topleft
topright
ISSN 1983-697X

Boletim Diário

Email:
Para assinar o boletim de
notícias preencha o
formulário abaixo:
Nome:

Brasil nas Ruas

Confira os artigos sobre manifestações e movimentos sociais no Brasil.

Arquivo - Artigos

Áudios

Correio da Cidadania, rádio Central 3 e Revista Vaidapé fazem “debate autônomo” sobre as eleições  

Leia mais...
Image

Plinio de Arruda

MEMÓRIA

Confira os textos em homenagem a Plinio


Leia Mais

Plinio em Imagens



Confira a vida de Plínio


Charge


Imagem




Artigos por data

 Nov   December 2016   Jan
SMTWTFS
   1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Julianna Walker Willis Technology

Links RSS

Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania

Áudios - Arquivo

Edição 935 - 10/11/2014 a 16/11/2014
Arquivos do Correio
Segunda, 17 de Novembro de 2014
Recomendar

 

 

Entre a cheia e o vazio: o que se mostra e o que é escondido em torno do Complexo Madeira

Luis Fernando Novoa Garzon

 

alt

 

O documentário “Entre a Cheia e o Vazio” é um recorte de uma batalha de sentidos em torno dos efeitos de larga escala produzidos pelas Usinas Hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau, no rio Madeira, o afluente mais caudaloso do Amazonas. Batalha que se intensificou com a chamada “cheia histórica” de 2014, que prossegue nesse exato momento em que estudos preliminares indicam que os elevados níveis de assoreamento do rio podem resultar, em 2015, numa cheia de proporções similares.

 


 

Crise hídrica de São Paulo passa pelo agronegócio, desperdício e privatização da água

Gabriel Brito e Paulo Silva Junior, da Redação

 

alt

 

O racionamento de água em São Paulo já se mostra como uma possibilidade líquida e certa. Resta saber até quando políticos ganharão tempo para escondê-la ou se a população agirá, a ponto de, quem sabe, se repetirem as chamadas ‘guerras da água’. Marzeni Pereira, tecnólogo em saneamento da Sabesp, em entrevista ao Correio da Cidadania, elenca uma série de razões históricas, desde as locais até as mais sistêmicas e abrangentes, que levaram São Paulo à atual crise hídrica, cujas consequências ainda não foram quantificadas.

 


 

POLÍTICA

 

Presidenta Dilma, não recue!

Frei Marcos Sassatelli

 

Vamos ocupar as ruas e praças do país! Vamos ocupar o Congresso e exigir (não pedir) a imediata convocação do Plebiscito por uma Assembleia Constituinte Soberana e Exclusiva do Sistema Político.

 


 

País dividido?

Adriano Benayon

 

Apesar de o PT não representar resistência séria à intensificação do modelo dependente, a retórica e os clichês do PT e sobre ele oferecem campo fértil ao império anglo-americano, para pressionar a presidente e intensificar as ações para a sua desestabilização.

 


 

Política, manifestações e o pensamento conservador no Brasil (2)

Sérgio Botton Barcellos

 

Muitas vezes, sem perceber ou refletir, como forma de autoafirmação, reproduzimos o grupo que estimula a banalização e naturalização de toda uma cultura que milenarmente oprimiu e subjugou diferentes grupos sociais.

 


 

Qual será a política econômica do segundo mandato?

Guilherme C. Delgado

 

Os indicadores empíricos de crescimento, dependência externa, distribuição de renda e inflação, relativamente deteriorados no último quadriênio, expressam também a mudança do ciclo econômico externo. O recado das urnas foi claro no sentido de não retroceder no campo distributivo. Mas qual será a resposta racional e ética da política econômica e social para enfrentar o enigma desses quatro desafios propostos? Começaremos a desvendá-la com a remontagem do governo, especialmente do seu coordenador econômico.

 


 

O estelionato eleitoral de Dilma 2.0 começou

Fernando Silva

 

O ano de 2015 será de crise no Brasil: a dramática crise da água no Sudeste, a crise do modelo de produção de energia, a estagnação e ameaça de recessão, um cenário externo desfavorável ao modelão exportador.

 


 

Papa fortalece movimentos sociais

Frei Betto

 

“É lutar contra as causas estruturais da pobreza, a desigualdade, a falta de trabalho, de terra e de moradia, a negação dos direitos. É enfrentar os destrutivos efeitos do Império do dinheiro”.

 


 

SOCIAL

 

Programa Minha Casa Minha Vida precisa ser avaliado

Nota Pública da Rede Cidade e Moradia

 

Uma política habitacional de abrangência nacional, em um país de dimensões continentais, não pode ter como único programa a construção e a transferência de propriedade de novas unidades habitacionais.

 


 

Novembro de 2014 em Belém, maio de 2006 em São Paulo

Luka Franca

 

A cidade ficou deserta. Relatos de moradores diziam que havia pelo menos três helicópteros sobrevoando a região com holofotes ligados e apontados para as ruas do bairro. Porém, invisibilização que cotidianamente acompanha o Norte do país voltou.

 


 

INTERNACIONAL

 

Estados Unidos e Brasil: expectativas iniciais com Barack Obama

Virgílio Arraes

 

O aguardamento de um convívio mais próximo entre Brasília e Washington nas primeiras semanas da administração de Obama não frutificou. No entanto, isto não desapareceria de imediato, dado que. no primeiro semestre de 2009. uma reunião de cúpula entre os países de toda a região ocorreria e poderia renovar a pauta do continente.

 


 

Golpismo, militares constitucionalistas e herança ditatorial; democratizar as forças armadas continua necessário

Jorge Magasich

 

Em mais este artigo da série do Chile sob o governo Allende, o autor fala da herança ditatorial que ainda permeia as forças armadas chilenas, além das raras e limitadas reparações aos militares que resistiram ao golpe de estado de 1973.

 


 

Leandro Konder, o anjo necessário

Leo Lince

 

Leandro foi, desde sempre, um semeador de ideias, de poesia, de humor, de esperanças. Pequenas peças, ensaios, artefatos, alguns deles de efeito retardado, plantinhas tenras que são distribuídas com enorme generosidade nos mais distintos terrenos do debate cultural. Professor, filósofo, ensaísta, articulista de jornal, ficcionista, poeta bissexto, conferencista brilhante, debatedor vivaz e, quando se fez necessário, até redator de panfletos e agitador de comício relâmpago. Ele sempre bateu bem nas onze.

 


 

ECONOMIA

 

Impasse e Crise

Paulo Passarinho

 

Apesar das críticas que seu governo sofreu, dos setores da direita, durante a campanha eleitoral, Dilma Rousseff em seu primeiro mandato procurou seguir a cartilha das privatizações, ao gosto do mercado: abriu um dos maiores programas de concessão de serviços de infraestrutura em curso no mundo. Através de road-shows, procurou apresentar as vantagens e facilidades que seu governo oferecia a todos os investidores internacionais que viessem a apostar no Brasil e aqui investissem em estradas, portos, aeroportos ou ferrovias. Uma verdadeira vergonha.

 


 

Leilão de energia solar e a campanha “Energia para a Vida”

Heitor Scalambrini Costa

 

Ao compararmos com o 1,5 milhão de residências na Alemanha, vemos que este é um número insignificante diante do potencial solar existente em nosso país. O sucesso desta fonte de energia se deve basicamente à implementação de políticas públicas.

 


 

MEIO AMBIENTE

 

A crise hídrica chegou para ficar

Henrique Cortez

 

Os desenvolvimentistas apostam em mais do mesmo. E, mais uma vez, alguns apostam e todos perdem. Sinceramente, não percebo que governos, autoridades, gestores, usuários e consumidores realmente compreendam a dimensão da crise e que as soluções passam pelas mesmas recomendações que cientistas, pesquisadores e ambientalistas fazem há mais de uma década. Pena, porque a crise hídrica chegou para ficar.

 


 

VÍDEO

 

Entre a cheia e o vazio

 

A cheia histórica do rio Madeira em 2014 e seus nexos com as UHEs Santo Antônio e Jirau.

 


Recomendar
Última atualização em Segunda, 17 de Novembro de 2014
 

A publicação deste texto é livre, desde que citada a fonte e o endereço eletrônico da página do Correio da Cidadania




Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.


Vídeos

Índios Munduruku: Tecendo a Resistência

Imagem

Documentário sobre as resistências indígenas às hidrelétricas do Tapajós
Leia mais...

A Ordem na Mídia

Eugênio Bucci: “precisamos de um marco regulatório democrático na comunicação”


Há uma falência nos modelos de negócios refletida nas relações trabalhistas, na concentração de propriedade, formação de monopólios e oligopólios e no aparelhamento por parte de igrejas e partidos. Entrevistamos Eugênio Bucci, jornalista e professor da ECA-USP, que afirmou a necessidade de um marco regulatório democrático para fortalecer a democracia no Brasil.
Leia mais...


Brasil_de_fato
Adital
Image
Image
Banner_observatorio
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Diario Liberdade

Espaço Cult

Image
Image
Revista Forum
Joomla Templates by JoomlaShack Joomla Templates