topleft
topright
ISSN 1983-697X

Boletim Diário

Email:
Para assinar o boletim de
notícias preencha o
formulário abaixo:
Nome:

Brasil nas Ruas

Confira os artigos sobre manifestações e movimentos sociais no Brasil.

Arquivo - Artigos

Áudios

Correio da Cidadania, rádio Central 3 e Revista Vaidapé fazem “debate autônomo” sobre as eleições  

Leia mais...
Image

Plinio de Arruda

MEMÓRIA

Confira os textos em homenagem a Plinio


Leia Mais

Plinio em Imagens



Confira a vida de Plínio


Charge


Imagem




Artigos por data

 Nov   December 2016   Jan
SMTWTFS
   1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Julianna Walker Willis Technology

Links RSS

Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania

Áudios - Arquivo

AumentarDiminuirVoltar ao original
Chapeuzinho e o lobo – fábula brasileira Imprimir E-mail
Escrito por Frei Betto   
Terça, 10 de Março de 2015
Recomendar

 

 

 

Chapeuzinho Vermelho caminhava feliz pela estrada afora, rumo à casa da vovozinha. A menina levava, na cestinha, três presentes: direitos dos pobres, ética na política e reformas de estruturas.

 

O lobo cercava Chapeuzinho por todos os lados e proclamava que, se a menina alcançasse a casa da vovó e se tornasse rainha da floresta, milhares de donos de feudos deixariam o país.

 

Após várias tentativas de ocupar o trono da floresta, Chapeuzinho prometeu, em carta, não incomodar os donos dos feudos. Assim, conseguiu alcançar a casa da vovó.

 

Para assegurar sua permanência na casa, Chapeuzinho fez aliança com o lobo. Admitiu que, afinal, ele não era tão mau assim. E sem ele não poderia governar a floresta.

 

Com o tempo, o lobo se deu conta de que andava mais alijado do que aliado, pois não era chamado a dividir o poder com Chapeuzinho. Passou, então, a preparar armadilhas para a menina. Recusou-se a aceitar as ordens dadas por ela. Ocupou grande parte do quintal da casa da vovozinha. Aprovou medidas capazes de reduzir o poder de Chapeuzinho. E conseguiu o apoio  de todos os bichos da floresta inimigos da menina que se vestia de vermelho.

 

Chapeuzinho, que andava com as contas da casa atrapalhadas, decidiu promover um ajuste. Sem, contudo, incomodar os donos dos feudos. Reduziria os benefícios dos camponeses e aumentaria os impostos.

 

O lobo resolveu preparar o bote ao ver Chapeuzinho enfraquecida, cercada de atoleiros por todos os lados, o cofrinho vazio e sem o apoio dos habitantes da floresta. Mas não queria comê-la de uma bocada só, como propunham as bruxas. E sim como se toma sopa quente: pelas beiradas. Aos poucos. Até ocupar a cobiçada casa da vovozinha antes que seus concorrentes o fizessem.

 

Frei Betto é escritor, autor do romance policial “Hotel Brasil” (Rocco), entre outros livros. Página e Twitter do autor: http://www.freibetto.org/;    twitter:@freibetto.

Recomendar
Última atualização em Terça, 17 de Março de 2015
 

A publicação deste texto é livre, desde que citada a fonte e o endereço eletrônico da página do Correio da Cidadania




Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.


Vídeos

Índios Munduruku: Tecendo a Resistência

Imagem

Documentário sobre as resistências indígenas às hidrelétricas do Tapajós
Leia mais...

A Ordem na Mídia

Eugênio Bucci: “precisamos de um marco regulatório democrático na comunicação”


Há uma falência nos modelos de negócios refletida nas relações trabalhistas, na concentração de propriedade, formação de monopólios e oligopólios e no aparelhamento por parte de igrejas e partidos. Entrevistamos Eugênio Bucci, jornalista e professor da ECA-USP, que afirmou a necessidade de um marco regulatório democrático para fortalecer a democracia no Brasil.
Leia mais...


Brasil_de_fato
Adital
Image
Image
Banner_observatorio
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Diario Liberdade

Espaço Cult

Image
Image
Revista Forum
Joomla Templates by JoomlaShack Joomla Templates