Edição 829

  • A farra das Câmaras Municipais: até quando?

    altQue o Congresso tome as providências legais e constitucionais necessárias para extinguir a remuneração dos vereadores em todos os municípios. Os vereadores precisam viver de seu trabalho profissional e não do mandato político.

  • Sair da “Crise”

    altDepois do colapso financeiro originado nos derivativos, em vez de se liquidarem os bancos metidos neles, os colossais prejuízos decorrentes da especulação foram transferidos para os Estados, que passaram a ser os grandes endividados.

     

  • Hobsbawm (1917 – 2012)

    altPoucas mentes do século XX mereceram, como a sua, viver mais de cem anos. Hobsbawm, bem ou mal, enfrentou todos os problemas de nossa era, deixando-nos uma obra ímpar, que deve, contudo, ser criticada e superada.

  • Império segue à espreita de novas ‘mentiras’ para acossar Chávez, face à cabal lisura do processo eleitoral

    altSe o grande florentino tem razão em suas descrições, as recentes eleições venezuelanas somaram uma enorme quantidade de candidatos a penar para sempre neste círculo infernal.

  • Um primeiro balanço das eleições municipais

    É necessário observar que até aqui o julgamento do mensalão não influi tanto assim no voto. Aliás, pouco influi se considerarmos que, pela primeira vez, em eleições municipais, o PT foi o partido mais votado do país. De outro lado, houve o significativo crescimento, ainda que numa parcela minoritária do eleitorado, de um voto crítico.

     

  • 15 anos de equívocos do setor elétrico

    altÉ inegável o papel e a importância para o país do setor elétrico brasileiro no desenvolvimento e soberania nacionais, além da qualidade de seus técnicos. Todavia, urge a democratização deste setor.

     

  • A falência do direito humano em Honduras

    altQue os desperdícios milionários dos politiqueiros de antes e pseudo-revolucionários de hoje, para chegar a um falso poder previamente dominado, sirvam para se começar a negar esses falsos processos democráticos.

  • Afinal, quem venceu?

    altAs eleições municipais de 2012, a rigor, não terminaram. Em 22 cidades com população acima de 200 mil habitantes, incluindo 8 capitais, haverá segundo turno. Apesar disso, a grande imprensa, num bloco uníssono, já proclamou o PSB como o grande vencedor das eleições.

     

  • Doutrina Obama e a guerra na Síria (1)

    altO aparente distanciamento em relação às guerras na Líbia e na Síria, colaborando com os rebeldes sem, contudo, utilizar de invasão terrestre oficial, já é indício que a Casa Branca procura formas mais eficazes de manutenção de seu poder no cenário mundial.

     

  • Hidrelétricas estatais poderão ser novamente prejudicadas com redução das tarifas elétricas

    altDias antes das eleições, Dilma Rousseff anunciou uma rara benesse econômica ao conjunto da população. Para comentar o assunto, o Correio entrevistou Luiz Pinguelli Rosa, ex-presidente da Eletrobrás no governo Lula.

  • Formação e deformação

    altNa maioria dos casos, os chamados trabalhos de formação, ao invés de formar militantes verdadeiramente socialistas, terminam por construir legiões de beatos, meros seguidores de diversos credos.

  • Um milhão de crianças fora da escola

    altOs dados do IBGE são alarmantes: 3% das crianças brasileiras de 6 a 14 anos estão fora da escola. Incluindo o contingente de 4 e 5 anos e de 15 a 17, o percentual aumenta para 8%, ou seja, 3,8 milhões de crianças e adolescentes.