Advento do Senhor

Aos meus irmãos e irmãs do São Francisco, do Nordeste e do Brasil

 

Paz e Bem!

 

Sobradinho, 20 de dezembro de 2007

 

“Fortalecei as mãos enfraquecidas e firmai os joelhos debilitados. Dizei às pessoas deprimidas: ‘Criai ânimo, não tenhais medo! Vede, é vosso Deus, é a vingança que vem, é a recompensa de Deus: é Ele que vem para nos salvar’. Então se abrirão os olhos dos cegos e se descerrarão os ouvidos dos surdos. O coxo saltará como um cervo e se desatará a língua dos mudos”. (Isaías 35, 3-6)

 

No dia de ontem completei 36 anos de sacerdócio – 36 anos a serviço dos favelados de Petrópolis (RJ), dos trabalhadores da periferia de São Paulo e do povo dos sertões sem-fim do nordeste brasileiro. Ontem, vimos com desalento os poderosos festejarem a demonstração de subserviência do Judiciário. Ontem, quando minhas forças faltaram, recebi o socorro dos que me acompanham nesses longos e sofridos dias.

 

Mas nossa luta continua e está firmada no fundamento que a tudo sustenta: a fé no Deus da vida e na ação organizada dos pobres. Nossa luta maior é garantir a vida do rio São Francisco e de seu povo, garantir acesso à água e ao verdadeiro desenvolvimento para o conjunto das populações de todo o semi-árido, não só uma parte dele. Isso vale uma vida e sou feliz por me dedicar a esta causa, como parte de minha entrega ao Deus da Vida, à Água Viva que é Jesus e que se dá àqueles que vivem massacrados pelas estruturas que geram a opressão e a morte.

 

Uma de nossas grandes alegrias neste período foi ter visto o povo se levantando e reacendendo em seu coração a consciência da força da união, crianças e jovens cantando cantos de esperança e gritos de ordem com braços erguidos e olhos mirando o futuro que almejamos para o nosso Brasil querido. Um futuro onde todos, todos sem exceção de ninguém, tenham pão para comer, água para beber, terra para trabalhar, dignidade e cidadania.

 

Recebi com amor e respeito a solidariedade de cada um, próximo ou distante. Recebi com alegria a solidariedade de meus irmãos bispos, padres e pastores, que manifestaram de forma tão fraterna a sua compreensão sobre a gravidade do momento que vivemos. Através do seu posicionamento corajoso, a CNBB nos devolveu a esperança de vê-la voltar a ser o que sempre foi em seus tempos áureos: fiel a Jesus e seu Evangelho, uma instituição voltada às grandes causas do Brasil e do seu povo e com uma postura clara e determinada na defesa da dignidade da pessoa humana e de seus direitos inalienáveis, principalmente se posicionando do lado dos pobres e marginalizados desse país.

 

Ouvi com profundo respeito o apelo de meus familiares, amigos e das irmãs e irmãos de luta que me acompanham e que sempre me quiseram vivo e lutando pela vida. Lutando contra a destruição de nossa biodiversidade, de nossos rios, de nossa gente e contra a arrogância dos que querem transformar tudo em mercadoria e moeda de troca. Neste grande mutirão formado a partir de Sobradinho, vivemos um momento ímpar de intensa comunhão e exercício de solidariedade.

 

Depois desses 24 dias encerro meu jejum, mas não a minha luta que é também de vocês, que é nossa. Precisamos ampliar o debate, espalhar a informação verdadeira, fazer crescer nossa mobilização. Até derrotarmos este projeto de morte e conquistarmos o verdadeiro desenvolvimento para o semi-árido e o São Francisco. É por vocês, que lutaram comigo e trilham o mesmo caminho que eu encerro meu jejum. Sei que conto com vocês e vocês contam comigo para continuarmos nossa batalha para que “todos tenham vida e tenham vida em abundância”.

 

 

Dom Luiz Flávio Cappio

{moscomment}

Comentários   

0 #11 Só a luta muda a vidaFlaviano 09-01-2008 12:58
A luta em defesa do semi-arido ganhou um outro significado depois da horosa contribuição do companheiro D. Cappio. Em todo país e por muito tempo servirá de exemplo a sua determinação e compromisso. Exemplo esse que vem em um momento tão difício de descenso das lutas sociais e desilusão! Que a coragem, a firmesa ideológica e o compromisso com os menos favorecidos iluminem novas e cada vez mais amplas iniciativas em defesa do tão combalido povo brasileiro!
Citar
0 #10 Atitude ... a hora é esta.Juliano Buzzo 03-01-2008 11:09
Dom cappio, precisamos muito de profetas como senhor. que sua atitude seja um despertar a todos nos que muitas vezes ficamos calados diante de tanta morte e destruição. Vamos nos unir para que com a voz de todos o mudar esta situação. Obrigado Dom Cappio por sua atitude evangelica lutaremos com você.
Citar
0 #9 viva Dom CappioRenata Lins 02-01-2008 15:44
Viva Dom Cappio e sua luta, que é nossa. Viva o Velho Chico, apesar dos que querem acabar com ele. Viva aqueles a quem ele dá água, fonte de vida. Que o ano novo traga boas novas para nós todos. Que da água dependemos.
Citar
0 #8 A luta continuaLuiz Felipe do Carmo 30-12-2007 12:44
Quem acreditou que o Lula mudaria o país, estava completamente equivocado. Governa para os ricos e dsitribui migalhas aos pobres.
Só uma revolução social poderá mudar as estruturas. Talvez a primeira estrutura a ser rompida deva ser o latifúndio. vamos à luta, D. Cappio. Um dia a liberdade chega e a felicidade para todos também.
Felipe
Citar
0 #7 Obrigado Don LuisNeuro Pereira da Silva 29-12-2007 05:42
Querido Don Luis
Tua atitude Profética
Nos trouxe uma luz e
Nos desafiou a termos
Atitudes mais corajosas
De luta em
Defesa da Verdadeira VIDA!
Citar
0 #6 D. CappioLuiz Paulo Santana 27-12-2007 22:32
Agora, sim, acredito e comemoro: a luta continuará!
Citar
0 #5 coragem humildeAlexandre Matias Silva 27-12-2007 11:49
Impressiona a disposição deste homem, cosnciente de sua fragilidade ao litigar contra toda maquinaria estatal e ainda assim permanecer resoluto.
Quanta inversão de valores, que momento dificil para as "ideologias" de plantão que ontem eram esquerda e hoje não temos a menor idéia do que são.
Citar
0 #4 Bravo!!!Carlos Troyack 25-12-2007 09:26
Bravo D. Cappio! Bravo. Antes de distribuir o pão, precisamos primeiramente dividir as riquezas. "As terras". Fazer reforma agrária é imprescindível.
Citar
0 #3 HOMEM DE CORAGEMClaudia 24-12-2007 19:46
Fico sensibilizada com a sua coragem e tenho certeza que o senhor plantou uma semente, que mais cedo ou mais tarde germinará.
Citar
0 #2 BRASILEIRO DO ANORoberto Morais 24-12-2007 14:58
Espero que sua luta e de tantos outros devotados pela causa da humanidade não seja em vão. Parabens pela sua coragem e exemplo em colocar a própria vida em defesa de todos, inclusive daqueles que almejam destruir o pouco que ainda resta de nossas riquezas naturais. O futuro mostrará a todos que a tua luta era justa. Grande Abraço
Citar

Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.

Relacionados