Edição 792

  • Facebook: CIA + J. Edgar Hoover (FBI) + Kafka

    Disse, e repito, que Hillary Clinton é o “elo perdido entre as aves de rapina e a espécie humana”. Porém, meu erro foi postar essa opinião no Facebook: poucas horas depois, tive o acesso a minha conta proibido.

  • Cenário nada agradável

    As resistências de certos setores da esquerda ao desenvolvimento econômico e social contêm um viés regressivo, na errônea suposição de que ele propicia o crescimento capitalista, e até mesmo do capitalismo de Estado, mas esvazia as possibilidades revolucionárias.

  • Brasil: país emergente com custo de vida elevado

    Os governantes não podem servir a dois senhores. Ou servem ao povo, com os votos de quem se elegeram, ou servem ao capital, que os corrompe pelo financiamento de suas campanhas eleitorais.

  • Lagarde e o petróleo de Nigéria e Brasil

    A exploração predatória do petróleo no Brasil está em marcha e segue o modelo internacional no qual as normas de segurança tornam-se supérfluas (como prova o vazamento da Chevron, somado ao aumento de acidentes com trabalhadores).

  • Terrorismo de Estado no Pinheirinho reitera democracia policial-imobiliária

    Aos moradores do Pinheirinho resta somente lutar com as próprias energias e almas, possivelmente contando com a solidariedade dos verdadeiros militantes da justiça e dos direitos humanos, arriscando-se em meio à barbárie policialesca que nos assola.

  • Bartô, o mago da palavra

    O coração de Bartolomeu Campos de Queirós (1944-2012), pleno de amor e arte, parou na madrugada de 16 de janeiro. Meu querido amigo Bartô transvivenciou. Entrou em “encantamento”, diria Guimarães Rosa.

     

  • Combate ao narcotráfico no México e o Movimento pela Paz e Dignidade

    A sociedade civil mexicana apresentou processo criminal de “lesa humanidade” ao Tribunal de Haia. O governo, com o pretexto de vencer o crime organizado, acusa de narcotraficante e mata a quem lhe interessa politicamente.