topleft
topright
ISSN 1983-697X

Boletim Diário

Email:
Para assinar o boletim de
notícias preencha o
formulário abaixo:
Nome:

Brasil nas Ruas

Confira os artigos sobre manifestações e movimentos sociais no Brasil.

Arquivo - Artigos

Áudios

Correio da Cidadania, rádio Central 3 e Revista Vaidapé fazem “debate autônomo” sobre as eleições  

Leia mais...
Image

Plinio de Arruda

MEMÓRIA

Confira os textos em homenagem a Plinio


Leia Mais

Plinio em Imagens



Confira a vida de Plínio


Charge


Imagem




Artigos por data

 Nov   December 2016   Jan
SMTWTFS
   1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Julianna Walker Willis Technology

Links RSS

Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania

Áudios - Arquivo

Edição 978 – 14/09/2015 a 20/09/2015
Arquivos do Correio
Sexta, 18 de Setembro de 2015
Recomendar

 

 

“A esquerda europeia representada pelos partidos reformistas e revisionistas está acabada”

Por Achille Lollo, de Roma, para o Correio da Cidadania

 

alt

A crise sistêmica ocasionou nos países da União Europeia situações econômicas anacrônicas e paradoxais do ponto de vista político, ao ponto que muitos partidos da chamada esquerda europeia e afiliados à Internacional Socialista, depois de terem se deslumbrado com as salas do Poder, se comportam da mesma forma que os partidos de direita ou de centro-direita. É sobre esso e muitos outros aspectos que entrevistamos Luciano Vasapollo, economista e professor da Universidade La Sapienza, em Roma, em entrevista que será apresentada em duas partes.

 


 

Jogos ocultos em torno do governo Dilma

Por Guilherme C. Delgado

 

alt

Há dois fatos públicos, relacionadas ao direito social do trabalho livre e do acesso a alimentos saudáveis e seguros, conquanto fortemente apoiados em argumentos éticos, técnicos e jurídicos, que não passam pelo crivo político da base ruralista do governo. Aparentemente, o Ministério da Saúde pode sofrer os mesmos bloqueios normativos, a exemplo do revelado no caso do INCRA-MDA, porque de orçamento já sofrem de longa data. O governo Dilma revela-se totalmente refém neste, como em inúmeros outros casos da sua (in)governabilidade.

 


 

POLÍTICA

 

Sugestões para um projeto nacional

Por Wladimir Pomar

 

É nas cidades que vivem hoje mais de 84% da população, em grande parte massacrada por transportes precários, moradias de risco, ausência de saneamento básico, abastecimento irregular de água e energia, arborização insuficiente, insignificância de parques públicos e instalações educacionais, de saúde e de serviços. A política de reforma da infraestrutura urbana pode e deve ser, assim, uma indutora da política industrial, já que demandará equipamentos manufaturados de diferentes tipos.

 


 

Parece que foi ontem

Por Milton Temer

 

Foi uma campanha extraordinária, nunca repetida pelos partidecos que surgiram após. Precedentes, possivelmente, só na campanha que reorganizou o PCB após derrota do nazi-fascismo na II Guerra Mundial. Foi uma campanha, enfim, que fervilhava nas ruas e praças das grandes capitais, com oradores fazendo discursos permanentes para as filas que se formavam diante de banquinhas improvisadas, por aqueles que queriam ajudar a fundar o “partido da Heloisa”.

 


 

Bordel virtual

Por Frei Betto

 

O mundo seria bem melhor se todos nós estivéssemos convencidos de que a solidariedade é a melhor receita para fazer bem ao próximo, e também a si mesmo. O Ashley Madison faturou bilhões de dólares em cima das fantasias libidinosas de 33 milhões de usuários. Recursos que poderiam ter sido canalizados para boas causas.

 


 

342 aristocratas para cassar 54,5 milhões de plebeus

Por Roberto Malvezzi (Gogó)

 

Se vivêssemos em uma democracia, valeria o voto dos plebeus, ou a vontade de os 54,5 milhões de eleitores que escolheram seu candidato nas eleições. Mas nas aristocracias o voto da plebe não tem valor. Então, importam os dados do DataFolha sobre a popularidade atual da presidente.

 


 

SOCIAL

 

“Não vamos deixar o agronegócio tomar o nosso país”

Por Tiago Miotto

 

Por um lado, o governo Dilma – o que menos demarcou terras desde a redemocratização – mantém as demarcações paralisadas. Por outro, a bancada ruralista avança com as tentativas de retirada de direitos dos povos indígenas, vistos como limitadores da expansão das fronteiras agrícolas. Babau Tupinambá, uma das lideranças ativas nesse processo de retomada, concedeu a entrevista a seguir ao Jornalismo B, em que comenta alguns dos desdobramentos do acampamento que reuniu mais de 1500 indígenas de todo o Brasil durante quatro dias na Esplanada dos Ministérios.

 


 

INTERNACIONAL

 

Refugiados: toda a miséria do mundo

Por Daniel Gatti

 

Que imagem escolher para mostrar o tremendo drama que se está vivendo agora mesmo na Europa? A do menino sírio morto em um praia turca? A de uma mãe, também síria, agarrada ao seu bebê na plataforma de um trem em Budapeste, negando-se a ir a um campo ao qual policiais húngaros a conduzem? Ou essa outra dos corpos flutuando em círculo no Mediterrâneo? O cru ou o sugerido? A foto bebê morte é mais forte do que a das roupas expostas das outras 11 pessoas que se afogaram com ele?

 


 

ECONOMIA

 

Fuga de capitais: riscos e ameaças

Por Fernando D´Angelo

 

Nesse cenário, o mercado financeiro recorrentemente ameaça o governo com uma possível e avassaladora retirada de capitais, que pode levar a uma crise do balanço de pagamentos e a uma crise econômica de grandes proporções, vide a constante ameaça de retirada do grau de investimento pelas agências de rating. O caminho escolhido pelo PT, ao que tudo indica, do pragmatismo imediatista, em nada contribui para mudar a situação de dependência. Pelo contrário, contribui para continuar a reforçar e agravar a dependência da economia brasileira.

 


 

Reflexões sobre o programa de desinvestimentos da Petrobrás

Por Ricardo Maranhão

 

Entendo não haver momento mais inoportuno para a venda de ativos. Crise econômica mundial. Recessão e inflação no Brasil. Preços do petróleo deprimidos, enfraquecimento do real, desvalorizando os ativos. Compradores, conhecendo as dificuldades da Companhia, procurarão tirar proveito desta situação. Desejando o Governo Federal subsidiar o consumo de derivados ou fazer política econômica, que o faça com recursos do Tesouro e não sacrificando a nossa maior empresa, com gravíssimas consequências para a economia do país.

 


 

Recomendar
 

A publicação deste texto é livre, desde que citada a fonte e o endereço eletrônico da página do Correio da Cidadania




Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.


Vídeos

Índios Munduruku: Tecendo a Resistência

Imagem

Documentário sobre as resistências indígenas às hidrelétricas do Tapajós
Leia mais...

A Ordem na Mídia

Eugênio Bucci: “precisamos de um marco regulatório democrático na comunicação”


Há uma falência nos modelos de negócios refletida nas relações trabalhistas, na concentração de propriedade, formação de monopólios e oligopólios e no aparelhamento por parte de igrejas e partidos. Entrevistamos Eugênio Bucci, jornalista e professor da ECA-USP, que afirmou a necessidade de um marco regulatório democrático para fortalecer a democracia no Brasil.
Leia mais...


Brasil_de_fato
Adital
Image
Image
Banner_observatorio
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Diario Liberdade

Espaço Cult

Image
Image
Revista Forum
Joomla Templates by JoomlaShack Joomla Templates