Edição 911

  • #Somostodosambientalistas

    altO IPCC, através de seus relatórios e pareceres, tem chegado a conclusões científicas irrefutáveis de que o aquecimento global tem provocado aumento significativo na frequência e na intensidade dos “desastres naturais”. A concentração de CO2 na tênue atmosfera que nos protege atingiu os 400 ppm (parte por milhão) em abril de 2014, superando o limite histórico.

  • Como eleger um presidente

    altPolíticos fisiológicos, eleitos pelos financiadores de campanhas, serão fiéis unicamente a seus financiadores. É por esta razão que temos, no nosso Congresso, as bancadas do capital estrangeiro, ruralista, da saúde privada, do ensino privado e por aí vai.

  • Eleitores da União Europeia estão desligados do sentido do bloco

    alt40% dos eleitores dos 28 países da União Europeia estão completamente desligados dos conceitos que criaram esse bloco continental e que, hoje, regem as instituições e a burocracia da União Europeia.

  • Envelhecer jovem

    altO curioso é que, em geral, vive muito quem não teme morrer. E sobretudo quem imprime à sua vida um sentido altruísta. A ansiedade de prolongar a existência a qualquer custo pode gerar na pessoa um estresse que lhe abrevia os dias.

  • Troppo tarde, PT

    altO criador do cemitério de Perus, onde eram “desaparecidos” militantes políticos assassinados pela ditadura, saudou o “aggionarmento” do PT e as ações dos governos do partido na área econômica. Com diz o povo, o que não tem remédio, remediado está.

  • Golpe suspeito na Líbia

    altTrês anos depois da queda de Kadafi, a Líbia continua um caos. Pesadamente armadas pelos EUA e Estados do Golfo, as milícias deitam e rolam. A eleição de uma assembleia constituinte pode (se for realizada) abrir caminho para o fortalecimento das instituições nacionais.

  • A história se constrói nas ruas

    Diante da tensão social que emerge a alguns dias da Copa, é grande a diversificação dos movimentos populares, com um despontar de modo autônomo na cena política, a partir das bases e desatreladas de direções sindicais e partidárias. Configura-se, ainda, sua maior aproximação de interesses autenticamente populares e trabalhistas e a confluência rumo às pautas mais progressistas.

     

  • Insegurança e barbárie

    altOs linchamentos representam a afirmação de valores que não se inserem nas concepções positivas a respeito da constituição da humanidade do homem, com respeito aos procedimentos legais, institucionais e racionais de justiça, liberdade, responsabilidade e cidadania.

  • ‘Nossa opção em São Paulo é poluir a água que está perto e captar a que está longe’

    altTrata-se de um cenário histórico de imprevidência, aliado à falta de uma cultura que enxergue a água como bem escasso. É assim que resume a especialista em gestão de recursos hídricos Marussia Whately, entrevistada pelo Correio.

  • Dez anos da ocupação no Haiti: "o povo quer que as tropas saiam já"

    altOs generais brasileiros no Haiti admitem isso, o Haiti como campo de treinamento e isso está sendo demonstrado agora porque boa parte dos soldados que já passaram pelo Haiti estão no Rio. Entrevista com Franck Seguy, pesquisador e sociólogo haitiano.

  • Francisco em terreno minado

    altFrancisco se encontra no olho do paradoxo: o Estado do Vaticano também é religioso, e seu chefe de Estado se confunde com o líder de uma determinada confissão religiosa, o catolicismo.

  • Classes e luta de classes: batalha decisiva

    altO descontentamento com a situação econômica já não estava restrito à classe trabalhadora assalariada operária. Assalariados de colarinho branco, pequena burguesia urbana e rural e até parcelas da grande burguesia já não acreditavam que o regime pudesse tirar o país da recessão.

  • Resistência e luta pela educação

    altMuitas foram as tentativas de negociação que colidiram com a intransigência ou mesmo o silêncio da administração municipal, isso porque desde fevereiro a categoria vem mais incisivamente chamando o governo para a negociação e realizando paralisações.