me forçavam a aceitar o sofrimento e ainda queriam que eu pagasse por isso, más graças a Deus e a física quântica, eu consegui dar a volta por cima. Resolvi divulgar a minha história para que milhares de pessoas que andam em círculos possam saber que é tão simples viver bem e enrriquecer, basta usar a fé inteligente. Se querem saber a minha história completa, como venci a depressão, a síndrome do pânico, o alcoolismo e outros pequenos entraves da vida sem precisar gastar nada com tratamentos e remédios, peçam meu e-book através do
Citar
0 #3 Gabriel Perissé 08-04-2008 14:51
Prezado Gabriel,
parabens pelo excelente artigo. Creio que voce e eu estamos na quarta categoria - o que é mais um elo nesta amizade antiga de dois que nunca se viram mas se encontraram.
Conheço gente de todas as categorias que voce enumerou.
Um grande abraço e o meu reiterado agradecimento pela generosa colaboração que presta ao nosso pequeno mas brioso jornal.
Plinio
Citar
0 #2 Blog do Dr. Valdinar M. de SouzaValdinar Monteiro de Souza 02-04-2008 10:24
Excelente o artigo "Católicos e católicos", não obstante, como membro da Igreja Presbiteriana do Brasil, tenha um conceito de "santo" diferente do conceito que tem o autor pelo que expressa no texto.
Gostei muito do "blog", que acessei agora pela primeira vez. Serei leitor assíduo.
Nota dez!
Citar
0 #1 Antonio Julio 02-04-2008 07:24
E os católicos marxistas? e as católicas pelo direito de decidir? e os católicos humanistas? e os católicos sincretistas? os católicos espíritas? etc...etc...etc...?
Abraços
Citar

Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.

Relacionados