topleft
topright
ISSN 1983-697X

Boletim Diário

Email:
Para assinar o boletim de
notícias preencha o
formulário abaixo:
Nome:

Brasil nas Ruas

Confira os artigos sobre manifestações e movimentos sociais no Brasil.

Arquivo - Artigos

Áudios

Correio da Cidadania, rádio Central 3 e Revista Vaidapé fazem “debate autônomo” sobre as eleições  

Leia mais...
Image

Plinio de Arruda

MEMÓRIA

Confira os textos em homenagem a Plinio


Leia Mais

Plinio em Imagens



Confira a vida de Plínio


Charge


Imagem




Artigos por data

 Nov   December 2016   Jan
SMTWTFS
   1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Julianna Willis Technology

Links RSS

Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania

Áudios - Arquivo

AumentarDiminuirVoltar ao original
Sem trégua Imprimir E-mail
Escrito por Wladimir Pomar   
Sexta, 11 de Janeiro de 2008
Recomendar

 

 

Diante de uma oposição que não dá trégua, e da necessidade imperiosa de realizar o crescimento com redistribuição de renda, os petistas e o governo confrontam-se com problemas teóricos e práticos de certa extensão. A começar pelo fato de que não governam o Estado, mas apenas uma pequena parcela dele.

 

Depois, eles se batem contra a ausência de grandes mobilizações sociais. Estas é que trazem à tona, em geral, e com vigor, os problemas estruturais mais prementes. E são elas que realmente empurrem as forças políticas para encontrar soluções que correspondam às expectativas e necessidades da maioria do povo brasileiro.

 

Esta maioria, por seu lado, ainda parece crer, firmemente, que basta brandir o instrumento do voto para que as forças políticas se sintam pressionadas a apoiar as medidas de cunho popular pretendidas pelo governo. O que leva o PT e o governo a se confrontarem, ainda, com as dificuldades para entender, realizar e explicar as mediações táticas que a desmobilização social lhes impõe, às vezes resvalando por caminhos que parecem levá-los para o lado oposto de sua meta.

 

A situação é de tal ordem que até algo tão democrático quanto os referendos populares e a eleição de uma Assembléia Constituinte tem sido adjetivado de imprudente, aventureiro e populista. A soberania popular está sendo empurrada para o limbo, colocando setores consideráveis do governo e da esquerda na defensiva.

 

Em outras palavras, a oposição, encastelada nos outros poderes do Estado, e também em parte infiltrada no próprio governo, não aceita qualquer forma democrática de luta transformadora, nem medidas que possam colocar em risco sua secular dominação. Tomemos como exemplo a decisão de acelerar o crescimento econômico. Em teoria, a aceleração do crescimento é possível com qualquer rearranjo que se faça no pacto entre os capitais estatais e os capitais privados. A redistribuição da renda, porém, mesmo de forma administrativa e compensatória, depende, e muito, do tipo de arranjo que for pactuado.

 

Portanto, permitir que o governo Lula realize, ao mesmo tempo, o crescimento e a redistribuição de renda, mesmo que beneficiando-se do crescimento, é impensável para vastos setores das classes dominantes. Não só porque podem perder parte de seus lucros presumidos, mas principalmente porque a redistribuição de renda pode fortalecer a base social e política do PT, abrindo condições para um possível fortalecimento desse partido no governo.

 

Num quadro como esse, a tentativa de paralisar o governo vai ocorrer em todos os campos: CPMF, carga tributária, nomeações para postos governamentais e nas estatais, privilégios na produção do biodiesel, para as grandes unidades agroindustriais, em detrimento da economia familiar, e por aí afora. Por mais que o governo Lula faça concessões, a opositores e aliados de ocasião, quase certamente não terá tréguas até 2010. É ver para crer.

 

 

Wladimir Pomar é escritor e analista político.

 

Recomendar
 

A publicação deste texto é livre, desde que citada a fonte e o endereço eletrônico da página do Correio da Cidadania




Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.


Vídeos

Índios Munduruku: Tecendo a Resistência

Imagem

Documentário sobre as resistências indígenas às hidrelétricas do Tapajós
Leia mais...

A Ordem na Mídia

Eugênio Bucci: “precisamos de um marco regulatório democrático na comunicação”


Há uma falência nos modelos de negócios refletida nas relações trabalhistas, na concentração de propriedade, formação de monopólios e oligopólios e no aparelhamento por parte de igrejas e partidos. Entrevistamos Eugênio Bucci, jornalista e professor da ECA-USP, que afirmou a necessidade de um marco regulatório democrático para fortalecer a democracia no Brasil.
Leia mais...


Brasil_de_fato
Adital
Image
Image
Banner_observatorio
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Diario Liberdade

Espaço Cult

Image
Image
Revista Forum
Joomla Templates by JoomlaShack Joomla Templates