topleft
topright
ISSN 1983-697X

Boletim Diário

Email:
Para assinar o boletim de
notícias preencha o
formulário abaixo:
Nome:

Brasil nas Ruas

Confira os artigos sobre manifestações e movimentos sociais no Brasil.

Arquivo - Artigos

Áudios

Correio da Cidadania, rádio Central 3 e Revista Vaidapé fazem “debate autônomo” sobre as eleições  

Leia mais...
Image

Plinio de Arruda

MEMÓRIA

Confira os textos em homenagem a Plinio


Leia Mais

Plinio em Imagens



Confira a vida de Plínio


Charge


Imagem




Artigos por data

 Nov   December 2016   Jan
SMTWTFS
   1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Julianna Willis Technology

Links RSS

Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania

Áudios - Arquivo

Edição 947 - 09/02/2015 a 15/02/2015
Arquivos do Correio
Qui, 19 de Fevereiro de 2015
Recomendar

 

EDITORIAL


Rendição

 

O cidadão e eleitor brasileiro tem profundos e fartos motivos para se estupefar a cada novo dia. Até mesmo aqueles que jamais acreditaram nas pífias promessas eleitorais da campanha petista. Enquanto isso, a trajetória do Syriza na Grécia é uma evidência de que é possível vencer uma eleição sem ‘carta ao povo grego’.

 

 

 


 

 

DA REDAÇÃO


‘Agentes externos, internos, mídia e setor financeiro querem abocanhar a Petrobras’

Por Gabriel Brito e Valéria Nader

 

Imagem

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sob ventos recessivos, o Brasil vive sob intensa carnificina capitalista, com grandes empresas nacionais e transnacionais disputando os principais financiamentos e direções dos projetos desenvolvimentistas. Tal como analisado por este Correio já há algum tempo, estamos diante de “disputas intercapitalistas” entre variados e pujantes setores, o que, obviamente, não poderia deixar o petróleo e a Petrobrás de fora. Essa é a discussão que se faz na entrevista com Felipe Coutinho, novo presidente da Associação dos Engenheiros da Petrobras (Aepet), para além do viciado noticiário policial em torno da empresa.

 

 


 

 

Novo Congresso: ‘ou os setores populares se mobilizam ou viveremos graves retrocessos’

Por Gabriel Brito e Valéria Nader


Imagem

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“A eleição de Eduardo Cunha (PMDB/RJ) para a presidência da Câmara é a vitória da política como negócio, do clientelismo como método de conquistar mandatos, da cristalização dos interesses das grandes corporações sobre o sistema partidário nacional. Abre-se uma quadra em que ou os setores populares se mobilizam ou viveremos graves retrocessos”, analisou o deputado federal Chico Alencar (PSOL-RJ), que concorreu ao cargo, em entrevista ao Correio da Cidadania.

 

 

 


 

 

POLÍTICA


Entregando os dedos para salvar os anéis

Por Leo Lince

 

O desconforto e a apreensão dos prejudicados e a voracidade armada e eufórica dos beneficiários não deixam margem para dúvidas sobre o sentido geral das medidas anunciadas. A escolha do Ministro da Fazenda, entre todos o mais ortodoxo e fiscalista, define os rumos do novo governo. O mundo da alta finança, que já abocanhava quase metade daquela "torta" do nosso orçamento comida pelos juros da dívida, agora vai tomar conta da torta inteira. Os economistas de banco estão com a carta branca, a faca e o queijo, o Tesouro e a tesoura nas mãos.

 

 


 

 

Dorothy Stang, vítima do latifúndio

Por Frei Betto

 

Outros assassinatos ocorrerão se o governo não promover a reforma agrária e defender os direitos de índios, quilombolas, atingidos por barragens, posseiros e sem-terra.

 

 

 


 

 

Em defesa da Petrobrás

Por Abelardo Rosa Santos

 

A Petrobrás nada fez! A Petrobrás É VÍTIMA! Ela é que foi roubada, desviada de seus objetivos, transformada na “vaca leiteira” de agentes corruptos e políticos de mau caráter! PUNAM-SE OS CORRUPTOS E OS CORRUPTORES!

 

 

 


 

 

O rumo do retrocesso

Por Wladimir Pomar

 

Sem qualquer pudor, FHC quer “redesenhar a rota do país”, com “mudanças no governo”. Haveria “um grito parado no ar, um sentimento difuso, mas que está presente”, cabendo “às oposições expressá-lo e dar-lhe consequências políticas”.

 

 

 


 

 

Desafios à educação escolar

Por Frei Betto

 

A escola é, sim, um espaço político. Se não tiver clareza de seu projeto político pedagógico, corre o risco de se transformar em mero balcão de negócios para diplomar competidores avessos à ética e aos direitos humanos.

 

 

 


 

 

SOCIAL


São Paulo: mitos e verdades sobre o Parque Augusta

Por Raquel Rolnik

 

Centro da cidade pode ter, quase sem custos, quarteirão de Mata Atlântica aberto ao público. Luta pela área expressa novo ativismo. Construtoras resistem, mas é possível enfrentá-las.

 

 

 


 

 

Quando a execução sumária é legitimada como gol de placa

Por Cidinha da Silva

 

A sobrevivência de jovens negros está em jogo diante da construção racista do suspeito preferencial. Isso já é inadmissível. Mais temerário ainda é que um governante venha a público legitimar a matança como “gols de placa”.

 

 

 


 


Declaração Final do Encontro Mundial dos Movimentos Populares (2)

Por Frei Marcos Sassatelli

 

Neste artigo continuo a apresentação - sempre com alguns comentários - da “Carta dos Excluídos aos Excluídos”.

 

 

 


 

 

INTERNACIONAL


O que ninguém contará sobre Auschwitz

Por Miguel Angel Rodriguez Arias

 

É inaceitável que seja permitido esquecer que Auschwitz foi o maior campo de trabalho forçado da Alemanha nazi. E que Auschwitz foi também “IG Auschwitz”. Filial de IG Farben, o grande cartel empresarial do momento, formado pelas empresas Bayer, HOECHST e BASF.

 

 

 


 


TTIP: a maracutaia geopolítica dos EUA para avassalar a União Europeia

Por Achille Lollo

 

É evidente que as “regras do livre mercado estadunidense” que Barack Obama quer exportar aos países da União Europeia com o TTIP, na realidade, são uma grande maracutaia metodológica. Hoje, a “excelência” do capitalismo mundial pretende nos obrigar a conviver com o rebaixamento dos padrões de qualidade, mesmo se isso implica mais riscos para a saúde e a conservação do ambiente. Querem anular os últimos direitos trabalhistas e nos submeter ao falso sonho de um mercado que resolve todos os problemas e pretende substituir a democracia.

 

 

 


 

 

ECONOMIA


Petróleo e ataque ao Estado brasileiro

Por Paulo Metri

 

Obviamente, todos os corruptos do escândalo da Petrobrás devem ser julgados com as provas conseguidas, mas é primordial não se cair na manipulação da mídia para entregar o Pré-Sal.

 

 

 


 


Quatro crises simultâneas e profundas significam a exaustão do modelo econômico

Por Guilherme C. Delgado

 

No último quadriênio, manifestaram-se evidências da exaustão desse ‘modelo’, mas foi preciso que em 2015 se evidenciassem quatro crises simultâneas – do sistema Petrobras, do sistema hídrico (água para consumo urbano e para produção hidroelétrica), da reversão dos preços externos das ‘commodities’ (petróleo, ferro, açúcar, soja, milho, carnes etc.) e da forte deficiência nas finanças públicas -  para que caísse a ficha de que precisamos repensar estruturalmente o ‘nacional-desenvolvimentismo primário-exportador’.

 

 

 


 

CULTURA E ESPORTE


‘Há uma proliferação de blocos de carnaval em São Paulo, mas falta chegar mais na periferia’

Por Gabriel Brito, da Redação

 

Conversamos com Selito SD, um dos animadores do Cordão da Mentira, bloco de carnaval que tem suas marchinhas voltadas a temas relacionados à memória da ditadura militar. Apesar de se tratar de uma festa, a entrevista destacou que o carnaval de rua e a apropriação do espaço público não deixam de estar relacionados à política, ainda mais numa cidade como São Paulo.

 

 


 

Recomendar
Última atualização em Qui, 19 de Fevereiro de 2015
 

A publicação deste texto é livre, desde que citada a fonte e o endereço eletrônico da página do Correio da Cidadania




Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.


Vídeos

Índios Munduruku: Tecendo a Resistência

Imagem

Documentário sobre as resistências indígenas às hidrelétricas do Tapajós
Leia mais...

A Ordem na Mídia

Eugênio Bucci: “precisamos de um marco regulatório democrático na comunicação”


Há uma falência nos modelos de negócios refletida nas relações trabalhistas, na concentração de propriedade, formação de monopólios e oligopólios e no aparelhamento por parte de igrejas e partidos. Entrevistamos Eugênio Bucci, jornalista e professor da ECA-USP, que afirmou a necessidade de um marco regulatório democrático para fortalecer a democracia no Brasil.
Leia mais...


Brasil_de_fato
Adital
Image
Image
Banner_observatorio
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Diario Liberdade

Espaço Cult

Image
Image
Revista Forum
Joomla Templates by JoomlaShack Joomla Templates