Princípio-Terra

0
0
0
s2sdefault

 

 

Nunca se falou tanto da Terra como nos últimos tempos. Parece até que a Terra acaba de ser descoberta. Os seres humanos fizeram um sem número de descobertas, de povos indígenas embrenhados nas florestas remotas, de seres novos da natureza, de terras distantes e de continentes inteiros. Mas, a Terra nunca foi objeto de descoberta. Foi preciso que saíssemos dela e a víssemos a partir de fora, para então descobri-la como Terra e Casa Comum.

Isso ocorreu a partir dos anos 60 com as viagens espaciais. Os astronautas nos revelaram imagens nunca dantes vistas. Usaram expressões patéticas, como "a Terra parece uma árvore de Natal, dependurada no fundo escuro do universo", "ela é belíssima, resplandecente, azul-branca", "ela cabe na palma de minha mão e pode ser encoberta com meu polegar". Outros tiveram sentimentos de veneração e de gratidão e rezaram. Todos voltaram com renovado amor pela boa e velha Terra, nossa Mãe.

 

Esta imagem do globo terrestre visto do espaço exterior, divulgado diariamente pelas televisões do mundo inteiro, suscita em nós sentimento de sacralidade e está criando novo estado de consciência. Na perspectiva dos astronautas, a partir do cosmos, Terra e Humanidade formam uma única entidade. Nós não vivemos apenas sobre a Terra. Somos a própria Terra que sente, pensa, ama,  sonha, venera e cuida.

 

Mas nos últimos tempos se anunciaram graves ameaças que pesam sobre a totalidade de nossa Terra. Os dados publicados a partir de 2 de fevereiro de 2007 culminando em 17 de novembro pelo organismo da ONU Painel Intergovernamental das Mudanças Climáticas, com os impasses recentes em Bali nos dão conta de que já entramos na fase do aquecimento global com mudanças abruptas e irreversíveis. Ele pode variar de 1,4 até 6 graus Celsius, dependendo das regiões terrestres. As mudanças climáticas possuem origem andrópica, quer dizer, tem no ser humano que inaugurou o processo industrialista selvagem, seu principal causador.

 

Se nada for feito, iremos ao encontro do pior e milhões de seres humanos poderão deixar de viver sobre o planeta.

 

Como destruímos irresponsavelmente, devemos agora regenerar urgentemente. A salvação da Terra não cai do céu. Será fruto da nova corresponsabilidade e do renovado cuidado de toda a família humana.

 

Dada esta situação nova, a Terra se tornou, de fato, o obscuro e grande objeto do cuidado e do amor humano. Ela não é o centro físico do universo como pensavam os antigos, mas ela se tornou, nos últimos tempos, o centro afetivo da humanidade. Só temos este planeta para nós. É daqui que contemplamos o inteiro universo. É aqui que trabalhamos, amamos, choramos, esperamos, sonhamos e veneramos. É a partir da Terra que fazemos a grande travessia rumo ao além.

 

Lentamente estamos descobrindo que o valor supremo é assegurar a persistência do planeta Terra e garantir as condições ecológicas e espirituais para que a espécie humana se realize e toda a comunidade de vida se perpetue.

 

Em razão desta nova consciência. falamos do princípio Terra. Ele funda uma nova  radicalidade. Cada saber, cada instituição, cada religião e cada pessoa deve colocar-se esta pergunta: que faço eu para preservar a mátria comum e garantir que tenha futuro, já que ela há 4,3 bilhões de anos está sendo construida e merece continuar a exitir? Porque somos Terra não haverá para nós céu sem Terra.

 

Publicado originalmente na Adital. 

Leonardo Boff é teólogo e professor emérito de ética da UERJ

{moscomment}

Comentários   

0 #5 Princípio TerraMaria Aparecida de Jesus 11-05-2008 12:39
Entristeço ao ver tanto consumo de produtos industrializados principalmente pelas crianças. Bons tempos em que tirávamos o nosso sustento somente da terra. Os seres humanos eram mais éticos e unidos.
Citar
0 #4 quem quer dominar as terrasadenilson 26-02-2008 20:21
sou militante do MST do parana e essa questao das terras esta sempre em nossas discussoes,mas nos devemos fazer uma refrexao mais profunda de quem quer dominar as terras que nos servem para produzir nossos alimentos e o que e piorar com todo o apoio dos governos os estrangeiros estao entrando e dominando nosso territorio.Nesse caso nos estamos de maos atadas e nao podemos fazer nada pois eles tem todo o aparato do estado brasileiro que devia servir parea nos mas serve para defender as multinacionais que vem explorar todo o nossos recursos e inchar as favelas causando mais e mais desenprego e miseria no nosso pais
Citar
0 #3 Justino Cosme 31-01-2008 19:49
As contrários dos demais, eu nunca plantei nenhuma árvore. Contudo estou procurando fazer um pouquinho, evitando consumir e reciclar o que posso. Além de divulgar um pouco sobre a preservaçao da terra.
Citar
0 #2 AFONSO JOSÉ SCARAVELLI 15-01-2008 07:39
Acho prudente e pertinente sairmos do discurso e arregaçarmos as mangas saindo do discurso para a prática. Já separo meu lixo, já plantei várias árvores e gostei da idéia de plantar tantas qtas forem meus anos de vida, sei que estou devendo bastante até chegar à marca de equiparar-se à minha idade. PODEMOS TAMBÉM ADOTAR ALGUMAS, CUIDANDO, ADUBANDO, MOLHANDO, IMPEDINDO PODAS PREDATÓRIAS,ETC.
Citar
0 #1 o q fizemos?Luciano 12-01-2008 02:54
acho muito relevante o texto, porém penso...o autor ja plantou sua árvore? o que tem feito efetivamente para que os fatos citados, sejam revertidos?divulgação? acho muito louvável, porém as pessoas necessitam de ações práticas de incentivo, como uma que recebi do tipo.."plante qtas árvores correspondem a sua idade"...puxa!me parece muito válido e relevante ao tema... eu ja plantei minha pitangueira, meu pé de acerola..., não foi na mata atlantica, mas confesso, embora não tenha plantado as outras 32 árvores que me competem, ã fazer algo prático, de alguma maneira, me faz sentir mais útil a , pelo menos, tentar, de alguma maneira, cooperar....se será válido...?!tento cumprir minha parte...de forma defeituosa...confesso...porém de coração, justamente ao amor q sinto por minha terra,e pela esperança de que possamos , se nao reverter, travar este processo de auto destruição ao q o autor se refere....afinal....estamos vivos! ainda.....
Plante sua árvore..uma q seja.......melhor que nenhuma......
Citar

Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.

Relacionados