Edição 855

  • Dia do índio - levanta nação originária

    altLi, entre tantos textos divulgados essa semana, a frase: "Os índios não são assim tão bonzinhos". E é a mais pura verdade. Não são e nem têm porque ser.

  • Comunismo Troncho

    altNão vimos, em nenhum momento, Aldo Rebelo referir-se às classes e camadas sociais que compõem esse país chamado Brasil. Fica claro que para tal dirigente, “comunista”, existe apenas uma categoria política: país.

  • A reafirmação do samba de uma nota só

    altA elevação da taxa Selic é absolutamente inócua, a não ser que a dose altista na taxa básica de juros fosse de tal ordem que viesse a produzir uma brutal desaceleração econômica, de modo a deprimir o nível de consumo interno para um plano recessivo.

     

  • Guantánamo e a hipocrisia americana

    altPara Obama, é mais tranquilo dizer que ele sempre foi contra Guantánamo, pondo no Congresso a culpa. No curto prazo, ele foge de maiores problemas. Mas, estrategicamente, seria de interesse dos EUA?

  • Auxílio-moradia dos juízes: uma afronta aos trabalhadores

    altPor que os juízes devem ter residência paga com dinheiro público? As outras categorias de trabalhadores não cuidam da própria residência com o seu salário?

  • O modo socialista de governar: caso de Pernambuco (3)

    altPouco importa o que ficará de herança econômica, administrativa, política e social para os pernambucanos. O que conta é o uso de toda a administração pública em favor de um projeto político dúbio.

  • Trabalho doméstico: seria bom se fosse verdade (2)

    altO Correio publica, a propósito da Emenda Constitucional 72, sobre o Trabalho Doméstico, a análise do pesquisador Henrique Júdice Magalhães, que discorre sobre os mitos que estão sendo produzidos.

     

  • ‘Sem voz ativa, Brasil é colônia dos grandes conglomerados internacionais das telecomunicações’

    altO Correio entrevistou Samuel Possebom, que lamenta o fato de todas as grandes empresas do país estarem sob controle estrangeiro. Quanto à internet, ressalta que o governo não tem a universalização da banda larga como meta.

  • Estatuto da Criança e do Adolescente

    altO deputado é um pastor evangélico. Sua conduta deveria, no mínimo, coincidir com os valores pregados por Jesus, que jamais discriminou alguém.

  • Por que nós temos que ser contra a redução da idade penal

    altO encarceramento em massa se insere dentro da lógica do capital, pois, ao ter um enorme contingente de encarcerados, é possível explorar a sua mão de obra da forma mais precarizada possível.

  • O novo está na moda

    altA elevação da produção alimentar se tornou um dos aspectos da luta de classes, que só pode ser resolvida com a mobilização dos pequenos lavradores e com forte apoio das camadas urbanas.

  • Desnacionalização galopante

    altAté os anos 80, o capital estrangeiro predominou no setor industrial, além do comércio exterior. Depois, estendeu-se nos serviços privados e públicos e no setor financeiro. Tornou-se dominante na mineração...

  • Resultado eleitoral da Venezuela

    Parte desse resultado desanimador deve-se ao desempenho medíocre de Maduro na campanha eleitoral. De qualquer forma, Nicolas Maduro está eleito. Agora, seu problema é enfrentar a crise econômica decorrente da drástica redução dos preços do petróleo.