topleft
topright
ISSN 1983-697X

Boletim Diário

Email:
Para assinar o boletim de
notícias preencha o
formulário abaixo:
Nome:

Brasil nas Ruas

Confira os artigos sobre manifestações e movimentos sociais no Brasil.

Arquivo - Artigos

Áudios

Correio da Cidadania, rádio Central 3 e Revista Vaidapé fazem “debate autônomo” sobre as eleições  

Leia mais...
Image

Plinio de Arruda

MEMÓRIA

Confira os textos em homenagem a Plinio


Leia Mais

Plinio em Imagens



Confira a vida de Plínio


Charge


Imagem




Artigos por data

 Nov   December 2016   Jan
SMTWTFS
   1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Julianna Walker Willis Technology

Links RSS

Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania Correio da Cidadania

Áudios - Arquivo

AumentarDiminuirVoltar ao original
Adeus Didi Imprimir E-mail
Escrito por Plinio Arruda Sampaio Junior   
Terça, 16 de Setembro de 2014
Recomendar

 

 

 

Aprendi a admirar Dirceu Travesso nas trincheiras da luta social e política. Lúcido, determinado e ousado, seu discurso tonitruante era claro e pedagógico, radical sem ser sectário, incisivo e contundente, sem abandonar o bom humor. No embate político foi sempre leal, buscava soluções construtivas para os impasses e desencontros. Discrepava sem transformar o adversário em inimigo.

 

Encontrá-lo era um prazer. Mesmo em circunstâncias adversas, Didi não perdia a alegria e a cordialidade. Quando, acompanhado de meu pai, o visitei no hospital, na ocasião de sua primeira operação, o convalescente Didi era a imagem do otimismo. Enfrentou com disposição e coragem um longo calvário. Nunca deixou a militância e nunca se deixou abater. Lutou com serenidade até o último momento.

 

Recentemente, nos últimos dias do velho Plínio, encontrei-o várias vezes no hospital. Obrigado a fazer penosas sessões de quimioterapia, Didi aproveitava sua ida ao hospital para passar em nossa ala e visitar meu pai quando este já não podia receber ninguém, pura e simplesmente para me consolar. Fazia-o por amizade e delicadeza. Para mim, as longas conversas no cafezinho eram momentos especiais na penosa vigília que se arrastava.

 

Às vésperas da morte de meu pai, lá estava ele novamente, como um anjo vermelho para me alentar. Falava com a sabedoria de quem prevê e não teme a morte, na exata medida de quem sabe que a vida é breve e é importante desfrutá-la até o último momento de lucidez. Didi tinha plena consciência de que seu próprio tempo se esgotava e determinou como desejava que fosse seu fim. Apesar de sua situação precária, Didi nos acompanhou até o fim. Comoveu-me vê-lo no meio da multidão que tomou a Igreja dos Dominicanos, pois, apesar do cansaço e do desconforto de sua própria doença implacável, rendia sua última homenagem ao amigo.

 

Sua vida é um exemplo de compromisso e abnegação na luta pelo socialismo; e de generosidade e humanidade na relação camarada com os próximos. Sua existência está gravada em nossas memórias. Como as estrelas candentes, a lembrança de Didi será sempre um brilho de luz que revela a riqueza e a grandeza de uma vida breve, mas muito bem vivida, integralmente dedicada à libertação do ser humano.

 

Dirceu Travesso, presente! “Con nosotros nuestros muertos para que nadie quede atrás”.

 

Pínio Arruda Sampaio Junior é economista e professor da Unicamp.

Recomendar
Última atualização em Qui, 18 de Setembro de 2014
 

A publicação deste texto é livre, desde que citada a fonte e o endereço eletrônico da página do Correio da Cidadania




Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.


Vídeos

Índios Munduruku: Tecendo a Resistência

Imagem

Documentário sobre as resistências indígenas às hidrelétricas do Tapajós
Leia mais...

A Ordem na Mídia

Eugênio Bucci: “precisamos de um marco regulatório democrático na comunicação”


Há uma falência nos modelos de negócios refletida nas relações trabalhistas, na concentração de propriedade, formação de monopólios e oligopólios e no aparelhamento por parte de igrejas e partidos. Entrevistamos Eugênio Bucci, jornalista e professor da ECA-USP, que afirmou a necessidade de um marco regulatório democrático para fortalecer a democracia no Brasil.
Leia mais...


Brasil_de_fato
Adital
Image
Image
Banner_observatorio
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Diario Liberdade

Espaço Cult

Image
Image
Revista Forum
Joomla Templates by JoomlaShack Joomla Templates