Reforma da Previdência e uma legião de walking deads

0
0
0
s2sdefault

 

 

 

A reforma da Previdência propõe nada mais que uma contribuição de 50 anos para que a pessoa possa se aposentar. Assim, quem começar a pagar com 20 anos, poderá se aposentar aos 70. Um pouco mais de atraso e passa para 75 ou 80 anos. Claro, as pessoas vão pagar para morrer. A aposentadoria será a do túmulo.

 

A população mais pobre poderá contar ainda com uma jornada de trabalho de 12 horas, conforme também a proposta da reforma trabalhista do governo de plantão, vergonhosamente recuada pelo espanto social que causou.

 

O sistema previdenciário brasileiro é a única solidariedade social organizada que temos. Dele dependem dezenas de milhões de brasileiros diretamente. Portanto, seu desmonte é tornar o país um lugar de caos social.

 

Daqui alguns anos, uma legião de walking deads estará na Avenida Paulista, em frente ao prédio da FIESP, pedindo emprego ao Paulo Skaf. Lá estará o pessoal com Alzheimer, outros com Parkinson, outros com câncer de próstata, outras com câncer de útero ou mama, escorados em bengalas, em cadeira de rodas, esmolando a caridade da classe média e dos capitalistas.

 

Enfim, triunfarão os ideais do golpe de 2016. Nossa mão de obra que já foi de escravos indígenas, depois de escravos negros, depois de assalariados da miséria, será um exército de desvalidos.

 

Leia também:


Reforma Trabalhista: "precisamos do contrário do que está proposto" - entrevista com Edson Carneiro, da Intersindical

 

‘Com Temer, estamos assistindo ao impeachment do processo civilizatório’ – entrevista com o economista Eduardo Fagnani, sobre a Reforma da Previdência

 

“Todos os argumentos em favor da reforma da previdência visam sua privatização e financeirização" – entrevista com a economista Denise Gentil

 

Estamos colhendo, exatamente, os frutos dos 13 anos de petismo no governo federal

 

Roberto Malvezzi atua na Comissão Pastoral da Terra na região do rio São Francisco.

 

 

 

Comentários   

0 #1 RE: Reforma da Previdência e uma legião de walking deadsVivi Costa 12-10-2016 16:15
Quanto pessimismo!!!! Hoje as pessoas estão vivendo mais e não é pq estarão com 80 anos que ficarão doentes ou velhos gagás, pelo amooooor! Pode acontecer, mas não é uma regra! E outra, tenho certeza que se esses idosos forem atrás do Skaf, ele os ajudará! Vamos pensar mais positivo, eu hein... tudo é motivo de mimimi...
Citar

Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.

Relacionados