Edição 769

  • A dívida dos Estados Unidos é um problema da China

    Aqui temos uma hipótese: não é um sino-centro que se gesta, mas uma efetiva multipolarização, quebra do bloco unipolar liderado/imposto pelos EUA, forçando a volta do acirramento da disputa por mercados. 

  • Pirata, pirataria, papagaio de pirata e psicopatia

    O resultado final da equação é: a soma de P de pirataria mais P de psicopatia é igual ao modelo capitalista. Cruel e perverso como pirata, a espada afiada da violência sempre empunhada.      

  • Os brasileiros e a união civil de homossexuais

    Os valores conservadores se esparramam pelo tecido social, com intensidades distintas, mas independentemente de escolaridade, religiões, classe social... Há uma onda conservadora em curso no Brasil. 

  • Agenda estratégica de saúde é entregue ao ministro da Saúde

    De acordo com o documento SUS Igual para Todos, entre as principais sugestões de políticas públicas encontra-se a regulamentação do uso do fundo social do pré-sal para a correção de desigualdades em saúde.

  • Uma geração de políticos de visão bitolada. Ou pusilânimes?

    Há décadas que no Brasil vingam apenas os políticos medíocres, aqueles que usam suas cabeças e tempo para planejar como enganar o povo, se vender aos poderosos e a eles se subordinarem.

  • Fazer é importante

    Na pretensa esquerda, há um segmento formado pelo PT-PSB-PCdoB, dotado de uma formaçãonacional reformista, que substitui a luta de classes pelo dogma, infundado, da contradição ‘nação opressora versus nação oprimida’. 

  • Violações dos direitos indígenas

    Frente aos impasses a que a humanidade chegou pela forma devastadora como destrói a própria casa é preciso reaprender com os povos indígenas que a vida tem por objetivo central a felicidade humana na dimensão comunitária. 

  • Fogo nos malfeitos governo, mas também nos fariseus

    É fundamental atacar de forma contundente as concessões feitas pelo governo Dilma, na esteira do lulo-pragmatismo, o "polulismo", que destrói de forma perigosamente irreversível a alma geradora do PT como partido de luta.

  • Folha baba ódio contra o MST

    Prova deste ódio de classe foi o editorial da Folha de domingo (7) contra os sem terra. Os adjetivos são raivosos, hidrófobos. A torcida pela extinção do MST é explícita, quase histérica.

  • O terrorismo de estado dos EUA ameaça a humanidade e impede a paz

    Os fatos são esses. Apresentando-se como líder da luta mundial contra o terrorismo, o sistema de poder dos EUA faz hoje do terrorismo de Estado um pilar da sua estratégia de dominação.

  • Grandes e polêmicas obras serão chamadas, no Brasil, a ‘salvar’ o capitalismo global

    Enquanto o capitalismo global dá mostras de crise e exaustão, o capitalismo à brasileira caminha a passos largos. Uma das áreas na qual vem há anos atuando de modo contundente é no setor elétrico - entrevista com Oswaldo Sevá.

  • Incerteza global pressionará por novos cortes de benefícios sociais básicos

    O Brasil precisa manter em atividade sua força de trabalho de 100 milhões de pessoas e os poucos mais de dois milhões de novos trabalhadores que afluirão à População Economicamente Ativa a cada ano nesta década; e ainda assegurar condições básicas de atendimento de necessidades humanas providas pela política social.

  • 4 de Agosto desnuda a ilusão democrática no Chile

    O movimento no qual o governo queria por um basta, já desgastado (os alunos das universidades públicas estão em greve há meses e muitas escolas por todo o país se encontram tomadas por alunos), se revigorou e ganhou adeptos graças à total inabilidade da gestão política.

  • A redistribuição de renda

    Para enfrentar essa situação não basta anistiar as dívidas dos pequenos agricultores no Pronaf e acelerar o assentamento de 80 mil famílias acampadas. É necessário executar uma plano acelerado de assentamento dos 2 a 3 milhões de lavradores sem-terra nos 90 a 100 milhões de hectares de terras improdutivas.