Edição 790

  • Passo importante na industrialização

    O governo Dilma anunciou a redução do Imposto de Importação para 298 componentes de bens de capital. Um passo importante para reduzir o custo dos projetos industriais e de infra-estrutura, em algumas áreas.

  • Reforço da inserção primário-exportadora é a resposta do Brasil à crise financeira

    O ajuste à crise financeira externa pelo aprofundamento da inserção primário-exportadora e maior internacionalização dos ativos do setor primário, incluindo o Pré-Sal, converter-se-ia em médio prazo em uma gigantesca dilapidação de recursos não renováveis.

  • “Ai se eu te pego”: uma análise comparativa

    A balada a que se refere Teló alude àquele antigo poema que narrava tradição histórica, acompanhado ou não por instrumentos. Ou àquela peça puramente instrumental como cultivavam Chopin, Brahms ou Liszt.

     

  • O último churrasco em Santiago

    Desmaiando de fome, provei por primeira vez a carne deliciosa de cabrito, ainda que demasiadamente passada para o gosto de rio-grandense comedor de carne sangrenta.

     

  • Ministério da Integração dos Coronéis

    Para piorar, Fernando Bezerra conta com o aval da presidente Dilma Rousseff, inclusive para desmantelar a convivência com o semi-árido e ressuscitar o coronelismo baseado no controle da sede humana.

  • O mapa do caminho do impasse no Afeganistão

    Bush invadiu o Afeganistão para arrancar de lá os Talibã. Arrancou, mas... a missão não foi cumprida. Os Talibã estão de volta, em grande estilo. Hoje, Obama os convida, mais ou menos, para voltarem ao poder.

     

  • A guinada estratégica dos Estados Unidos – a segunda Guerra Fria e a América do Sul

    O novo centro de gravidade da política estadunidense supõe o abandono do Oriente Médio, que durante meio século foi sua prioridade. A leitura do Pentágono sustenta que o calcanhar de Aquiles da economia chinesa são as importações de petróleo.

  • Uma auto-lobotomia da esquerda em relação à China?

    Poucos países despertam hoje tanta curiosidade como a China. Entretanto, como caracterizá-la melhor? Economia socialista de mercado? Socialismo com características chinesas? Capitalismo de Estado? Capitalismo Oriental? Capitalismo neoliberal? Super-capitalismo?

     

  • Feliz 2012

    Um Ano-Novo em que a competitividade ceda lugar à solidariedade; a acumulação à partilha; a ambição à meditação; a agressão ao respeito; a idolatria por dinheiro ao espírito das Bem-Aventuranças.

     

  • Agenda para 2012: viver mais o presente

    Precisamos, nos limites da democracia representativa, aprender a votar em políticos por vocação. Aprender também que a maior parte das nossas energias deve ser dedicada a lutas na política que realmente fazem diferença.

     

  • Divisão no Poder Judiciário

    A disputa a respeito da competência do Conselho Nacional de Justiça é uma morte prevista. Decorre de uma decisão equivocada dos constituintes de 1988. O poderoso lobby da OAB queria porque queria ter ingerência direta na fiscalização dos juízes.