topleft
topright
ISSN 1983-697X

Boletim Diário

Email:
Para assinar o boletim de
notícias preencha o
formulário abaixo:
Nome:

Brasil nas Ruas

Confira os artigos sobre manifestações e movimentos sociais no Brasil.

Arquivo - Artigos

Áudios

Correio da Cidadania, rádio Central 3 e Revista Vaidapé fazem “debate autônomo” sobre as eleições  

Leia mais...
Image

Plinio de Arruda

MEMÓRIA

Confira os textos em homenagem a Plinio


Leia Mais

Plinio em Imagens



Confira a vida de Plínio


Charge


Imagem




Artigos por data

 Nov   December 2016   Jan
SMTWTFS
   1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Julianna Walker Willis Technology

Links RSS

Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania

Áudios - Arquivo

AumentarDiminuirVoltar ao original
Minha fé no ser supremo Imprimir E-mail
Escrito por Frei Betto   
Sexta, 20 de Maio de 2016
Recomendar

 

 

 

 

Minha fé cristã tem paralelo com a história das ideias. Criança, eu acolhia como óbvio que Deus criara a árvore, assim como todas as coisas existentes.

 

Depois, passei a crer que Ele fizera não a árvore, e sim a semente, da qual brotou a árvore. Adão e Eva são apenas figuras emblemáticas para atestar que somos todos filhos e filhas de Deus. Deixei de ser criacionista.

 

Adão significa, em hebraico, terra; Eva, vida. O autor bíblico quis sinalizar que a vida veio da terra, confirma hoje a ciência. Descartei, portanto, a convicção embutida no criacionismo de que somos todos filhos e filhas do incesto materno, já que Adão e Eva tiveram dois filhos homens...

 

Sei, hoje, que a semente é o ovo primordial que deu origem ao Big Bang. Ali, naquele miolo de densíssima energia, estava contida toda a Criação. Aderi ao Deus de Aristóteles, a causa primeira. E aprendi com Santo Agostinho que Deus nos legou dois livros: a natureza e a Bíblia. O segundo nos faz entender o primeiro. Hoje, o papa Francisco vai mais longe e afirma, na encíclica Laudato Si, que a natureza também é fonte de revelação divina (85).

 

Do Deus Providencial passei pelo Deus Artífice e, afinal, cheguei ao Deus Amoroso. Para tanto, atravessei um estágio ateu. Deixei de crer no Deus “lá em cima”, o Deus que regula sincronicamente os movimentos do Universo. Este Deus se apagou da minha fé na medida em que me aproximei de Jesus.

 

Antes, eu tinha Jesus na conta do Filho que o Pai enviara para redimir o pecado do mundo. Pobre Filho, destinado a lavar com o seu sangue inocente os nossos pecados! Que Deus é este, que aplaca a ofensa sofrida ao ver o Filho dependurado na cruz diante da dor incomensurável de Maria, sua mãe?

 

A equação se inverteu em minha cabeça. Jesus é quem me revela Deus. Agora, subo da Terra para o Céu, do humano para o divino, do Filho para o Pai/Mãe. Não creio senão no Deus de Jesus. E para mim nada significa ter fé em Jesus. Busco ter a fé de Jesus.

 

Assim, chego ao estágio atual de minha crença. Na fé de Jesus o ser supremo não era Deus, com quem ele tinha relações de familiaridade amorosa. Era o ser humano. Jesus acreditava que o ser humano é imagem e semelhança de Deus. Este só pode ser adorado, servido e amado no ser humano.

 

Por isso, toda ofensa ao ser humano é uma ofensa a Deus. Todo preconceito, toda discriminação ou segregação é rejeitar Deus. Toda injustiça cometida contra o ser humano é uma profanação do templo vivo de Deus.

 

O amor, como mandamento maior, não é uma questão de sentimento, devoção ou piedade. É uma questão de justiça, solidariedade e partilha. Toda religião, portanto, se resume em cuidar do ser humano e da natureza como seres sagrados. E toda espiritualidade consiste em deixar que o Espírito quebre as resistências de nosso egoísmo e nos mova na direção do ser supremo e de seu contorno ambiental, de modo a fazê-los transcender da injustiça à justiça, da opressão à libertação, da dor à felicidade, da morte à vida.

 

 

 

Frei Betto é escritor, autor de “Um homem chamado Jesus” (Rocco), entre outros livros.

 

 

 

Recomendar
 

A publicação deste texto é livre, desde que citada a fonte e o endereço eletrônico da página do Correio da Cidadania




Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.


Vídeos

Índios Munduruku: Tecendo a Resistência

Imagem

Documentário sobre as resistências indígenas às hidrelétricas do Tapajós
Leia mais...

A Ordem na Mídia

Eugênio Bucci: “precisamos de um marco regulatório democrático na comunicação”


Há uma falência nos modelos de negócios refletida nas relações trabalhistas, na concentração de propriedade, formação de monopólios e oligopólios e no aparelhamento por parte de igrejas e partidos. Entrevistamos Eugênio Bucci, jornalista e professor da ECA-USP, que afirmou a necessidade de um marco regulatório democrático para fortalecer a democracia no Brasil.
Leia mais...


Brasil_de_fato
Adital
Image
Image
Banner_observatorio
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Diario Liberdade

Espaço Cult

Image
Image
Revista Forum
Joomla Templates by JoomlaShack Joomla Templates